Dica Gamer: Kingdom Hearts 1.5 + 2.5

Esta é uma história que você precisa conhecer. Trago minha infância e adolescência resumida em apenas um disco. A dica aqui é Kingdom Hearts 1.5 + 2.5, um RPG eletrônico de ação produzido pela Square Enix em colaboração com a Disney Interactive Studios para a plataforma Playstation 4. Seu lançamento oficial foi no início de 2017 e trouxe uma coletânea de seis jogos da franquia incluindo o primeiro título da saga, lançado em 2002 e os desenvolvidos posteriormente. Fora desta coletânea está apenas o Kingdom Hearts 2.8, também lançado no início de 2017, contendo mais dois títulos da saga e uma cinemática, preparando o jogador para o Kingdom Hearts III, ainda em desenvolvimento, com lançamento previsto para 2018.

O protagonista dessa história é Sora, juntamente com seus amigos Riku e Kairi vivem em Destiny Island e sonham em conhecer outros mundos. Após uma invasão de seres chamados Heartless, Sora recebe o poder da Keyblade, é separado de seus amigos e acaba em um mundo diferente onde conhece Donald e Goofy (sim, Pato Donald e Pateta). O trio então recebe a missão de salvar as estrelas que estão se apagando e procurar os amigos Riku e Kairi. É aqui que acontecem diversas interações entre Disney e Final Fantasy, cada estrela é um mundo populado por personagens que já conhecemos nos filmes e em outros jogos.

Com o objetivo de conquistar Kingdom Hearts, a luz que rege todo o universo, os Heartless atacam as estrelas para consumir os corações das pessoas e é Sora que possui o poder de deter esses seres corrompidos. A medida que a história vai evoluindo durante os jogos, mais amigos e vilões são inseridos, fortalecendo o enredo principal de Kingdom Hearts.

Muitas vezes ouvi “personagens da Disney? que jogo infantil”, meus amigos perderam de vivenciar uma aventura incrível sem jogar esses jogos. A jogabilidade varia entre os títulos da franquia, mas se você gosta de voar, utilizar magias, realizar combos, Kingdom Hearts é o jogo perfeito. Nada de infantil, o enredo traz muitos conflitos entre o que é luz e trevas e é necessário prestar atenção nos acontecimentos do game. Habilidade e pensamento estratégico são essenciais. Utilizar equipamentos e magias corretas para cada situação fazem toda a diferença na hora de enfrentar um inimigo poderoso.

Apesar de ter uma história marcante e envolvente, alguns títulos da franquia tornam-se cansativos, pois vários pontos do enredo são repetitivos. Minha sensação era “preciso passar por isso novamente?”. Sabe aquele seriado que leva 10 anos para se desenvolver? Kingdom Hearts precisou de 9 jogos para contar sua história.

Estar inserido no universo da Disney é uma sensação incrível. Aventuras divertidas, nostálgicas e empolgantes. Todos os personagens possuem personalidades marcantes e os conflitos por eles vivenciados tornam o enredo principal encantador. A Square Enix e a Disney sabem como conquistar seu público. A união dessas empresas trouxe um produto que apenas consigo definir como mágico. E falando em magia, finalizo com um dos pontos mais importantes para mim: a trilha sonora. Composta exclusivamente para os jogos, as músicas variam entre os mundos e as batalhas, cada momento possui uma composição específica, proporcionando ao jogador um clima mais envolvente e motivador para continuar.

Ficou interessado? Corre que ainda da tempo de vivenciar todas essas experiências até o lançamento de Kingdom Hearts III em 2018

 

É colaborador do Resenhando Sonhos
Natural de São Sepé, atualmente morando em Santa Maria.
Psicólogo, pós-graduando em Psicologia Organizacional e Gestão de Recursos Humanos
Libriano, amante de gatos, jogos e séries.