As Novas Aventuras de Sherlock Holmes (Volume 1) – Otto Penzler

As Novas Aventuras de Sherlock Holmes (volume 1) é uma reunião de pastiches escritos pelos mais variados autores, dentre eles: Neil Gaiman, Stephen King, Anthony Burgess, O. Henry, P. G. Wodehouse e outros. Ele faz parte de um box com novas aventuras do famoso detetive e foi lançado em 2018 pela Nova Fronteira.

Sobre o livro

Uma reunião de histórias envolvendo o detetive mais famoso da literatura, mesmo que nem sempre ele esteja presente fisicamente. Dentre as diversas situações encontradas, teremos aqui o roubo de um valioso livro. Uma versão muito especial e raríssima de Hamlet, que foi levada do colecionador Harrington Edwars e para piorar a situação o livro é de um amigo. Ele não tarda a ir atrás de Holmes para pedir sua ajuda em O “Hamlet” único de Vincent Starrett. Também teremos um detetive que teve seu estojo de charutos roubado, seu nome é Hemlock Jones e você pode achar ele estranhamente parecido com um velho conhecido em O estojo de charutos roubado de Bret Hart.

“Certamente sabe que nos casos policiais que eu investigo a solução mais óbvia nunca é a correta. O simples fato de o dedo da suspeita ser apontada para certo indivíduo é o bastante para absolvê-lo de qualquer culpa.”

Mas além de roubos, também teremos assassinatos. E será praticamente impossível desvendar quem matou um homem muito poderoso, mas que possui muitos desafetos. Holmes precisará de toda a sua atenção e da ajuda de Watson que se revelará muito importante para desvendar esse mistério que parece insolúvel em A maleta do doutor do autor Stephen King. E então, imagine uma história onde esse detetive particular é assassinado e o principal suspeito é o seu amigo, como em O falecido Sherlock Holmes de James M. Barrie?

Ainda podemos falar sobre um estranho caso envolvendo a morte do seu irmão e várias espécies de abelhas, mostrando um Holmes aposentado, mas fazendo uma última (e especial!) investigação em O caso de morte e mel de Neil Gaiman. Isso só para citar algumas das aventuras que você verá. É importante saber que aqui você encontrará pelo menos uma (embora eu tenha certeza que serão várias!) história que você vai se apaixonar.


Minha opinião

Nessa maravilhosa coletânea temos 40 histórias incríveis escolhidas a dedo pelo editor Otto Penzler. Ele as dividiu em categorias para melhor situar o leitor, mas muitas poderiam ser facilmente distribuídas em mais de uma categoria. Dentre as escolhidas, temos aqui: A Literatura do Crime, Sem Holmes, No Princípio, entre outras. Todas sendo escritas por grandes escritores e também alguns anônimos, fato que me intrigou e agradou muito. Para os fãs de Sherlock Holmes, encontrá-lo em novas situações e pelos olhos de outras pessoas, é no mínimo um grato presente. Me diverti, impressionei e vibrei com tudo que encontrei aqui.

É claro que nem todos esses pastiches, que pode ser entendido como uma obra literária que imita abertamente o estilo de outros, são tão bons quanto os originais escritos por Sir. Arthur Conan Doyle. Algumas histórias deixam a desejar, mas outras são tão boas quanto as escritas pelo criador desse detetive particular. A cada início de história, temos uma breve introdução sobre o autor que a escreveu e também sobre o seu lançamento. Além de contarmos com alguma curiosidades sobre o que encontraremos durante a leitura. Além de todo o cuidado com o box, com sua diagramação, tradução e revisão, também percebemos todo o cuidado ao escolher as histórias e apresentá-las, de maneira a situar o leitor.

“O mistério tinha chegado ao clímax. Em primeiro lugar, o homem havia sido assassinado, sem dúvida alguma. Em segundo lugar, tinham certeza absoluta de que nenhuma pessoa imaginável tinha feito aquilo.”

Sherlock Holmes foi retratado com toda sua maestria, excentricidade, altivez e perspicácia. Apesar de não serem dos mesmos autores, eles seguiram esses conceitos, mudando pequenos detalhes, por vezes até seu nome. Entretanto, as características que fizeram dele um sucesso foram mantidas. O que muito me agradou.

Temos detalhada toda a atmosfera do passado com seus requintes e minúcias. Tendo sua maioria narradas por Watson, seu amigo e fiel escudeiro. Em sua grande maioria as histórias são curtas, mas seguem um ritmo que já conhecido daqueles que gostam de investigações. As descrições físicas e psicológicas são muito fiéis às originais.

Mas nem só de Holmes essas histórias viverão. Dr. Watson além de ser um grande ajudante e também quem relata a maioria das aventuras deste detetive, também aparece como um dos solucionares de diversos mistérios, por muitas vezes como o personagem central. Ele mostra-se tão competente e sagaz quanto seu parceiro e mostra que aprendeu direitinho a como ser um grande observador.

Além dele, outros personagens já conhecidos estão presentes aqui, tais como: Mycroft Holmes, irmão de Sherlock, também o inspetor Lestrade da Scotland Yard e o grande inimigo de Holmes, o vilão Moriarty que é uma figura muito importante na sua história.

“Milhares de pessoas diriam que ele é um homem frio, e, na verdade, não estariam enganadas. Mas Holmes também tinha um grande coração. Só que disfarçava isso melhor do que a maioria dos homens.”

A maior parte das histórias são divertidas e intrigantes, algumas são muito originais e carregam o leitor durante a investigação. Ficou muito difícil selecionar apenas algumas histórias para citar, afinal, temos um número bem considerável neste volume. O fato é que cada uma trata de algo diferente, deixando bem claro que a originalidade é sua marca registrada.

Entretanto, gostaria de destacar as que mostraram uma ruptura entre realidade e ficção e era onde víamos o encontro entre criador e criatura. Doyle e Holmes frente a frente. Sendo uma delas publicada anonimante, o que afirmo, achei incrível. Esse tom de mistério sobre autoria combina com o teor do que temos aqui.

E claro, também teremos encontros dele com o próprio Deus e o diabo. Já deu pra perceber que temos de tudo um pouco aqui, não é mesmo? Portanto, é dever de todo fã de Sherlock Holmes passear por essas novas e encantadoras narrativas. Venha desvendar esses novos mistérios, alguns mais simples, outros mais elaborados, mas todos sendo únicos e extraordinários. Esse box é indispensável para todos os amantes desse personagem que continua sendo tão lembrado até hoje.

 

5estrelasB

AS NOVAS AVENTURAS DE SHERLOCK HOLMES – VOLUME 1

Autor: Otto Penzler

Editora: Nova Fronteira

Ano de publicação: 2018

Nenhum personagem da história foi tão popular quanto Sherlock Holmes. Mesmo passados tantos anos desde sua primeira aparição, em 1887, é possível encontrá-lo não somente nos livros de seu célebre criador, Arthur Conan Doyle, mas também em filmes, séries de TV e até músicas. O que poucos sabem, no entanto, é que na literatura também houve quem quisesse dar nova vida ao famoso detetive, utilizando-o em suas próprias histórias. Para a alegria dos admiradores de Sherlock Holmes, este boxe reúne dezenas destes contos, abarcando um período de mais de cem anos de produção literária. Incluindo textos de autores célebres, como Stephen King, Neil Gaiman e Anthony Burgess, bem como de escritores menos conhecidos, esta obra é a prova de que os grandes personagens da literatura são sempre aqueles que nunca deixam de inspirar

 

É colaboradora do Resenhando Sonhos.
Natural de São Sepé, atualmente morando em Santa Maria.
Formada em Gestão da TI pela URCAMP e cursando Produção Editorial na UFSM.
Apaixonada por livros, Johnny Cash e cachorros.