Animais Noturnos (2016) | Crítica

Animais Noturnos foi lançado no final de 2016 e contou com a direção de Tom Ford (007 e Direito de Amar). Como protagonistas temos – a rainha – Amy Adams e Jake Gyllenhaal. A história é um drama perturbador que intercala presente, passado e uma história ficcional.

Susan é uma negociante de arte que acabou de inaugurar uma nova exposição, mas o brilho do trabalho é ofuscado pela relação cada vez mais decadente que tem com o marido. Com a sombra de dificuldades financeiras pairando em cima dele a distancia se tornou ainda maior, já que ele está sempre em viagens. É então que ela recebe um manuscrito de um livro assinado por seu ex-marido, Edward. Enquanto tenta lidar com seu presente, Susan mergulha na leitura dessa história que foi dedicada a ela.