Blogagem Coletiva – A Iniciação

blogagemcoletiva

Essa é a primeira blogagem coletiva do Círculo Secreto das Bruxas Blogueiras.

Como assim Círculo Secreto?

Boooooom, se não fosse SECRETO eu até explicaria do que se trata, mas como é, use a sua imaginação! O que eu posso dizer é que em nossa primeira blogagem coletiva sorteamos duplas e cada um teve que elaborar entre 15 e 20 perguntas para a sua coleguinha responder. A minha dupla é a Shana do Hishoku no Sora e aqui eu vou responder o que ela quer saber pra mim :D

 

1. Qual a sua opinião sobre as redes sociais?

Pra mim, as redes sociais tem um papel muito importante na sociedade hoje, porém tem pontos positivos e negativos. Na era da internet as redes sociais são capazes de conectar pessoas e disseminar conteúdo de forma muito rápida. O primeiro ponto é ótimo, já o segundo é o que dá a margem para o lado negativo. As pessoas acreditam em tudo o que é compartilhado, mesmo quando, em grande parte dos casos, há inverdades, que são disseminadas de forma livre. Portanto acho que nem todo mundo se beneficia ou sabe usar as redes como deveria. Porém acho fascinante saber o quão segmentadas elas estão ficando, tendo algumas, públicos bem distintos.

2. Se pudesse largar a profissão que tem agora, que outra você escolheria?

Ahhh, eu gostaria de ter várias profissões e acho que tenho aptidões com várias áreas, porém hoje, estando muito envolvida com o universo literário, acho que ficaria muito feliz trabalhando em uma editora, com livros, editoração, seleção, prospecção. Sei que não é algo distante e que mesmo eu mantendo a profissão que tenho, no futuro é algo que eu possa perseguir como objetivo profissional, já que a publicidade proporciona atuação em várias áreas.

3. O que o seu blog significa pra você?

Meu blog hoje é uma grande parte de mim. É até estranho dizer isso, mas é a verdade. Eu blogo desde 2003 e sempre levei tudo muito de boa, escrevendo sobre coisas que queria sem me preocupar muito com a opinião alheia. Acho que aqui é um lugar para eu expor minhas ideias e compartilhar coisas que eu curto. É um lugar onde eu interajo com diversas pessoas e isso me faz muito bem.

amooor

 

4. Você acha que a blogosfera de hoje virou um “mercado”?

Desde que eu voltei a blogar, recentemente, tenho visto essa pergunta se repetir diversas vezes. Acho que hoje, mais do que nunca é possível ver através do comprometimento e conteúdo, se a pessoa escreve por amor ou por lucro. O Resenhando deu uma crescida e eu já senti minha privacidade invadida. É estranho dizer privacidade, se tratando da internet, mas é a verdade. Quando o blog era um universo distante que ninguém que eu realmente conhecesse tinha acesso eu me sentia mais livre, hoje, com muita gente do meu dia a dia acessando, por vezes me vejo medindo palavras e isso não me agrada. Sinto saudades de quando não havia “opção”. Só havia vontade de escrever.

5. Na sua opinião, o que seria um “ato político”?

Um ato político seria a união de todas as pessoas, de forma apartidária, na luta por uma mudança constitucional. Enquanto pessoas estiverem defendendo bandeiras e afiliações, ao invés do que é melhor para todos, um “ato político” será apenas uma ilusão no horizonte.

6. Acha que a solidão contribui para as pessoas de alguma forma? Se sim, como?

Sim. Já escrevi aqui várias vezes sobre isso. Acho que a solidão tem muito o que ensinar, principalmente no que diz respeito a nós mesmos e a amor próprio. É claro que tem muitos pontos negativos em ser sozinho, porém, como tudo na vida, é importante sempre ver o lado positivo das coisas. Se tem algo que posso falar sobre a solidão é que ela me ajudou a eu me conhecer melhor, a controlar minhas neuras e, principalmente, a escolher melhor meus amigos e passar mais tempo de qualidade com eles.

7. “Look do dia”. Qual a primeira coisa que veio à sua cabeça?

CHEGA. Haja roupas no mundo, porque pqp. Já deu o que tinha que dar, é tão 2012.

8. O que costuma te deixar mais mau-humorada?

Fome, calor, atraso. A lista pode ser bem maior, já que tenho mudanças muito drásticas de humor. Porém, independente de qualquer coisa, essas coisas realmente me deixam de muuuito mau humor.

 

9. Cite uma personalidade (celebridade, isso mesmo) que você admira hoje, e explique porquê!

Gosto muito das posturas da Angelina Jolie e Shakira. São duas mulheres fortes que construíram uma carreira de sucesso e uma fortuna, e que sempre se preocuparam em ajudar ao próximo, independente do reflexo que isso teria.

10. Blogar mudou alguma coisa na sua vida (em qualquer aspecto)?

Mudou sim. Eu conheci muita gente bacana e muitas histórias. Vi que tem muita gente parecida comigo e que meus problemas não são os maiores problemas do mundo. O canal me ajudou muito também, com postura, fala e timidez. Hoje não preciso conter minhas opiniões, posso compartilhar. O sentimento de ver alguém dizendo pra mim que leu tal coisa porque eu indiquei é muito legal e eu fico cada vez mais motivada e feliz em continuar. Parece que de alguma forma, mesmo que mínima, eu estou contribuindo para algo bom.

11. Tem algum sonho/desejo que você acha impossível de realizar?

Impossível não, mas acho que tenho coisas bastante difíceis nas minhas listas. Mas sou uma pessoa otimista e sempre penso positivo. Então, tudo o que eu quero, por linhas tortas ou retas, um dia eu vou alcançar, nem que seja por um curto período. Pensar assim me mantém motivada.

12. O que é “religião” pra você? E “fé”?

Religião é a política da fé e eu não gosto disso. Eu não sou religiosa, mas tenho fé sim. As vezes até rezo. Quando está dando tudo errado, a fé no futuro, na melhora é o que me faz seguir em frente. Peço a Deus ou a quem quer que possa estar olhando por nós que as coisas fiquem melhores. Jamais vou nomear ou categorizar minha fé pra encaixar ela em uma religião.

13. III Guerra Mundial. Você vai ficar presa em um abrigo e só pode escolher duas séries pra levar consigo e assistir até a guerra acabar. Quais são?!

House, com toooooda a certeza. E a segunda não sei. Lost ou Game of Thrones, provavelmente.

 

14. Tem algum filme que marcou a sua vida de alguma forma?

Marcou não. Mas lembro de ter assistido Joana d’Arc incessantemente quando tinha uns 12 anos. Ensaio sobre a cegueira me deixou fascinada por dias e V de Vingança, é um dos meus filmes favoritos.

15. Se você encontrasse um “amor pra vida toda” e por algum motivo tivessem que fugir pra algum lugar, pra onde iriam?

Pra alguma vila no interior da Itália ou Escócia. Aqueles lugares lindos que parecem ainda estar no século XXVII. Teria uma casinha simples com uma varanda e uma rede e ia ser feliz pra sempre, longe do mundo.

16. Qual a melhor e a pior parte de ser gaúcha?

A pior parte é o frio e o fato de estarmos “longe” do resto do Brasil e todo lugar ser longe. A parte boa? Todo o resto. Todo gaúcho tem muito orgulho de nascer aqui e não é por nada. Considero os gaúchos um povo muito solidário e unido, e sempre tratamos bem qualquer forasteiro. Aqui as pessoas compartilham o chimarrão e gostam de receber pessoas em suas casas. Gostam de sair pra passear e passar tardes sentadas em parques conversando. Não há outro estado, no Brasil, em que eu gostaria de ter nascido.

17. O que você mais ama, e o que mais odeia em ser publicitária?

Eu adoro atuar na área de Direção de Arte, que é a que escolhi. É muito legal ver as coisas que você pensa e faz ganhando vida na rua, na tv, na internet. A parte ruim é que é uma profissão não regulamentada e pouco valorizada. Além do mercado, que é muito selvagem e mutável. Nunca há segurança. Tudo depende da tua capacidade de se desdobrar.

18. O que achou das perguntas? Qual foi a mais chata/difícil de responder? Pode escolher mais de uma, se for o caso!

Adooorei as tuas perguntas. Realmente gostei de responder. Pra mim a mais difícil foi sobre pra onde fugir. Nunca tinha pensado sobre isso, porque parece uma dessas coisas que se encaixaria na pergunta do “impossível” hahahaha

 

divisoria

Espero que vocês tenham gostado das minhas respostas, em especial minha entrevistadora que se dedicou bastante em elaborar perguntas interessantes. Esse grupo suuuper divertido de blogagem vai aparecer por aqui de vez em quando, sempre de forma muito misteriosa hahahaha.

 

 

Esse post faz parte da blogagem coletiva do Círculo Secreto das Bruxas Blogueiras, um coven secretíssimo que reune só as mais poderosas bruxas da antiga blogosfera. Fique de olho nos blogs participantes. Corvos estão voando e cartas estão sendo entregues.

 

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.