fbpx

À Deriva – Bryan Lee O’Malley

À Deriva é o primeiro álbum em quadrinhos do autor Bryan Lee O’Malley, mais conhecido por Scott Pilgrim contra o mundo e Repeteco. A publicação é da editora Novo Século pelo selo Geektopia, em 2018.

Sobre a história

Raleigh é uma adolescente que tem poucos amigos e vive uma vida mais isolada, enquanto tenta se descobrir em meio a confusão que é essa época na vida de um jovem.

Por seja lá que razão, ela se vê em um carro presa com outros três colegas de escola, mas pessoas que ela não tem amizade, em busca de um destino em comum. E, mesmo sabendo bem onde querem chegar, o caminho até lá parece ter seus imprevistos e a confusão de nem sempre saber como chegar.


Minha Opinião

Sabe aquelas histórias que te pegam de um jeito e que você nem sabe direito explicar porque? À Deriva foi assim comigo. E é estranho, pois desde que esse quadrinho saiu, vi bastante gente dizendo o quanto se decepcionou com a história por ter esperado mais dela. Em contra partida, foi exatamente a simplicidade do conceito que conversou comigo.

Raleigh é uma garota perdida em mais formas do que se pode ver em um primeiro momento. E, para mim, foi incrível poder navegar pelos seus pensamentos enquanto eu fazia a leitura e me relacionava com o que ela passava, refletia, ocultava.

A adolescência, como imagino que todos saibam, não é uma fase das mais fáceis. É claro que ela se apresenta em graus diferente dependendo de cada um, mas para aqueles que tem poucos amigos, são vistos como “estranhos” e tem dificuldades em se relacionar, há um peso a mais adicionado à balança. E foi essa relação, essa lembrança, que me aproximou dessa história.

História essa que é praticamente uma metáfora da vida: por vezes embarcamos em jornadas que não entendemos bem como vão funcionar, mas com o foco no destino -mesmo que não saibamos como chegar lá. No meio do caminho muitas coisas podem acontecer, incluindo a aparição de pessoas que podem se mostrar um bom adendo em nossos caminhos. E, durante todo esse processo, temos a missão de evoluir e encontrar nosso local no meio de tudo o que estiver por vir.

O quadrinho, que é todo trabalhado em azul e rosa, foi a primeira publicação do hoje renomado autor Bryan Lee O’Malley, que manteve o estilo de traço, mesmo que muito se evoluiu desde então, mas nos apresentou uma história bem diferente das outras. Da minha parte apenas li Repeteco e foi uma experiência estranha, pois foi bem diferente do que eu estava esperando, mas não de uma forma negativa.

Tendo ido com o mínimo de expectativas, acabem encontrando nessa história algo com o que me relacionar, e a sensação positiva de conseguir encontrar identificação nas entrelinhas, bem como relembrar algumas das minhas próprias incertezas e jornadas quando compartilhava da idade da protagonista.

Vale tirar do caminho que não é nenhuma grande história, bem como também não é algo com muito humor, então embarque sabendo o que vai lhe esperar e aproveite a viagem!

À DERIVA

Autor: Bryan Lee O’Malley

Tradução: Mauricio Muniz

Editora: Novo Século

Ano de publicação: 2018

Acompanhamos a história de Raleigh, presa em uma viagem de carro com três colegas de escola que ela mal conhece. No mapa, o destino pode ser claro, mas logo fica óbvio que ninguém – muito menos Raleigh – sabe para onde estão indo. Como saber para onde ir e quem você é quando está naquela fase incômoda entre a infância e a maioridade? Esta edição apresenta os aclamados quadrinhos que lançaram O’Malley ao estrelato e inclui ainda histórias curtas inéditas no Brasil.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.