Essa luz tão brilhante – Estelle Laure

Essa Luz Tão Brilhante é o primeiro livro da autora Estelle Laure, lançado aqui no Brasil em 2016 pela editora Arqueiro.

resenha1

SOBRE O LIVRO

A vida de Lucille não vai nada bem. Com apenas 17 anos, ela tem problemas de gente grande. Ela e sua irmã Wren de apenas 10 anos foram abandonadas pela mãe sem mais nem menos, que tinha dito que iria passar as férias em um determinado local mas acaba não voltando na data combinada. O pai das garotas é um ex-astro do rock n’ roll que abandonou todo aquele estrelato para cuidar da família, e por conta disso, teve um surto psicótico e foi internado em uma clínica. Por conta de tudo isso, Lucille se vê na obrigação de cuidar da casa sozinha, além de ter que estudar, pagar todas as dívidas e fazer de conta que está tudo bem, para que nenhum vizinho desconfie que ela e a irmã estão sozinhas, para que ambas não sejam mandadas para um abrigo.

Por sorte, Lucille tem uma super melhor amiga Eden, que sempre à ajuda como pode. Ela propõe a amiga que ficará cuidado de Wren, enquanto Lu trabalha em um restaurante perto de sua casa, assim terá como cuidar da parte financeira da casa. Apesar de que esse restaurante exija que as garçonetes se vistam de uma forma sexy para atrair clientela, ela acaba topando, afinal ou é isso, ou ela terá que pedir ajuda pra alguém.

“Como é que num dia uma pessoa é um componente de decoração na casa (uma mesa bacana, talvez) e no outro passa a ser os canos, a fundação, a viga central sem a qual toda a estrutura desaba? Como é que uma estrela que mal se nota se transforma no sol?”

Tudo começa à mudar quando Digby, o irmão gêmeo de Eden, começa a sentir algo a mais por Lucille e ela acaba retribuindo essa paixão. Eles sempre tiveram contato, mas ultimamente ela começou a reparar como ele ficou mais bonito depois de “crescido”. Mas ele já está em um relacionamento e não pode se envolver com ela até resolver a situação.

De repente, uma pessoa misteriosa começa a ajudar Lucille. Um dia, o jardim de sua casa aparece arrumado, com as flores aparadas e as folhas recolhidas. No outro, a geladeira e os armários cheios de mantimentos. Quem seria essa pessoa, já que Eden e Digby juraram que não são eles que estão por trás disso. Com muita força de vontade e amor, Lucille e Wren mostram que juntas poderão passar por cima de todos os problemas da família e aos poucos aprendem que o amor pode ser a grande cura de tudo.


MINHA OPINIÃO

A capa desse livro foi a primeira coisa que chamou minha atenção. É tão linda e chamativa! Suas cores casam perfeitamente com a história. Além de tudo, a editora foi uma fofa enviando o marcador e o botton do livro. Me apaixonei por tudo. A diagramação está praticamente impecável, as folhas são amarelinhas, e a leitura é bastante fluída. A história é narrada em primeira pessoa, por Lucille, e assim, conseguimos ver a evolução dessa personagem tão maravilhosa.

resenha2

Essa luz tão brilhante foi um livro bem peculiar pra mim. Eu sou extremamente apaixonada por livros de romance e drama, mas nesse caso, o que eu menos gostei foi do romance. Digby é um rapaz muito fofo, facilmente a protagonista iria se apaixonar por ele. Porém, as vezes eu queria entrar no livro e dar um “chaqualhão” nele por algumas coisas que ele dizia. Por conta disso e algumas outras coisas, o casal não mecativou e eu quase dou uma nota menor pro livro por conta desse relacionamento amoroso entre eles.

“Explique qual é o objetivo de viver se você não estiver disposta a lutar pelas verdades do seu coração, a correr o risco de se machucar.”

O grande destaque positivo são as irmãs Lucille e Wren. A pequena Wren, apesar da pouca idade, entende perfeitamente tudo o que está acontecendo em seu redor, ela é uma fofa e tem uma ótima relação com a irmã. Já Lu é uma protagonista adolescente que tinha tudo para ficar se lamentando pelos cantos de como a vida é injusta com ela, porém toma as rédeas da própria vida e é determinada em resolver tudo sozinha, enquanto seus pais não estão “disponíveis”.

O livro me fez questionar algumas coisas sobre os pais de Lucille. De primeiro momento, eu morri de raiva deles, principalmente da mãe das garotas. Mas até que momento em nossas vidas somos capazes de aguentar a rotina desgastante de uma família que acabara de perder o pai para a loucura? Sei que ela deveria ter tomado outra atitude, em vez de abandonar as garotas, mas acho que todos nós humanos temos um limite para aguentar e talvez ela tenha chegado no seu. A autora também nos mostrou como uma verdadeira amizade pode te ajudar em suas horas mais difíceis, a relação das duas melhores amigas passou por muita coisa. Mas, ali no final, se manteve firme e forte.

“Quando você está em seu lado mais fraco, quando tudo é uma confusão, a limpeza precisa começar da raiz”

No desfecho somos surpreendidos com um “não termino” e um mistério fica sem resposta. O livro tem uma continuação com lançamento previsto nos Estados Unidos em 2017, que se chama: But Then I Came Back. Já estou bastante curiosa para saber como termina essa trama tão encantadora, e recomendo a leitura para quem gosta de um bom Young Adult, ou até mesmo para aquelas pessoas que querem começar a ler mais do gênero, pois Essa luz tão brilhante é um livro curtinho, fácil de te encantar e que tem uma boa história para contar.

thumb_livro

4estrelasb

ESSA LUZ TÃO BRILHANTE

Autor: Estelle Laure

Editora: Arqueiro

Ano de publicação: 2016

O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo… mas comprometido.
Essa luz tão brilhante é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado.

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Nascida no interior Paulista, futura cientista da computação, se apaixonou por literatura quando conheceu o bruxo Harry Potter e o vampiro Edward Cullen. Adora ir no cinema e assistir séries em dias chuvosos.
  • Lara Caroline

    Olá!
    Adorei a resenha, já tinha visto uma outra resenha, mas não tinha me interessado pela estória. Agora parece que fiquei um pouco mais curiosa, ainda mais depois de ver que tem uma continuação.
    A capa é muito bonita mesmo.
    Beijos

  • ADRIANA HOLANDA TAVARES

    Ai, eu sempre fico com o pé atrás quando o livro é MUITO elogiado, a gente costuma ir com sede ao pote e se decepciona muito. Ainda bem que foi diferente com Essa Luz Tão Brilhante, né? Parece ser um amor de livro mesmo, e o melhor de tudo é que parece ser real… Morrendo de curiosidade para ler esse amor de Lucille…

  • Bruna Prata

    Estou namorando essa capa desde que o lançamento do livro foi anunciado, simplesmente maravilhosa. Mas, infelizmente, o enredo não me interessa, apesar de parecer ser uma fofura de livro.

  • Daiele

    Oi Érika!
    Eu adorei esse livro, essa resenha, hehe. Fiquei com muita vontade de ler ja na primeira frase. Uma jovem de 17 anos que tem problemas de gente grande, adorei isso. Adorei a forma de dizer que ela ainda é uma adolescente e não adulta como a maioria dos YA fazem… Essa capa é diva demais, fiquei apaixonada!
    beijos

  • Anne

    Oi Erika, de primeira também me interessei pelo livro por causa da capa. Achei tão fofa! Mas não me interessei muito pela história em si. E eu achei que era livro único até ler sua resenha, ou seja, broxei legal. Kkkkkkkkkkkk!! Odeio cliff, meu Deus, se as autoras soubessem o quanto isso me dá nos nervos! uIAShiuSHAiuh! Tomara que façam um trabalho tão belo na capa quanto esse, porque ficou perfeito!!!! Bjinhos!!

  • Oi, Erika!
    Primeiramente, como faz pra conseguir esse marcador lindo do blog? <3
    Sobre o livro, me lembrou um pouco uma parte de uma novela da Globo que assisti outro dia, com isso de os pais não estarem presentes e as crianças terem que se virar como podem. Mas que bom que a irmã mais nova é uma fofa e não dificulta pra irmã mais velha, e que elas também têm o apoio de amigos. Fiquei ainda mais interessada com essa pessoa misteriosa ajudando elas.

  • Thaynara Ribeiro

    Confesso que pela capa e sinopse não leria. já imaginei um drama sem limite e desnecessário. Fiquei curiosa lendo a sinopse, mas por não gostar de drama, não sei se leria. Agora esse mistério não resolvido me intrigou de verdade rsrs

  • cristiane dornelas

    Não tinha pensado em ler, mas vejo cada resenha legal dele que está dando vontade de pegar. Também sou viciada em um romance, mas com esse livro o que venho achando legal dele é todo o resto. O romance ficou meio que pra escanteio ali, sei lá.
    Achei os relacionamentos dentro da família e a amizade o mais interessante do livro. Tem uns personagens encantadores pelo jeito também, então deve ser bom de ler e ir torcendo pra essa história terminar bem. E tinha achado que era um livro só quando vi pela primeira vez! Ha ha, vamos esperar que lancem esse outro logo né!

  • Marta Izabel

    Oi, Erika!!
    Comprei esse livro pela capa que é bem chamativa tanto que nem li a sinopse dele!!! Também devo confessar que ele tava promoção e paguei super barato por ele!! Bem comprei só que ainda não li até agora, que li sua resenha e acabei de lembrar que tenho o livro!! Bom vou procurar ele e iniciar a leitura.
    Beijos

  • Alison de Jesus

    Olá,apesar de a sinopse desse livro não me chamar muita atenção,adoro romance e já o marquei na minha listinha de desejos.Não sabia que haverá uma sequência,espero que o livro me encante bastante ao ponto de querer ler sua continuação.Beijos.

  • suzana cariri

    Oi!
    Já tinha visto esse livro antes e achado essa capa linda mesmo, mas ainda não tinha parado para ver sobre o que era a historia e lendo a resenha achei interessante, fiquei curiosa sobre esse casal pois também sempre gosto muito dos romances e se tiver oportunidade quero ler esse livro !!

  • Aline Lanis

    Essa capa é linda mesmo, me encantei por ela.
    Tô voltando a ler YA e ele com certeza vai ser lido. Parece ser bem emocionante, porém leve.