Black para Sempre – Sandi Lynn

Black para Sempre é o primeiro livro da trilogia Forever, escrito pela autora Sandi Lynn e foi lançado pela editora Valentina em 2015.

14141593_963500427128920_6115511756105125797_n

Sobre o Livro

Ellery é uma jovem pintora com uma triste história familiar. Ela acabou de ser abandonada pelo namorado com o qual vivia há alguns anos e a partida dele a deixou solitária e um tanto deprimida. Mesmo não sendo apaixonada por ele, ela não se imaginava sozinha.

“Nunca se sabe o que cada dia vai trazer, e é por isso que acredito que nada dura para sempre.”

A fim de ajudar sua melhor amiga a seguir com a vida e se distrair, Peyton a leva para um bar da cidade onde conhece um homem lindo, elegante e sozinho. Precisando de ajuda e bêbado do jeito que estava, ele não seria capaz de sair daquela calçada. Ao ajudá-lo, Elle não podia imaginar onde estaria se metendo.

Connor Black é um rico empresário que, assumidamente, usa as mulheres apenas para seu prazer. Ele não se envolve com ninguém, sempre tem tudo o que quer e gosta de estar com o controle. Ao acordar e encontrar uma moça linda em sua cozinha, o CEO fica bravo e um pouco agressivo, mas acaba entendendo que na verdade,ela não foi uma de suas conquistas e sim sua salvadora.

A partir desse dia, os dois começam uma relação estranha de amizade, cheia de atração. Ele deseja de alguma maneira agradecer a jovem pintora pelo que fez, e ela curte a companhia daquele homem lindo, fechado, mas muito interessante. Eles se envolvem rapidamente e tudo parece perfeito mas será que o amor sobreviverá aos demônios do passado?

“Eu tenho um segredo que poderia destruir esse homem que, finalmente se entregou a mim.”


Minha Opinião

Já tinha visto muitas pessoas falando sobre o livro e por isso estava muito curiosa para conhecer mais da história. Assim que comecei a leitura, o enredo me lembrou muito Cinquenta Tons de Cinza. É aquele mesmo tipo de homem rico e controlador. Enquanto a jovem é frágil e financeiramente instável.

Mas, não sejamos tão injustos assim. A autora pecou sim em trazer tantas semelhanças, mas se diferenciou na construção de Elle. Ela não é indefesa ou nada do tipo, a personagem é forte e decidida. Como todo ser humano ela tem seus momentos de fraqueza, principalmente porque sua história “de origem” não é assim tão feliz. Mas ela nunca perdeu a doçura e faz um grande bem ajudando a todos que pode. É uma personagem vívida e rica, muito diferente de Anastasia Steel.

“Em algum momento você tem que perceber que algumas pessoas podem ficar em seu coração, mas não na sua vida.”

black-para-sempre

Já Connor veste a típica máscara do cara rico que não quer se apaixonar e claramente tem algo em seu passado que o afasta do amor e de querer que outras pessoas façam parte de sua vida. É claro, porém, que sua  postura vai mudar um pouco quando Ellery entra na sua vida. Ela desperta algo nele e o empresário tenta de tudo para conquistá-la. Ele pode ser bastante irritante no começo, mas depois nos acostumamos. A relação entre os dois é bem dinâmica e interessante. Eles pertencem a universos diferentes e o primeiro passo é se conhecer e tentar achar pontos em comum. Isso deixa a história mais leve, pois adiciona um ar divertido também e queremos conhecer esses personagens cada vez mais.

Eu gostei do livro e de como Lynn explorou no meio do romance um problema de saúde mais sério, porém achei que tudo foi muito rápido. Em alguns momentos parece que a autora quis apressar o enredo, criando saltos na linha do tempo que não foram tão bem explicados, mas que acabam por não atrapalhar diretamente a história em si. Os personagens coadjuvantes são ótimos e responsáveis por algumas cenas ótimas. Os destaques foram Peyton, Danny e o divertido casal London e Mason.

A narrativa é feita em primeira pessoa pela a Ellery. Apenas em um capítulo bem pequeno que tem o ponto de vista do Connor. A escrita da autora é muito fluida e a história se desenvolve bem rápido. A revisão está em boa e a única coisa que incomoda é o fato de as folhas serem brancas. Parece ser o clichê da reclamação do leitor, mas realmente parece ser mais difícil a leitura. De resto, tudo certo com a edição. Gosto bastante dessa capa e da sutileza que ela dá para à história.

Black Para Sempre é um pouco clichê e não acrescenta nada inovador, mas ainda sim é uma leitura leve e perfeita para acontecer em poucas horas. Uma trama que considero que está na linha entre New Adult e Erótico e é recomendadíssima para os fãs destes dois gêneros.

thumb_livro

4estrelasb

BLACK PARA SEMPRE

Autor: Sandi Lynn

Editora: Valentina

Ano de publicação: 2015

O amor salvou suas vidas. Agora, só um milagre pode salvar seu amor.
Quando Ellery se mudou com o namorado, Kyle, para Nova York, achou que pela primeira vez seria feliz, enterrando para sempre os dramas do passado. Ledo engano: um belo dia, o sujeito arruma as coisas e vai embora, alegando ¿precisar de espaço¿. Sozinha e deprimida, ela mergulha de cabeça na pintura, sua grande vocação, até que uma noite ajuda um belo e misterioso bêbado a voltar para casa de uma boate. Mal sabe ela que o homem é ninguém menos do que o cobiçado milionário Connor Black.
Ao encontrar Ellery em sua cozinha na manhã seguinte, presumindo que ela infringiu sua regra número um e passou a noite lá, ele fica furioso, mas ela o enfrenta como nenhuma mulher jamais enfrentou, deixando-o intrigado não apenas com sua coragem e independência, mas também com sua bondade.
Entretanto, há uma tempestade a caminho. Ambos guardam segredos terríveis que podem destruir a relação tão rara e preciosa que construíram. Qual dos dois terá coragem de abrir o jogo primeiro ¿ ou será que a própria vida fará isso de forma totalmente inesperada?

É colaboradora do Resenhado sonhos
Carioca, escorpiana e futura contadora.
Amante de séries e livros, que nunca consegue ler ou assistir o suficiente.