fbpx

A Poção Mortal – Amy Alward

A Poção Mortal é o terceiro livro dentro da série do Diário de uma Garota Alquimista, da autora Amy Alward. O lançamento é de 2018 do editora Jangada.


*Essa resenha contém spoilers dos livros anteriores

Sobre o Livro

Ao retornar para Nova e ver que a Princesa Evelyn havia se casado com o Stefan, Sam percebeu que algo muito errado estava acontecendo, principalmente porque a sua amiga estava parecendo doente. O Príncipe, que havia se aliado com a tia de Evelyn para tramar contra o reino, estava escondendo algo e certamente não estava com boas intenções. Seu primeiro ato foi cortar completamente a comunicação entre a Princesa e Sam, deixando a alquimista sem saber o que se passava no castelo.

Mesmo falando em público sobre suas desconfianças, ninguém a leva a sério e é por isso que ela acaba aceitando a oferta de uma emissora de gravar um documentário sobre sua vida. Assim, ela poderia exprimir suas opiniões e tentar ser ouvida.

Porém, Sam logo vai descobrir mais sobre o vírus que assombra a Princesa e toda Nova, e vai sair em busca de reunir a cura correta, mesmo que para isso ela tenha que viajar para o outro lado do mundo com seus movimentos sendo vigiados a todo instante.


Minha Opinião

Esse, teoricamente, é o livro que encerra essa trilogia, mesmo já tendo visto por ai boatos de que haveria mais história a ser contada. Como já mencionei nas resenhas de A Poção Secreta e A Poção Perdida, essa é uma trama super levinha e fofa que nos faz voar pelas páginas e devorar o livro.

Sam é uma personagem que me cativou desde o primeiro momento e, mesmo tendo se passado apenas alguns meses desde o primeiro livro, já é possível ver o quanto a sua personalidade evoluiu. Aqui, aliás, passei por um momento onde achei que a autora iria seguir por um caminho questionável, porém logo ela trouxe foi uma lição a nos passar.

Vimos ao longo da trilogia o romance entre a Sam e o Zayn se formar e consolidar. Nesse último livro, ela apresenta uma certa dependência do seu suporte, o que não é algo que realmente combine com ela. Entretanto, essa é exatamente a lição que a personagem vai aprender: ela é capaz sozinha, sem precisar da âncora do namorado. Afinal, ela já aprontou e superou várias coisas dessa forma. E, acho que a relação acabou por agregar a ela como forma de evolução, principalmente como tudo termina.

Aqui, mais uma vez, vamos ver a personagem saindo em uma aventura, descobrindo novos lugares e caçando ingredientes. A diferença é que ela está mais sozinha nessa empreitada, já que a Princesa, sua fiel amiga, acaba por estar isolada. E esse vírus que está a solta não ameaça apenas ela, mas todo o reino de Nova, colocando ainda mais peso sobre as costas de Sam.

Nesse livro a personagem também vai poder descobrir um pouquinho mais sobre as origens da sua família, que é um fator que desde o primeiro livro tem bastante peso. O legado dos Kemi e o que o nome significa é o que move a garota a se inscrever na Caçada Selvagem para começo de conversa e, mesmo mudando várias visões ao longo dos três livros, sua lealdade à família ainda é muito forte e real.

Essa é uma série que nos apresenta um típico conto de fadas em trilogia e com um pouquinho de modernidade, então não vá esperando uma história super revolucionária porque não é esse o propósito. O que digo é que entrei de coração aberto para ler o primeiro livro e me apaixonei por essa trama de todo coração. Mesmo em sua simplicidade, consegui gostar muito dos três livros, sendo o segundo o meu favorito, pois é onde acho que a autora conseguiu evoluir e desdobrar melhor a sua história.

Não sei se vou ver Sam novamente, mas se a autora quiser contar mais sobre a garota, talvez um pouco mais adulta, vou ficar atenta para conferir. Diário de uma Garota Alquimista é uma série despretensiosa, divertida, cheia de aventura, super simples e que mesmo assim consegue passar lições legais para os leitores através das ações de seus personagens.

Então, se você está procurando uma história levinha ou quer inserir um leitor mais iniciante ou jovem no mundo dos livros, acho que essa é uma boa pedida, principalmente para garotas que não querem ser a Princesa a espera do Príncipe, mas sim alguém que vive as grandes aventuras e salva o dia!

A POÇÃO MORTAL

Autor: Amy Alward

Editora: Jangada

Ano de publicação: 2018

Depois de encontrar o diário de poções da sua bisavó, escapar das garras de uma alquimista malévola, recuperar a memória do seu avô e se tornar uma Mestra Alquimista, não é hora de Sam Kemi ter um bom e merecido descanso? Mas agora que a Princesa Evelyn está casada com o sinistro Príncipe Stefan e começa a apresentar os estranhos sintomas de um vírus desconhecido, parece que as aventuras de Sam estão apenas começando.
Com uma equipe de TV registrando cada passo de Sam e o tempo quase se esgotando, nossa garota alquimista terá agora que enfrentar erupções vulcânicas, animais mitológicos e o pérfido jogo de um Príncipe cheio de segredos, se quiser salvar a Princesa e a vida de todos os seus súditos… de um sono eterno!

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.