Fullmetal Alchemist | vol. 3 e 4 – Hiromu Arakawa

Minha jornada com Fullmetal Alchemist começou no final do ano passado e eu contei minhas primeira impressões por aqui. A pedidos, vou seguir trazendo comentários sobre os volumes de dois em dois, pois acho que funciona melhor já que a leitura é muito rápida e eu vou fazê-la em pares.

No terceiro volume vemos Edward e Alphonse retornando as suas origens em Resembool, para encontrar Vovó e Winry, a única família que ainda lhes resta. Devido aos acontecimentos do último volume eles estão debilitados e Ed precisa urgentemente “ser reparado”. É claro que o retorno de ambos traz dois sentimentos, o de felicidade e o de apreensão ao vê-los daquela forma, claramente se metendo em encrenca.

Com as informações sobre Doutor Marco, eles tentam decifrar o máximo possível que conseguirem para alcançarem seu objetivo. Como as informações são sempre escassas, qualquer coisa deve ser bem investigada para que nada fique para trás. Mas em meio a isso eles serão pegos em outras confusões.

Já no quarto volume, além do desenvolvimento do que rolou ao fim desse terceiro, abre-se uma discussão muito interessante sobre Alphonse. Apesar de ele estar sempre ao lado de Ed, ele acaba por ser uma sombra do irmão e com o que lhe aconteceu algumas dúvidas são plantadas em sua mente. Será que a relação deles é realmente sincera? O quanto da alma e dos sentimentos de Al são realmente dele e o quanto é uma projeção do que Ed gostaria que fossem?

Achei muito interessante esse tópico ter sido aberto, pois vínhamos vendo um Al muito ligado ao irmão mas com pouca voz na trama. A presença dele é super importante, além do peso do que ele representa para a história e para Edward. Porém, ver o personagem realmente debatendo e impondo questionamento foi imprescindível para que ele mantivesse uma presença maior dentro da narrativa. Eu achei que tudo se revolveu muito fácil e que a história realmente poderia ter arrastado esse arco um pouco mais abrindo também mais a história dos dois para o leitor.

Como eu já li os volumes 5 e 6, entendo o porque não foi feito, já que é somente nesses dois que realmente vamos descobrir o que aconteceu na vida dos dois jovens para que eles chegassem ao ponto em que estão. Mesmo assim acho que é um daqueles momentos onde tudo se revolve rápido demais sem verdadeiramente resolver, já que a dúvida pode voltar a qualquer momento.

Esses dois volumes também são os que abrem as portas para começarmos a entender melhor sobre os personagens e conhecer sua família é a melhor forma de começar. Nos volumes 1 e 2 conhecemos os inimigos, a situação e o objetivo, mas para aproximar o leitor realmente da história e dar um panorama real sobre tudo é muito importante que a gente conheça quem são nossos narradores e quais são suas origens e bases.

Descobrimos um pouco mais sobre o exército, hierarquia e o quanto os vilões que já conhecemos podem interferir com a organização. Alex Louis Armstrong acompanha Ed e Al no volume 03, assim como temos uma presença forte de Roy Mustang. Essa “organização” ainda promete ter muito o que revelar e uma grande relevância dentro da história.

Também gosto do tom “cômico” que o mangá tem, principalmente com Ed sendo super sensível com seu tamanho e a não ser levado a sério em certos pontos. Mesmo que em alguns momentos tenhamos ação, violência e um tom mais sério, essas quebras ajudam muito na hora de manter um fluxo rápido na leitura.

Gostei mais desses volumes que começam a realmente mergulhar na trama do que os primeiros introdutórios e sigo empolgada para acompanhar as aventuras dos irmãos Elric. Tenho certeza que ainda há muito a ser desvendado, assim como muitas aventuras em que eles ainda vão se meter, que vão gerar também boas risadas.

FULLMETAL ALCHEMIST 03

Autor: Hiromu Arakawa

Editora: JBC

Ano de publicação: 2016

Depois do encontro com Doutor Marco, Ed e Al finalmente voltam a Resembool acompanhados de Alex Louis Armstrong. O Alquimista dos Grandes Braços conhece um pouco mais sobre os irmãos Elric através da única família que resta aos garotos, a última ligação entre seu presente e seu passado… Os garotos estão ansiosos por saber mais sobre as pesquisas do Doutor Marco, mas um misterioso acidente na biblioteca os impede. Por sorte, eles contarão com a ajuda de uma moça que é praticamente uma traça de livros!

FULLMETAL ALCHEMIST 04

Autor: Hiromu Arakawa

Editora: JBC

Ano de publicação: 2016

A situação de Ed ficou complicada no 5º Laboratório, que deveria estar abandonado. Sua chegada não era prevista por aqueles que utilizavam o local para experiências com a Pedra Filosofal… Winry, que foi chamada para consertar novamente o braço mecânico do Alquimista de Aço, acaba conhecendo a família de um pai coruja incorrigível, o tenente‑coronel Hughes. Al, por sua vez, enfrenta os temores surgidos na luta contra o açougueiro Barry, que o faz duvidar de sua própria existência como ser humano…

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.
  • rudynalvacorreiasoares

    Tamirez!
    Gostei da ideia de resenhar de dois em dois livros dessa série.
    Bom ver que nesses volumes vamos ver o que aconteceu com a família de cada protagonista ou o que sobrou dela.
    Começar a pensar em quem ele é e vários questionamentos, dá o tom de suspense e várias dúvidas, né?
    É verdade, voltar para as origens dá uma visão melhor do que as personagens passaram e pasam no momento.
    Deve ser uma série de fantasia bem escrita, porque gosto quando as famílias estão envolvidas.
    cheirinhos
    Rudy

  • Gabriela Souza

    Oi Tami. Vou tirar um tempo durante a semana pra ler sobre o primeiro e o segundo volume. Provavelmente não vou me interessar pois não curto ler mangás. Mas ver que tu ta saindo da tua zona de conforto pode me motivar a sair também hahaha beijoss

  • Bruna Prata

    Não sei o que há comigo, curto bastante ver anime (aló, cavaleiros), mas, tenho interesse nulo em lê-los. Até já tentei, mas não deu tanto certo. Fico animada e descorajada ao ver que só há aprofundamento na trama a partir do 3 volume.

  • Lara Caroline

    Olá Tami, tudo bem?
    Estou acompanhando esta sua jornada por FullMetal e estou adorando. Fiquei muito tentada a começar assistir o anime, mas queria ler os Mangás primeiro para ter uma aventura mais emocionante. Não sei se isso influenciaria em alguma coisa, mas eu não quero estragar a surpresa. Adoro as questões que são abordadas nos volumes.
    Beijos

  • Isabela Carvalho

    Oi Tamirez ;)
    Não gosto muito de mangás, acho que porque até agora não encontrei um que me prendesse o interesse.
    Gostei desse pelo viés cómico que você disse que tem, e que bom saber que você está animada para ler os próximos! Boas leituras ;)
    Bjos

  • Amanda Barreiro

    Oi! Eu não costumo ler mangá e não tenho mais o hábito de ver anime MAAAAAS… eu sou completamente louca e apaixonada por Fullmetal Alchemist. Li/assisti 3x/assisti ao filme etc quando tinha uns 17 anos e é a melhor história do tipo que já conheci! <3 O Fullmetal Brotherhood é totalmente fiel ao mangá e, apesar de um início mais lento e cômico a história vai se tornando muito densa e dramática.

  • Marta Izabel

    Oi, Tamirez!!
    Gostei muito de conhecer um pouco mais sobre esse Hq. Já conhecia por que o meu é muito fã dele mas nunca parei para ler.
    Bjoss

  • Natália Costa

    Sempre quis ler este mangá Tami! O que me desanima é ser vários volumes…kkkkk
    Mas quero ver se acho todos pra comprar e ainda ler!
    Ignora este povo mal educado, tá?
    Beijosssssssssss