História da Sua Vida e Outros Contos – Ted Chiang

História da sua vida e outros contos é uma coletânea de contos de ficção científica do escritor Ted Chiang. É um lançamento de 2016 da editora Intrínseca, e o conto que dá nome ao livro inspirou o filme A Chegada.

1_dsc_0034

SOBRE O LIVRO

História da Sua Vida e Outros Contos é a primeira coletânea do autor a ser lançada no Brasil. O livro reúne os principais contos já publicados por Ted Chiang nos Estados Unidos, e a edição também traz notas sobre cada uma das histórias, além de uma linha do tempo da publicação de cada uma.

Todas elas exploram algum conceito científico, seja inteligência artificial, manipulação biológica, alienígenas ou mesmo equações matemáticas. O primeiro conto, A Torre da Babilônia, talvez seja o único que mais se distancia de uma narrativa de ficção científica, pendendo mais para o lado fantástico e profético.

Também está presente no livro o conto que inspirou o filme A Chegada, e é um dos textos mais longos também presentes. Apesar de muitos dos contos serem extensos, o autor já declarou que não pretende escrever romances pois, segundo ele, histórias muito longas são obstáculos para leitores poderem absorver tudo o que a trama pode introduzir. Sendo assim, prefere trabalhar com contos, onde a trama caminha apenas em uma direção, não existindo problemas secundários.

“Qual é o papel dos cientistas humanos em uma era em que as fronteiras da investigação científica se deslocaram para além da compreensão humana?”

O autor escreve com pouca frequência, mas quase sempre seu trabalho ganha prêmios e chama a atenção pela fidelidade à ciência que aborda. Contos como Gostando do que vê: um documentário, explora de forma minuciosa o conceito de bloqueios de estímulos cerebrais, afetando assim algumas percepções que temos, como por exemplo, saber diferenciar a beleza das coisas.

Todas as histórias do autor apresentam uma trama bem desenvolvida e bastante complexa, mas todas com lógica reconhecida. O interessante do livro é que as tramas desenvolvidas são bastante originais, fugindo de conhecidos clichês, o que sem dúvida é muito gratificante, pois todas as histórias tem potencial em surpreender o leitor com seus conceitos.


MINHA OPINIÃO

Desde muito pequeno eu sou apaixonado por ficção científica e todo filme que envolve robótica, mutação genética, alta tecnologia e alienígenas me chamam a atenção. Foi o que ocorreu quando eu vi o trailer do filme A Chegada (Arrival). E o primeiro contato foi o suficiente. Meu desejo se tornou maior ainda após eu saber que o filme foi baseado em um conto, que para minha surpresa, estava sendo lançado no Brasil em uma coletânea de sci-fi.

Logo que comecei a ler os contos, notei uma peculiaridade na escrita do autor. Cada um deles apresenta um enredo bem construído, com profundidade de pensamento e, principalmente, amplo envolvimento da ciência, seja ela matemática, física, linguística, etc. Então observei que não eram contos simples, mas que demandavam do leitor uma atenção redobrada e pelo menos um conhecimento mais enfático em alguns conceitos científicos. Foi por este motivo, inclusive, que alguns gostei menos que de outros.

“Ele desejou que Javé desse um sinal, para que os homens soubessem que sua empreitada era aprovada; do contrário, como podiam permanecer em um lugar que oferecia tão pouca guarida ao espírito?”

Cada texto do autor traz uma visão filosófica sobre algo do dia a dia ou de uma forma de pensar. Não são contos onde tem aquele começo, meio e fim como nas histórias convencionais. Em algumas das histórias presentes no livro, o final é abrupto, sem uma ‘solução aparente’, mas isso casa com a ideia de que nem tudo na vida apresentará uma resposta. Em alguns momentos se parecem com fragmentos de histórias maiores, porém, tão bem construídas que fazem total sentido. Esses finais abruptos, inclusive, despertam o leitor para tirar suas próprias conclusões sobre o que leu e entendeu. São histórias bastante originais, segundo pude notar, e vagamente me lembravam de alguma outra coisa que eu já conhecesse. Nem mesmo o conto sobre a visita alienígena se parece com algo que eu já tivesse visto. Contos como por exemplo Gostando do que vê: um documentário mostrava até que ponto a ciência poderia interferir na vida social, no sentido de evitar que as pessoas fizessem julgamentos baseados na aparência, ao criar uma droga que inibisse a capacidade cerebral de reconhecer o que era feio e o que era bonito. O conto Entenda, por sua vez, explora os limites da inteligência humana e imagina o que ocorreria se uma pessoa atingisse o ápice cerebral, encontrando razões e explicações para absolutamente tudo.

2_dsc_0035

De todos os contos, os dois que eu mais gostei foram A Torre da Babilônia e História da sua vida. No primeiro conto mencionado, a humanidade está no ápice de suas conquistas, tendo ela construído por muitos anos uma torre que toca o céu. Os humanos finalmente tinham uma forma de encontrar Deus, de subir ao céu e conhecer os segredos divinos. Mas a mensagem principal do conto é se de fato o ser humano deveria querer conhecer mais além do que lhe é conhecido, se estamos preparados para as consequências que a nossa curiosidade pode causar. A forma como o conto termina dá a entender que as respostas nem sempre serão como esperamos, mas que mesmo assim, é possível por meio delas conhecer novos horizontes e evoluir cada vez mais.

“Talvez os homens não tivessem sido feitos para viver em tal lugar. Se a própria natureza os restringia de se aproximar demais do céu, talvez devessem permanecer na terra.”

História da sua vida é o conto que inspirou o filme A Chegada, e foi um dos que eu mais gostei de ler devido ao tema. Ele narra o contato entre humanos e alienígenas e como o mundo reage diante disso, em saber que não estamos sozinhos no universo. Apesar de narrar o contato entre as duas forma de vida, não é uma história sobre os alienígenas; é uma história com alienígenas, pois o foco do conto está na reação dos personagens envolvidos com essa nova forma de vida, e como o a percepção de vida deles muda.

Nele, a linguista Dra. Banks foi recrutada pelo exército para tentar se comunicar com os alienígenas. A narrativa vai acompanhando os passos da doutora descrevendo a forma como os visitantes construíram sua linguagem, totalmente diferente de tudo que conhecemos, e mostram como essa forma de vida é tão peculiar quanto poderíamos imaginar. O principal do conto é mostrar que conforme a nossa percepção sobre essa nova forma de vida ia aumentando, cada vez mais a realidade da personagem ficava confusa. Isso porque as leis matemáticas e físicas dos alienígenas não são iguais as leis utilizadas pelos humanos. Não somente a anatomia dos aliens é diferente, como a noção que eles têm de tempo e espaço.

“E se a experiência de conhecer o futuro mudasse uma pessoa? E se evocasse um sentido de urgência, um sentido de obrigação de agir do modo que sabia que agiria?”

6_img-20161224-wa0016

Em todos os contos pude notar que o autor foge dos conhecidos clichês. Não é a toa que seus textos já foram bastante premiados ao longo dos anos, e que História da sua vida tenha proporcionado um filme tão bem falado que, para muitos, já se tornou um dos mais importantes filmes de sci-fi dos últimos anos. E é uma pena saber que o autor não escreva com frequência.

Fiquei bastante satisfeito com o livro e creio que é uma ótima indicação para quem gosta de sci-fi bem construído, pautado e que foge dos clichês já conhecidos na literatura. Foi uma experiência muito boa e espero poder ler outros contos do autor em breve, e, principalmente, torcer que outras adaptações cinematográficas sejam feitas. Como eu disse, as histórias pautam pela originalidade e as reflexões que cada uma proporciona são sem dúvida de grande mérito.

HISTÓRIA DA SUA VIDA E OUTROS CONTOS

Autor: Ted Chiang

Editora: Intrínseca

Ano de publicação: 2016

Um dos autores de mais destaque no cenário da ficção científica, Ted Chiang pode ser descrito como um escritor pouco prolífico: tem apenas quinze trabalhos publicados, entre contos e novelas curtas. A pequena produção contrasta com sua expressiva quantidade de premiações: os oito textos reunidos em História da sua vida e outros contos ganharam no total nove importantes prêmios, dentre eles Nebula, Hugo, Locus, Sturgeon, Sidewise e Seiun. Publicadas originalmente em volumes diversos, as narrativas de Ted Chiang estão pela primeira vez reunidas em uma coletânea. Entre as histórias dotadas de rigor científico, humanidade e lirismo estão “A torre da Babilônia”, na qual um minerador sobe a famosa torre com a missão de escavar a abóbada celeste; “Divisão por zero”, uma reflexão precisa e devastadora sobre o fim da esperança e do amor, e “História da sua vida”, na qual uma linguista aprende um idioma alienígena que modifica sua visão de mundo.

É colaborador do Resenhando Sonhos.
Catarinense, Publicitário formado pela UNOESC, apaixonado por sci-fi, distopias e suspense policial. Fã de Arquivo X e Supernatural, sonha um dia encontrar os aliens.

  • Naiara Fidelis

    Fiquei mais curiosa ainda para ler este livro e assistir o filme. Não sou muito de ler contos, porém é por falta de oportunidades, mas este acabou me chamando bastante atenção.

    • Reinaldo José Nunes

      Oi Naiara como vai?
      Contos são interessantes, quando você quer ler algo sem compromisso de acabar logo hehe
      Esse foi o meu segundo livro de contos, em breve pretendo ler mais alguns *–*

  • Marta Izabel

    Oi, Reinaldo!!
    Gostei muito da resenha!! Já estava interessada nesse livro por causa do filme mas sem dúvida também quero ler esse livro!!
    Beijoss

    • Reinaldo José Nunes

      Oi Marta
      que bom que gostou da resenha *–*
      Tomara que você também curta o livro. Depois que ler me conta o que achou?

      Beeijos *-*

  • Bruna Prata

    Certa vez li um livro de contos que vendia histórias de terror, foi a maior decepção literária da minha vida. Desde então sempre fico receosa com livros focados em contos, pois não é sempre que dá para se aprofundar e fugir da futilidade. Mas, esse livro me parece ser bastante complexo e profundo, ganhou o meu interesse.

    • Reinaldo José Nunes

      Oi Bruna *-*
      Então, esse foi o meu segundo livro de contos (o primeiro foi Arquivo X: A verdade está la fora) e eles são bem densos mesmo, mas foi uma experiência boa
      Em breve lerei outros contos tbm para continuar com essa experiência interessante *-*

  • cristiane dornelas

    Acabei não dando muita atenção por esse livro quando vi porque vi muita gente falando que tinha um jeito cientifico demais ou que era difícil entender algumas coisas. Mas sei lá, até que ele parece ser bom. E seria uma leitura bem diferente pra mim. Me deu uma vontade de ler por causa dos contos, acho que fica interessante de conferir quando é um livro de contos. Mais coisas para processar…
    E vi o trailer do tal filme, então fiquei interessada pra conhecer aquela história pelo livro. Ainda tem toda essa questão da escrita do autor e se ele foge dos clichês deve render uma leitura bem interessante. Queria ver se conseguia ler agora.

    • Reinaldo José Nunes

      Olá Cristiane *-*
      Sim, pois é, os contos são bem “pesados” mesmo, nesse sentido mais científico, alguns até bem complicado de acompanhar o raciocínio.. mas no geral são interessantes *–*

      Beeijos

  • Gabriela Souza

    Não sou muita fã dos contos, mas talvez eu pegue o livro já que ele possui ficção. Não vi o filme a chegada e não sabia que ele tinha sido inspirado no conto, mas pretendo olhar. Adorei a resenha, beijos

    • Reinaldo José Nunes

      Olá Gabriela,
      pois é, esse foi o primeiro livro de contos que li.
      Eu gostei, mas todos os contos são muito carregados de conceitos científicos, então tem que ir com calma haha

      Que bom que gostou da resenha *–* beeijos

  • Gustavo D’Estefano

    Bela crítica!
    Acabei o livro nesse momento. Os contos são espetaculares.
    As coisas que você citou aqui também foram as que mais me surpreenderam: a riqueza dos detalhes científicos, a surpresa em cada história (sério, não dá pra prever o final de nenhuma) e a forma única como ele escreve.
    Ainda cito mais um fator: ele nos transporta para esses mundos que cria de uma maneira extremamente convincente.
    Leitura imperdível.

    • Reinaldo José Nunes

      Olá Gustavo, que bom que o livro também foi bom pra ti, é muito legal quando uma leitura nos envolve e nos tira do conforto como esse faz *-*

      Abraços