E se for você? – Rebecca Donovan

E se for você? é um livro de Rebecca Donovan (autora best-seller da Trilogia Breathing) e foi lançado aqui no Brasil pela Globo Alt em 2016.

Sobre o livro

Cal Logan está na faculdade e já teve uma penca de relacionamentos, mas seu pensamento sempre volta para Nicolle, seu amor platônico da infância. Porém, essa garota que a muito tempo se afastou dele, teoricamente está em Harvard e é nisso que ele acredita. Até que um dia, seus olhos cruzam com os de uma garota e os olhos dela são os de Nicolle, entretanto essa menina se chama Nyelle e estuda na mesma universidade que Cal.

“Nunca olhei nos olhos de alguém por tanto tempo. Há tantas formas e linhas. Quanto mais olho, mais cores descubro. Há um tom de azul perto do centro que é tão claro, quase não parece uma cor. Aí elas parecem ficar mais escuras quando se irradiam, como uma tempestade se abrindo para um céu claro. A linha em torno do olho dela é tão escura que é quase um azul-marinho, como… a meia-noite. Juro que há todos os tons de azul nos olhos dela, até centelhas de prata.”

20160420_084904

Com a dúvida pairando sobre a identidade da jovem, que é igual à garota que Cal se lembra e que ninguém tem notícias desde sua suposta ida para Harvard, mas que em comportamento é muito diferente de Nicolle, Cal busca encontrar formas de resolver esse mistério. Nyelle é extrovertida, misteriosa e impulsiva, enquanto a menina da sua infância era calada, cheia de pompa e por último, bastante esnobe.

Nessa história, vamos voltar ao passado e conhecer a garota que chega na vizinhança, filha de uma família rica e que se junta a Cal, Rae (sua melhor amiga) e Richelle quando eles ainda estavam nos primeiros anos do colégio. Também vamos descobrir como a amizade entre Nicolle e essas três crianças se quebra e ela se torna a patricinha esnobe que não fala mais com eles durante os últimos anos do colégio. Em meio as idas e voltas no tempo tentamos decifrar, não só o que Cal se lembra de ter visto e ouvido na última noite em que viu Nicolle, como também a verdadeira identidade dessa jovem que até hoje vive nos pensamentos do garoto.

Minha opinião

20160420_084815

Esse é um daqueles livros que tem tudo pra encher seu coração de amor e também para despedaça-lo, e é um pouco de cada coisa que E se for você? faz. Com uma narrativa super fluida, Rebecca Donovan conduz o leitor entre o presente e o passado de capítulo em capítulo, fazendo com que a ânsia por descobrir a verdade e finalmente ver nosso protagonista feliz finalmente chegue.

Mas ai também entra o que achei ser o principal problema do livro, ele é grande demais e volta em momentos que não são essenciais para a história, dando um ar ao leitor de enrolação. Bem como, durante quase todo o livro, queremos sacudir Cal e fazer com que ele pergunte a Nyelle se ela é Nicolle e o que aconteceu. Porém, esse momento só chegará bem perto do fim, e até lá vamos sendo carregados pela história que é super bonitinha e empolgante, mas que assertivamente poderia ser mais curta.

Não saber quem é a garota e o que aconteceu com Nicolle e ir juntando as peças do quebra cabeça que os flashbacks norteiam toda a história e, por mais que eu entenda os motivos pelos quais Cal não quer fazer a pergunta definitiva e, na cabeça dele, assustar a garota fazendo com que ela desapareça, fico imaginando que o tempo todo ele está vivendo uma mentira e sendo conivente com isso, única e exclusivamente pelo egoísmo de poder viver aquele amor que desejou desde a infância, pelo tempo em que ele durar.

Nyelle acabou me lembrando um pouco a Margo de Cidade de Papel e também a Alaska de Quem é você, Alaska?, ambos livros do John Green. A personalidade misteriosa e pulsante, que quer realizar coisas não corriqueiras e sem se preocupar muito com a opinião alheia é bem condizente com o perfil dessas outras personagens. Enquanto Cal era antes o garoto minguado e com poucos amigos e hoje é o bonitinho namorador que não se prende a ninguém, não por maldade, mas por não conseguir encontrar o verdadeiro amor.

“Ainda não descobri como fazê-la contar pra mim tudo o que ela não quer que eu saiba. Gosto de Nyelle como ela é, apesar de não saber por que ela se tornou que é. E não tenho mais certeza de querer saber. Prefiro deixá-la ser exatamente quem precisa ser.”

20160420_084850

Apesar das mais de 400 páginas que compõem essa trama, acabei lendo o livro todo em um dia só e não consegui parar até que tudo fosse exposto. No fim, no mesmo momento em que a felicidade se aproximava, tive meu coração partido pela revelação do que realmente motivou a história. E, sim, eu meio que já vinha pensando que esse talvez fosse o motivo e, mesmo assim, ele me acertou em cheio.

E se for você? é um jovem adulto para encantar e entreter e também para que você se questione sobre o que está fazendo com sua vida: é realmente esse o caminho que você quer seguir e a pessoa que você quer ser, ou você só faz tudo isso para agradar alguém, para ser quem alguém quer que você seja? O livro causa aquele desconforto emocional que obriga o leitor a refletir um pouco mais sobre como e porque faz suas escolhas e isso é algo muito importante, principalmente no fim da adolescência e começo da idade adulta.

Esse foi meu primeiro contato com a autora e quero muito ler outras coisas dela, porque adorei a narrativa e fluidez da escrita. Pra você que está em busca de um livro cheio de amor, mas que também é divertido e misterioso E se for você? está ai pra ser lido!

4estrelas

20160420_084756

Cal Logan e Nicole Bentley eram melhores amigos quando crianças, mas tudo mudou no ensino médio, depois que ela se enturmou com o pessoal mais popular da escola e passou a ignorá-lo. Eles se formaram e Cal foi estudar em Crenshaw, perto de Nova York, enquanto Nicole entrou em Harvard, realizando o grande sonho de seu pai.
Quando Cal vai passar as férias de verão em sua cidade natal, fica surpreso em saber que ninguém mais teve notícias dela desde que se mudaram, há mais de um ano.
Assim que as aulas na universidade recomeçam, ele cruza no campus com uma garota que é idêntica a Nicole, mas que se chama Nyelle Preston e tem uma personalidade completamente diferente: Nicole era tímida e insegura, enquanto Nyelle é impulsiva, ousada e só quer aproveitar a vida.

Enquanto tenta desvendar os segredos de Nyelle – afinal, ela é ou não Nicole? – Cal viverá com ela momentos inesquecíveis e apaixonantes, que aos poucos farão com que ele perceba que a identidade daquela garota misteriosa é o que menos importa.

 

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos. Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo. Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.
  • Maria Fernanda Pinheiro

    Achei bem interessante a premissa, um amor que realmente nunca foi esquecido e que traz muitos mistérios, acho boa a escolha de alternar entre os períodos, assim sabemos mais sobre o relacionamento dos personagens e o que o deixou apaixonado por Nicolle, mas quando o autor não consegue limitar isso…dai o livro fica mesmo longo, infelizmente. Espero conferir o romance, fiquei bastante curiosa sobre a história da garota

    • Sim, acho que dava pra ter tirado alguns excessos, mas nada que realmente prejudique sabe, é só que tu quer realmente saber o motivo de tudo aquilo e precisa ficar protelando mais e mais hahaha

      Beeijo

  • Ó tô em dúvida

    Uau, fiquei muito curiosa e quero muito ler esse livro! A história parece ser bem interessante e amo esses livros que nos enchem de amor e depois despedaçam o nosso coração hahah Como você falou, até me lembrou um pouco John Green.

    Beijão,

    Blog Ó, tô em dúvida…

    • Siim, a protagonista principalmente e o estilo de escrita levinho é bem parecido :D

      Beeijo

  • Alessandra Maria

    Ando namorando esse livro, acho a capa tão bonita e intrigante! Entendo seu duplo sentimento, enquanto queremos saber a verdade o protagonista quer viver o amor dele hehehe

    Bjo

    • Siim hahahah
      a gente torce pelo Cal, mas também quer sacudir muuuuito ele! :D

  • Beatriz

    Eu li esse livro e amei mas também acho que algumas coisas foram meio que desnecessárias. Também achei a Nielly muito parecida com Alaska e Margo e achei que combinou bem com Cal porque ele é todo paradão e ela encheu ele de vida. Outra coisa bem legal foram as loucuras e as bexigas. Aqui em SP teve um evento da editora e a sala estava lotada de bexigas com bilhetinhos e foi muito fofo. <333

    Beijo!

  • Vitor Dilly

    Olá Tamirez, valeu a recomendação!…
    Se ele não queria estragar tudo logo de cara, o protagonista poderia ter dito uma indiretas-diretas, sei lá, é como descobrir se o filho está usando drogas, sempre há uma abordagem que não cause o afastamento das pessoas…O mais importante é ouvir e deixar ser; as descobertas vêem.
    É uma pena que você sentiu esse tanto de “enrolation” no livro, acho que é a última coisa/sensação que um autor quer passar; pois é isso que afasta os leitores…:)

  • Estou com muita vontade de ler esse livro, já comprei ele e acho que será uma das minhas próximas leituras. Eu conheci a autora pelo livro Uma Razão para Respirar que faz parte da trilogia Breathing, eu amei os livros e se você gostou desse acredito que irá gostar também. :)

  • Ana Paula Lelis

    Engraçado que eu vi o livro em um dia no site e no seguinte voce fez resenhar, so me fez reforçar a vontade que tive hahah Pra um livro de 400 paginas voce ler de uma vez so deve no minimo valer a pena, quero sim!

  • Gustavo Henrique

    Minha namorada leu a resenha aqui comigo e gostou bastante, ela adora esse tipo de livro. Agora botou uma pressão aqui para eu comprar hahaa Ela gostou bastante do seu blog também =)