fbpx

A Voz do Arqueiro – Mia Sheridan

A Voz do Arqueiro é um dos livros da série Signos do Amor escrita pela autora Mia Sheridan, lançado aqui no Brasil em 2015 pela editora Arqueiro.

resenha3

SOBRE O LIVRO

Os livros da série Signos do Amor são baseadas em signos, e a Voz do Arqueiro é baseada na característica do signo de Sagitário.

Bree Prescott é uma jovem que resolve deixar a cidade onde mora para ir à pacata Pelion, no estado do Maine. Determinada em deixar seus fantasmas pra trás, ela escolhe essa pequena cidade onde já teve boas memórias. Ao chegar em seu destino, ela tem um encontro muito embaraçoso com um homem misterioso chamado Archer Hale. O que ela não podia nem imaginar, é que por trás daquela barba mal feita, e cabelo grande existe um homem tão machucado quanto ela, com um passado muito sombrio e misterioso.

“Às vezes demorava várias horas para me livrar da tristeza, embora ela nunca me abandonasse por completo.”

Archer possui um segredo. Aos sete anos, ele vivia uma vida muito ruim com sua família destruída. Um pai agressivo e uma mãe que não tinha tantas esperanças de vida, mas o destino resolveu piorar ainda mais a situação quando um terrível mal entendido e acidente aconteceu e o deixou sozinho nessa vida. Por causa de tal trauma, ele nunca mais falou, apenas viveu a vida isolado, longe dos olhares julgadores das pessoas de Pelion.

Bree não deixa de notar a beleza de Archer por traz de seu desleixo e, por ser muito curiosa, ela resolve se aproximar dele aos poucos. Porém, como nem tudo são rosas, surgem outros personagens na vida dos protagonistas que podem atrapalhar ou até mesmo ajudar esse relacionamento. Mia mesclou dois personagens com problemas, e mostra que o amor pode sim salvar vidas.


MINHA OPINIÃO

Logo que fiquei sabendo sobre os livros da série dos signos, fui atrás de conhecê-los melhor, e descobri que A Voz do Arqueiro na verdade é o quarto livro dessa série, mas o primeiro que foi lançado pela editora Arqueiro aqui no Brasil. Como são livros independentes, podem ser livros fora de ordem.

Às vezes o destino traz boas surpresas, e foi assim com Bree e Archer. Ela chegou a cidade por causa de um terrível trauma que aconteceu em sua vida, e Archer preferia viver escondido em sua casa, afastado da cidade para não ter que socializar com as pessoas. Mas por sorte, Bree sabia muito bem falar a língua dos sinais, e com muita insistência de sua parte, ela foi conseguindo se aproximar de Archer. Isso o assusta bastante nos primeiros momentos, mas aos poucos, ele acaba cedendo, e assim nasce uma amizade diferente. Mas essa amizade está longe de ser o foco da história, e logo o amor desperta no coração deles. E é justamente esse amor que ajuda Bree e Archer a superar seus traumas e tragédias.

“Eu era uma aberração. Estava ali, sozinho e isolado, por uma razão. Era eu o culpado de tanta tragédia e tanta dor. Eu não valia nada.”

resenha2

A escrita de Mia é tão suave que devorei o livro em poucas horas. É super leve e fácil de ser entendida. Em primeira pessoa, a narrativa intercala os pontos de vista dos dois protagonistas. Alterna também entre momentos do presente e do passado. As cenas sensuais não me incomodaram como alguns livros do gênero fazem, foram bem escritas pela autora, e não me deixou com vontade de pular (confesso que faço isso em alguns livros eróticos).

Meu personagem favorito da história sem dúvidas é Archer, apesar de adorar a Bree. Ele é muito tímido e inocente que chega até a ser bobo, mas é um jovem como qualquer outro, que merece sim ter uma vida normal. Não deve ser fácil viver com uma ferida que jamais irá se cicatrizar, além do fato de ter que enfrentar tudo silenciosamente e sozinho, mas nem por isso ele se deixou ser frio, amargo e mal educado, muito pelo contrário. Os personagens secundários da trama formam um arco em torno da vida de Bree e Archer. Travis Hale um simpático policial da cidade logo se interessa em Bree quando a conhece. E Maggie, uma senhorinha vizinha de Bree que adora dar os melhores conselhos à jovem protagonista, eu simplesmente adorei.

Durante as narrações sobre o passado de Archer, meu coração ficava apertado. Como uma mulher -a mãe dele – consegue suportar tal situação? Sabendo que existem várias mulheres assim é o que me deixa mais entristecida. E como a maldade de um adulto pode acabar com a vida de uma criança. Archer perdeu sua voz, sua vontade de viver e sua autoestima por causa de seu pai, um maldito homem que destruiu completamente a família. E também ,é bem real o que acontece com Bree para ela ter a atitude de se mudar, afinal vivemos em um mundo tão perigoso nos dias de hoje.

Outros livros da série já foram publicados aqui no Brasil, e são eles: O coração do Leão, que possui um segundo volume chamado O Leão Ferido, onde é baseada na característica do signo Leão, e também o livro Veneno, baseado na mitologia do signo de Escorpião. Em breve, vocês verão resenhas desses outros livros aqui no blog.

Com um final de tirar o fôlego A Voz do Arqueiro me surpreendeu de vários jeitos. Há cenas que nos deixam com raiva com tamanha injustiça, mas também mostra que nem todo ser humano é ruim, e que apesar de ser difícil de acreditar, ainda há esperança pra humanidade, e tudo pode se resolver com o mais puro e verdadeiro amor. Recomendo muito esse livro para quem gosta de histórias eróticas e new adults, e já digo: vocês vão se apaixonar por Archer Hale.

A VOZ DO ARQUEIRO

Autor: Mia Sheridan

Editora: Arqueiro

Ano de publicação: 2016

Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor. Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar. Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde. Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda. Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

 

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Nascida no interior Paulista, futura cientista da computação, se apaixonou por literatura quando conheceu o bruxo Harry Potter e o vampiro Edward Cullen. Adora ir no cinema e assistir séries em dias chuvosos.