Contos da Academia dos Caçadores de Sombras – Cassandra Clare

Contos da Academia dos Caçadores de Sombras é um novo livro dentro do mundo Shadowhunter, de Cassandra Clare. Nele temos contos em coautoria com outros autores, com lançamento em 2017 pela Galera Record.

*Essa resenha contém spoilers da série Instrumentos Mortais

Sobre o Livro

Simon Lewis sempre foi um personagem importante dentro da série Instrumentos Mortais. Como melhor amigo de Clary ele esteve ao lado da protagonista durante todos o livros, indo de humano a vampiro e a humano novamente. No fim do último livro Simon dá sua vida para salvar a todos, e principalmente Magnus Bane. Com isso ele morre, mas como era um vampiro, tem o direito de voltar à vida. Sua punição é que ele fica sem as memórias e isso faz com que ele esqueça tudo o que viveu e as pessoas que conheceu. É como se ele ganhasse uma nova vida, onde jamais conheceu Clary.

Essa situação não deixa ninguém satisfeito e Isabelle e Magnus encontram uma forma de oferecer a Simon um pouco da suas memórias de volta. Porém, são apenas flashes e ele não tem controle sobre as memórias que vão e vem. É então que surge a oportunidade de Simon se juntar à Academia de Caçadores de Sombras, já que uma nova turma está sendo montada para ser treinada, pois muitas foram as perdas da guerra maldita. E, se ele sobreviver aos dois anos de treinamento e sobreviver a “ascensão” como caçador, ele terá as memórias restauradas pelo anjo.

“Os Nephilim acreditam numa vida sob leis duras e no pagamento de preços elevados, mas sua arrogância significa que  eles não entendem completamente o custo do que fazem.”

20170313_152355

É ai que Simon vai adentrar novamente esse mundo, indo para Idris para treinar. E, como metodologia para dar um contexto mais amplo da história atual, além dos treinos físicos, existe uma necessidade de apresentar aos alunos histórias reais e até então não contadas. Então, enquanto acompanhamos a história de Simon, também acompanhamos outras histórias bem importantes sendo contadas, complementando ainda mais o mundo de Cassandra Clare.


Minha Opinião

Ano passado eu fiz um projeto de leitura de Instrumentos Mortais pois tinha muita curiosidade com a série. A adaptação do Netflix também estava saindo e eu queria acompanhar sem tomar spoilers, então encarei os 6 livros durante 2016, além de Dama da Meia-Noite, que também ganhou resenha por aqui. Meu amor por Cassandra Clare não floresceu, mas eu passei a curtir bem mais o mundo, principalmente por causa de Dama da Meia-Noite. Eis então que temos esse novo lançamento que agora vai focar em Simon.

Ele é um personagem conflitante pra mim, pois comecei os dois primeiros livros odiando-o com todas as minhas forças e só mais tarde que ele estou pro hall de queridinhos. Mas acho que é quase unanimidade que ele termina a trama como um personagem importante e que aprendemos a gostar. Ver ele perder as memórias não foi fácil e também não pareceu certo vem Isabelle e Magnus interferindo com isso da forma parcial como aconteceu.

20170313_152427

Simon está confuso. Ele não sabe mais quem é. Ele não é o humano do princípio, nem o vampiro, nem o herói. E, aparentemente, também não é o humano que ele achou ser no presente. Para tentar se encontrar e dar propósito a sua vida, ele embarca nessa jornada de treinamento e volta ao mundo shadowhunter onde seu prestígio o persegue.

Porém, o mais legal sobre esse livro, na minha opinião, não é nem a história de Simon em si. Mas a de todos aqueles que vão circular ao seu redor. O universo criado por Cassandra Clare é tão vasto que mesmo tendo a trama principal, algumas coisas ficam pra trás, pois precisariam ser contadas do ponto de vista de outras pessoas, e isso não se encaixaria muito bem dentro do arco central. Aqui, como uma nova era de caçadores de sombras está sendo criada, eles acham justo que eles conheçam todos os pontos de vista, e nos apresentam histórias contadas por pessoas inusitadas que jamais imaginaríamos ver tendo voz. Não vou entrar em detalhes sobre elas na resenha, mas fiz um vídeo falando sobre as 5 mais importantes dentro do meu ponto de vista.

A trama que envolve Simon é seu treinamento e a forma como ele está lidando com a confusão que está sua cabeça e memórias. Teremos, claro, os personagem usuais aqui e haverá bastante interação com Isabelle, Clary, Jace, Alec e Magnus. Além disso novos personagens também serão inseridos, afinal Simon terá que treinar com novos garotos e fazer amigos nessa sua “nova vida”.

Esse livro se passa entre o fim de Instrumentos Mortais e Dama da Meia-Noite, então a estrutura dos caçadores de sombras ainda está se reerguendo e há muita coisa fora de ordem ou ainda não funcional. Uma dessas coisas é a academia, e isso aliado ao humor caricato de Simon vai gerar várias risadas. Ele tem um longo caminho a sua frente de treinamento e descoberta, mas vai fazer isso do seu jeito, sempre tentando olhar as coisas com otimismo.

E, por mais que ele não sabia direito quem é, sua essência permanece a mesma. Não há dúvidas de que o velho Simon está ali. A confusão, o medo, o hábito de falar bobagens, as piadinhas sem graça, as camisetas geek, e a necessidade de fazer o certo e proteger seus amigos são algo natural pra ele, e nem o esquecimento do passado pode apagar isso.

Vemos isso muito bem, pois o local não é exatamente acolhedor e há muito preconceito sobre quem tem uma linhagem angelical e quem é mundano e está ali pra tentar a sorte. Nosso protagonista não ficará alheio a isso e se posicionará sobre os acontecimentos a sua maneira. Até porque, por mais que ele seja famoso entre os shadowhunters, ele é só um humano também. E é impossível não mencionar o peso que a presença de Isabelle tem nessa história.

“Às vezes você perde pessoas, querendo ou não. E às vezes dói tanto que seria mais fácil esquecer.”

20170313_152506

Em termos de fluxo de narrativa, as histórias que são contadas cortam um pouco da fluidez, porém, a partir do momento que vi que elas era importantes para o contexto principal, parei de me importar muito com isso. São dez contos, todos eles com co autoria de Cassandra e outro autor. Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman formam o time. Não vi isso atrapalhando o desenvolvimento, pelo contrário, acho que o texto está ainda mais leve, algo que pelo menos pra mim, a autora sempre soube explorar bem. E, a cada começo de história, há uma ilustração com um highlight da trama.

Contos da Academia dos Caçadores de Sombras é uma história sobre o “novo” Simon, mas também sobre nossos velhos conhecidos, e histórias que precisamos conhecer para darmos o tom certo a outros personagens com menos destaque. O livro é um presente para os fãs e deixa também algumas portas abertas, pois a autora não é boba, e sabe que ainda há muita coisa a ser explorada aqui. Minha aposta é que teremos algo no futuro voltado pra Jace e a família Herondale. Há muitas pistas e menções, pra ser apenas casual.

Pra mim que não sou uma grande fã da história, foi uma leitura divertida e esclarecedora e, mesmo com 500 páginas, foi um livro que fluiu rapidamente e que não me cansou. E até me emocionei em algumas partes, pois o livro é cheio de momentos bacanas e quotes legais. Portanto, se você é um fã desse mundo e da autora, embarque já nesse livro, pois há coisas bem interessantes a serem descobertas aqui!


Concorra a um exemplar!

a Rafflecopter giveaway

CONTOS DA ACADEMIA DOS CAÇADORES DE SOMBRAS

Autor: Cassandra Clare

Editora: Galera Record

Ano de publicação: 2017

Numa história contada em 10 contos que revisitam o passado dos Caçadores e aponta para uma nova direção, Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman presenteiam os fãs da série com uma jornada de tirar o fôlego, cheia dos personagens que todos já amam.
Simon não se lembra do seu passado, das aventuras que viveu ao lado dos amigos… Nem sequer sabe quem é, de fato. Então, quando a Academia de Caçadores de Sombras reabre, o rapaz mergulha nesse novo mundo, determinado a se reencontrar. Mesmo sem ter certeza de que quer voltar a ser aquele velho Simon de antes. Mas o local é muito hostil e Simon acaba enxergando muitos problemas em sua nova escola. Como o fato de os alunos mundanos serem obrigados a viver no porão, ou sofrerem com as piadas e os preconceitos dos Nephilim.
Numa jornada para se redescobrir, para voltar a se reconhecer entre os antigos amigos, como Clary Fairchild e sua amada Isabelle Lightwood (mesmo que ele não se lembre desse amor), Simon vai descobrir que pode ser mais do que antes. Que seu destino como Caçador de Sombras vai muito além de sua missão de voltar a ser quem era.

  • Bruna Prata

    Sem sombra de dúvidas, o mundo dos caçadores de sombra me arrebatou.
    Só fui começar a gostar do Simon um tempinho depois de muita leitura, confesso. Fiquei bastante decepcionada com o final dele em Fogo Celestial, já que é uma pena ele ter perdido a memória depois de tudo que passou. Entretanto, caso isso não tivesse acontecido, não teríamos mais um livro para a coleção de livros da Cassandra. Estou bastante ansiosa para rever esses personagens e me desvencilhar da imagem deles naquela série horrível.

  • Rissia Ribeiro

    To me sentindo bem estranha porque na verdade o Simon era o meu personagem preferido desde o primeiro livro e não vou negar que sofri que nem uma condenada ao ver que ele perdeu as memorias. Eu acabei comprando esse livro porque eu realmente queria lê-lo já que tem ele como o narrador principal e com certeza vai ser bom ver alguns personagens, eu ainda não li o livro lançado ano passado Dama da meia-noite embora pretendo ler esse ano. Obrigada pela resenha e que venham as 500 páginas.

  • Lara Caroline

    Oi Tamirez, tudo bem?
    Como não li nenhum dos livros da série ainda, fiquei mais ou menos boiando com os personagens e as histórias, mas eu tenho muita vontade de conhecer a série.
    Achei bem legal os contos falarem um pouco mais sobre os outros personagens além do protagonista.
    Beijos

  • Lucas Ribeiro

    Você já começa a resenha levando um spoiler da serie original, mas okay, não ligo. Eu nunca tive interesse na Cassandra. São livros muito grandes que não possuem boa reputação na minha roda de leitura, então passo. Talvez algum dia Dama da Meia-Noite ganhe uma chance, já que é o livro que o pessoal elogia com mais frequência. Ótima Resenha Tamirez, como sempre

  • Marta Izabel

    Oi Tamirez!!
    Gostei muito da resenha mais ainda não li toda a série. Fiquei no primeiro livro. Mas acho que nesse ano vou finalmente ler a série.
    Beijoss

  • rudynalvacorreiasoares

    OI TAMIREZ!

    Contos escritos pela Cassandra Clare e outros escritores que se referem ao Simon, é bem interessante.

    Claro que quero um exemplar desse livro.

    Bacana ver você explanar um pouco sobre cada um dos contos.

    O livro parece que dá uma visão mais ampla de tudo que aconteceu com o Simon e tudo que ele passou.
    Bem curiosa por ler.

    cheirinhos

    Rudy

  • Gislaine Lopes

    Oi Tamirez,
    Atualmente, estou relendo a série Instrumentos mortais, pois li só até o livro 4 há alguns anos atrás e agora estou neste projeto de concluir a leitura da série. A respeito do Simon, eu demorei um pouco a me conectar com ele, principalmente nos primeiros livros, pois eu não via sentido na presença dele na história. Só que ele é um personagem que passa por mudanças e essas mudanças irão se refletir em sua personalidade (algo que ele passa a ter) e sua importância para a trama. Gosto muito da escrita da Cassandra Claire e quero muito ler todos os livros que se passam neste mundo dos Caçadores de sombra!!

  • Aline M. Oliveira

    Participando!
    Seguindo como Aline M. Oliveira
    alinemartinsoliveira1@gmail.com
    FB: https://www.facebook.com/profile.php?id=100003246944251
    Bjoss ♥ ♥

  • Milena Moreira

    Como não amar um livro da Cassandra ? <3

    Milena Moreira
    milenasantana11@hotmail.com

  • Márcia Saltão

    Olá!
    Sou fã da série e da escrita da autora. Claro que preciso desse livro para a coleção!
    Seus comentários a respeito da obra foram ótimos. Obrigada. Beijos.
    marciasaltao@gmail.com

  • Maíra Souza

    Os livros do universo shadowhunter estão na minha lista a muito tempo. Mas ainda não tive a oportunidade de ler. Fiquei surpresa por saber que o Simon narra a história porque pelo pouco que conheço dele, da série, acho ele chato e sem graça. Não pensei que ele teria todo esse espaço. E quanta reviravolta hein?! rs
    De qualquer forma, lerei assim que puder. ;)
    Participando!
    maiiira04@gmail.com

  • Caroline Garcia

    Estou bem curiosa em relação a esse livro <3
    Tem como não curtir tudo que envolve a Cassandra? haha
    Participando do sorteio e torcendo.
    Beijos
    Caroline Garcia
    caarol.garcia@hotmail.com