Dica de Anime: The Seven Deadly Sins

The Seven Deadly Sins é uma série de mangá escrita e ilustrada por Nakaba Suzuki, e em setembro de 2015 o anime foi lançado no catálogo da Netflix. A trama gira em torno de um grupo específico de cavaleiros poderosos residentes na região da Britânia: Os Sete Pecados Capitais. Eles foram acusados de tentar derrubar o Reino de Liones e, por isso, acabam se separando e seguindo cada um o seu caminho. Não demorou muito para que falsos rumores fossem levantados sobre eles, começando pela sua suposta derrota que foi atribuída aos Cavaleiros Sagrados, protetores do reino.

Acontece que muitos não acreditavam nisso e os rumores sobre eles ainda estarem vivos passa a aumentar. Após dez anos, os Cavaleiros Sagrados encenam um golpe de Estado e acabam por capturar o Rei, tornando-se assim os novos e tiranos governantes do reino. É nesse cenário caótico que a filha do rei e terceira princesa, Elizabeth, inicia sua própria jornada em busca dos Sete Pecados Capitais tencionando pedir sua ajuda para salvar o reino. Logo de cara ela se depara com uma criança dona do bar Chapéu de Javali, ele é Meliodas, que junto com o porquinho falante Hawk administram o local. O que ela não sabe é que acabou de esbarrar no Capitão dos Sete Pecados Capitais e juntos eles partem em uma jornada cheia de perigos rumo ao encontro dos outros pecados.

Impressões sobre o anime

Todo o meu amor por esse anime. Uma história fantástica, bem do jeito que eu gosto e cheia de cenas carregadas de humor e personagens cativantes e únicos. Desde o começo a trama me atraiu muito. Tenho um fraco por essas histórias envolvendo cavaleiros e reinos tomados por tiranos. Aqui a história não é diferente, mas com um toque especial de muito humor.

Juro que tentei escolher apenas um ou dois personagens para falar, mas isso é impossível. O anime possui MUITOS personagens maravilhosos que merecem ter o devido destaque aqui. Começando então por ele, o capitão Meliodas. À primeira vista o seu visual de criança nos deixa intrigados. Seria ele o temido pecado da Ira do Dragão? Pois pasmem. É ele mesmo. Fiquei dividida entre amor e ódio quanto a ele. Apesar de ser dono de um humor peculiar, ser muito nobre de coração e justo, ele também abusa muito quanto o assunto é a princesa Elizabeth. Ele não perde a oportunidade de passar a mão nela, olhar debaixo da sua saia e se agarrar nas suas pernas. Sei que a cultura deles é completamente diferente da nossa, mas poxa, não é pra ficar pegando na menina, principalmente sem seu consentimento. Isso me incomodou bastante.

Mas deixando esse detalhe de lado, eu não poderia deixar de falar do meu preferido de todos os cavaleiros, ele é Ban. O pecado capital da Ganância da Raposa, o Imortal. O irreverente e agressivo cavaleiro que possui um coração gigantesco e uma paixão do passado. Ele é o responsável pelas cenas mais engraçadas do anime. Sua tendência a estar quase sempre bêbado rende boas gargalhadas para quem está assistindo.

Hawk, o porquinho falante, não fica atrás para esses cavaleiros. Destemido e ousado, o irreverente porquinho é de suma importância na história (ok, sem mais spoilers). Com uma autoestima nas alturas, o nosso “capitão das sobras”, como ele mesmo se denomina, é extremamente estressadinho, facilmente irritável, mas um fofo que não mede esforços para ajudar os seus amigos, até Meliodas com quem vive trocando alfinetadas.

No começo fiquei meio incomodada com a dependência e atitudes de Elizabeth, mas, com o avançar da história, ela mostra que tem os seus próprios (e poderosos!) poderes. E com isso, também virou uma das minhas queridinhas. Além de adquirir o seu destaque junto aos demais. Ainda existem tantos outros personagens dignos de citação, mas se fosse falar sobre cada um o post ficaria muito extenso. Algo que chamou muito a minha atenção nessa história, foi a variedade de personagens e em como cada um consegue galgar o seu espaço, sem tirar o do outro. Cada um possui suas próprias peculiaridades e juntos são imbatíveis. Recomendo esse anime para os fãs de histórias descontraídas, com muitas lutas e vários mistérios a serem resolvidos.

 

É colaboradora do Resenhando Sonhos.
Natural de São Sepé, atualmente morando em Santa Maria.
Formada em Gestão da TI pela URCAMP e cursando Produção Editorial na UFSM.
Apaixonada por livros, Johnny Cash e cachorros.