A Garota do Calendário #Abril – Audrey Carlan

A série A Garota do Calendário é composta por 12 livros, onde cada um recebe o nome de um mês do ano. Ela foi escrita pela autora americana Audrey Carlan e está sendo lançada aqui no Brasil em 2016 pela Verus Editora. No quarto livro da série teremos Mia encontrando um novo cliente.

resenha1

SOBRE O LIVRO

*essa resenha tem spoilers dos livros anteriores

Mia sai de Chicago com a sensação dever cumprido. E dessa vez, ela terá uma difícil missão em Boston: ser namorada do jogador problema Mason Murphy.

Mason é jogador de beisebol do time Red Sox, um dos mais famosos do país. Os seus patrocinadores estão reclamando muito de seu estilo de vida, por sempre viver na farra. Isso não traz uma boa imagem para as tais marcas e por isso Mia é contratada. Assim que chega na casa do jogador, Mason não perde tempo e joga seu charme para cima da protagonista. Mas apesar dele ser muito bonito e ter um corpo atlético, Mia logo dispensa os elogios dele.

“– Meu bem, você não sabe que eu sempre jogo pra ganhar? Ah, cara.”

Alguns dias após estar lá, Mia percebe a relação entre Mason e a sua assessora Rachel e sente que ali tem algo à mais. Na verdade, ela morre de amores pelo astro, mas sabe muito bem como ele é por estar com ele a anos. Mia então pensa em um plano para conseguir unir esse casal que têm estilos de vida tão diferente um do outro.

Após inúmeras festas com bebidas, mulheres e coisas piores, a equipe de Mason vê que Mia é o álibi perfeito do jogador. Depois da primeira aparição em publico dos dois em um jogo, toda imprensa recebe com bons olhos esse novo relacionamento. Porém, o principal desafio que Mia irá enfrentar é fazer com que Mason mude seu jeito de agir e mostre para todos que ele é um bom homem, e que só precisa de um verdadeiro amor para mantê-lo na linha.


MINHA OPINIÃO

No mês de março me surpreendi positivamente com a história, por causa do bom enredo que tinha por trás da simples história de “acompanhante de luxo” e o mês de abril não foi diferente. A edição está linda, e dessa vez traz um vestido roxo, uma das minhas cores favoritas. Não encontrei nenhum erro que atrapalhasse a leitura.

resenha2

Conforme Mia vai aos jogos para acompanhar seu falso namorado, ela pela primeira vez se sente ela mesma, desde que começou com aquilo. Mason não ligava para as roupas que ela vestia durante essas aparições, então ela poderia sair no estilo que costumava usar em casa. E tudo aquilo estava dando muito certo, ele não fora mais visto bêbado ou fumando e Mia estava se divertindo muito durante sua estadia. Porém, algumas coisas de ruins aconteceram no meio disso, e uma delas têm a ver com o Wes, e pela primeira vez na série, eu quase chorei durante a leitura.

O Mason Murphy no começo me irritou bastante com sua forma machista de tratar as mulheres. Ele é um cara bom de lábia e desafiador, e que por causa da sua fama, tem várias garotas jogadas ao seus pés. Mas Mia era bastante sincera com ele, durante o mês, ela mais pareceu uma amiga “chata” que estava ali para puxar sua orelha em cada merda que ele fazia.

Uma das coisas que mais gostei na história foi que a Audrey tratou um assunto muito polêmico: o câncer. Mia vai visitar a família de Mason, e ela descobre que sua mãe morrera de câncer à alguns anos atrás. Com isso, ela tem uma ótima ideia, que é fazer um “leilão” de alguns jogadores, e que o dinheiro arrecadado irá para uma instituição de caridade que ajudam mulheres que sofrem com essa doença. É muito importante que todas as mulheres tenham consciência que a prevenção é essencial para salvar vidas.

“Ver homens emocionados transformam as mulheres em manteigas derretidas. Todas as garotas da festa estavam chorando e secando os olhos com lenços. Inclusive eu.”

Esse livro foi bem emocionante, assim como seu anterior. Tivemos algumas surpresas durante a história e ver como Mia está amadurecendo à cada lugar que ela passa me deixa mais animada para sua continuação, e a cada mês que passa, eu fico ansiosa para conhecer o próximo cliente e para saber com quem ela ficará no final. Eu mal posso esperar para ler o próximo mês, onde ela irá para a mágica ilha do Hawaii ser modelo plus size (eu realmente não entendo ela ser considerada plus size, afinal seu manequim é 44 mas enfim) de uma campanha de moda praia. O que será que a espera por lá?

thumb_livro

4estrelasb

A GAROTA DO CALENDÁRIO – ABRIL

Autor: Audrey Carlan

Editora: Verus Editora

Ano de publicação: 2016

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser… O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir “não” de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele.

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Nascida no interior Paulista, futura cientista da computação, se apaixonou por literatura quando conheceu o bruxo Harry Potter e o vampiro Edward Cullen. Adora ir no cinema e assistir séries em dias chuvosos.
  • Lara Caroline

    Olá!
    Estou adorando acompanhar as resenhas de A Garota do Calendário, a princípio não me interessei pela série pois não faz muito meu estilo, mas ao ler as resenhas descobri que os livros não são tão superficiais como achei que seriam. Ótima resenha.

  • Lili Aragão

    Oi Érika, eu tô gostando de acompanhar as suas resenhas dos livros dessa série e tenho percebido que eles tem uma certa evolução, tratando de diversos temas importantes. Parece que nesse livro Mia é meio que um cupido se entendi direito e Wes retorna?! (ele tá recorrente né?!), a história começa a ficar interessante e vou continuar acompanhando as resenhas ;)

  • Debora Brazil

    Olá Érika, fiquei interessada nessa série.
    Não conheço a autora, mas acredito que deve ser muito criativa.
    Adorei a resenha!

    beijinhos, Debi
    http://www.deborabrazil.com.br/

    Ps.: Tem como seguir seu blog flor? Não achei o botão.Te segui pelo Google+ e gostaria de seguir pelo GFC também para acompanhar seus posts. ;P

  • Bruna Prata

    Estou adorando ver certas evoluções dessa série. Estou um pouco surpreendida pelo fato desses livros não serem tão superficiais como eu achei que seria. Está até sendo uma leitura agradável.

  • Daiele

    Oi Érika
    Olha eu aqui acompanhando mais uma opinião dessa série, haha
    e mais uma vez inconformada, ainda não é em Abril que vou resolver dar uma chance para essa série. Achei interessante duas coisas na sua resenha, a primeira é vc ter dado 5 estrelas, isso me deixou intrigada, haha. E a segunda é vc ter mencionado que o personagem seja machista, bom, aí eu vejo de dois modos. Se é so com a Mia, eu nao dou a minima, pq ela se submete à isso, agora se for com outras mulheres tbm, ai é preocupante…
    Eu tbm fiquei intrigada por vc comentar que ela vai fazer um trabalho plus size, eu não sabia que ela poderia ser uma modelo assim, pq as capas são bem enganadoras então ne?!

    beijoos

  • Krisnamara Alencar

    Ou, Erika! Adorei sua resenha. Acho interessante quando pontos de vista diferentes do meu são abordados e defendidos, faz com que eu me questione muitas vezes. Agora, por exemplo, depois de ver que vc deu 5 estrelas e ainda favoritou o livro! Acho que deu 1 estrelas e abandonei a série, justamente nesse livro. Curioso, né? RS quem sabe um dia eu retome a leitura. Vamos ver.

    Beijo

  • ADRIANA HOLANDA TAVARES

    Erika, eu ainda estou sem entender qual será o final desses doze livros, porque em apenas um mês não dá para se fazer muita coisa, então imagino que se a autora resolver colocar Mia com um amor pra toda vida no último para mim será decepcionante, gostei da premissa desse e até agora não teve muita coisa de repetição (e isso me faz gostar da série). Ao contrário da maioria acho as capas sem graça.

  • Marta Izabel

    Oi, Erika!!
    Ainda não decidi se vou ou não ler esse série já li muitas resenhas sobre A Garota do Calendário a maioria elogiando, mas até agora não fiquei interessada.
    Beijoss

  • camila rosa

    Hi Erika, tudo bom?
    A cada resenha sua da série eu fico ainda mais curiosa, parece que Mia não esta só vivendo no paraíso dos homens bonitos hahaha ela esta crescendo, amadurecendo e isso é bem legal, espero começar a ler em breve.
    Beijos *-*

  • Anne

    Ahim, eu não senti vontade nenhuma de ler essa série. Primeiro por causa dos barracos com as editoras, kkkkkkkkk e depois que tenho no subconsciente que são livros muito eróticos, e eu não curto muito dessas coisas de sexo em todos os parágrafos. É claro que tem a questão da história pessoal, nesse, como você fala, o câncer, mas sei lá, eu tenho a sensação que é meio banal a história geral, então é uma série que eu passo. Bjokaaas