Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017) | Crítica

Enquanto o Homem-Aranha é o super herói favorito de muita gente, aos meus olhos ele sempre foi o mais sem sal. Tobey Maguire não me convenceu e achei Andrew Garfield e Emma Stone mais tragáveis. Nenhum dos dois tinha a jovialidade que o personagem precisava e nenhum dos dois me passava a verdade que eu precisava ver. Eu enxergava um garoto inseguro, bobo por amor e que fraquejava na frente de coisas importantes. A questão é que esses Spider Man’s eram muito mais da Sony do que da Marvel.

Com o sucesso estrondoso dos filmes de franquia da companhia, a ânsia dos fãs pelo resgate do herói virou quase um grito preso na garganta. Com Capitão América: Guerra Civil e o anúncio de que teríamos o jovem dentro do quadro oficial da Marvel e ao lado dos Vingadores, o alívio começou a surgir. Mas ainda tinha algo importante a ser resolvido: como recriar um herói que já havia sido recriado 2 vezes nas últimas décadas e dar a ele uma personalidade própria? E, o mais importante, quem iria carregar a missão nas costas e ser a nova cara do Homem-Aranha?

Quando Tom Holland foi anunciado eu não botei fé. Apesar de ele ter 21 anos agora e 19 quando foi escalado, a cara é de 12  e passa uma certa insegurança. A questão é que isso acabou sendo uma das coisas que mais o posicionou corretamente, afinal nosso protagonista está mais jovem aqui e é apenas um garoto de 15 anos. Mordi minha língua e digo a vocês que, na minha humilde opinião, Holland é o melhor Homem-Aranha até o momento e o papel serviu como uma luva. Talvez ele não tivesse funcionado com as propostas do passado, mas certamente funcionou aqui.

Esqueça o bê-á-bá padrão de Peter Parker. De Volta ao Lar não é uma história de origem (esse simples fato pra mim já é um fator 10/10). O filme começa com Parker prestes a entrar em ação depois de ser recrutado por Tony Stark, e o mais legal: ele é um vlogger que não deveria estar gravando nada daquilo. A partir dai a trama segue na direção do “depois”. Peter esperando um novo chamado após sua aventura com os Vingadores. Porém, isso não acontece, e ele vai ter que lidar com as coisas mais comuns de sua vida, como a escola, os amigos, e os pequenos problemas da vizinhança.

Mas esses conflitos não são vazios e despropositais, há um porquê de ser assim. São pequenos detalhes na identidade intrínseca desse personagem que o moldam como um novo Homem-Aranha. Ele é muito jovem e ainda tem algumas inseguranças, mas ele é corajoso, confiante e quer fazer mais. Até demais. E é ai que entra a presença de Tony Stark na história. Como ele foi o responsável por recrutar o garoto, ele é o contato de Parker com o mundo exterior fora de sua realidade. É quando Stark entra em cena que temos pequenos vislumbres sobre o que está acontecendo nesse universo e que deve ser base para o próximo Vingadores. E, pra quem gosta do Homem de Ferro, sempre bom ter o humor ácido do personagem. Já pra quem não é fã, não se preocupe, ele não rouba a cena e tem um tempo mínimo de tela.

Peter pode até ter 15 anos, mas tem uma postura muito mais ativa, esperta e decidida do que os seus antecessores trouxeram. Fora isso, há outros tantos detalhes que foram levemente modificados para fugir dos estereótipos e impedir que o espectador tivesse um déjà-vu mais uma vez. Não temos Mary-Jane Watson ou Gwen Stacy, nossa garota aqui é a Liz, que apesar de aparecer nos quadrinhos, foi também repaginada em suas posturas. A tia May também não é uma senhora de idade e ainda arranca uns suspiros por ai. E nosso Parker não tem apreço pela fotografia ainda, então nada de day job no Clarim Diário pra ele.

E, como a fórmula dá Marvel que dá certo é trabalhar com humor, temos aqui um filme divertidíssimo do início ao fim. É impossível não gargalhar em vários momentos e, mesmo assim, a história não fica boba ou perdida. Há muita conexão com o que está acontecendo. Há boas cenas de ação, apesar do último ato parecer um pouco confuso graficamente e a bagunça ganhar cena. A trilha sonora também não tem nenhum destaque e vamos ter os tradicionais sons quando preciso, mas sem deixar uma marca.

Maicon Keaton está muito bem no papel e desenvolve aquilo que lhe foi dado. Ele tem menos tempo em cena do que seria aconselhável para um completo desenvolvimento do vilão, mas isso não chega a atrapalhar de forma geral. Há inclusive um leve plot twist no ato final que ficou sensacional e dá um desconforto engraçado a quem está assistindo. É quase como se estivéssemos na pele de nosso herói.

Há duas cenas pós crédito, sendo a segunda depois que acabam todos os créditos e a minha dica é: fiquem. VALE MUITO A PENA. Vou ser até mais audaciosa, acho que é a melhor cena pós credito que a Marvel já fez. Mas não assista solto na internet quando vazar, porque não vai fazer sentido e você vai perder o legal da experiência.

Então, sendo você fã ou não do Homem-Aranha, vá aos cinemas conferir esse novo filme. É uma nova pegada, uma nova proposta, um novo personagem. Está bem claro que ele tem muito caminho pela frente e certamente vamos ter coisas muito boas a seguir. Eu, que nunca fui fã dele, dobrei o joelho. Imagino que pra quem o idolatra, vai ser ainda mais incrível.

thumb_livro

4estrelasb

HOMEM-ARANHA: DE VOLTA AO LAR

Diretor: Jon Watts

Elenco: Tom Holland, Michael Keaton, Robert Downey Jr. e mais

Ano de lançamento: 2017

Depois de atuar ao lado dos Vingadores, chegou a hora do pequeno Peter Parker (Tom Holland) voltar para casa e para a sua vida, já não mais tão normal. Lutando diariamente contra pequenos crimes nas redondezas, ele pensa ter encontrado a missão de sua vida quando o terrível vilão Abutre (Michael Keaton) surge amedrontando a cidade. O problema é que a tarefa não será tão fácil como ele imaginava.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.
  • Lili Aragão

    Oi Tamirez, então eu sou das que sempre achou o homem aranha o mais sem graça dos heróis, mas ainda assim eu assisti os filmes com o Toby (nem me lembro se vi todos) e realmente não foi marcante ver a interpretação dele e assim eu tava meio receosa sobre assistir esse filme, mas curti a resenha, gosto do homem de ferro e assim as aparições dele vão me agradar e sim vou querer ver o filme ;)

  • Nayane Evylle

    Oi Tamirez!

    Meu irmão sempre gostou do homem-aranha, por isso de tanto assistir perdeu a graça pra mim.
    Eu tenho visto muitos comentários positivos sobre o filme e bateu a vontade de assistir. Eu achei ele muito juvenil, mas vários atores conseguiram me surpreender quando eu esperava bem menos deles.
    Eu adoro o homem de ferro, e é o meu preferido da marvel, por que ele não é um super herói, ele é um herói mesmo. Adoro o humor ácido dele rsrs
    Pretendo assistir e conferir o que Tom Holland passou como homem-aranha.
    Abc

  • Natalí Marques

    Olá!
    Estou bem por fora dos filmes de heróis, mas o Homem Aranha sempre foi um dos que eu mais gostei e pretendo ir essa semana ao cinema para assistir <3
    Espero gostar, fiquei ainda mais animada com seus comentários (:
    Gostei de saber que ele tem uma pegada diferente dos filmes anteriores.
    Beijos

  • Carol

    Ah, eu sempre gostei do Homem-Aranha, é legal ter um nerd como super-heroi.
    Mas tava superada de filmes de heróis, no entanto dps de ler sua resenha, mudei de ideia e quero ver logo este filme.
    PS: Obg pela dica do pós-credito, geralmente acabo perdendo estas cenas hehehe

  • rudynalvacorreiasoares

    Tamirez!
    Acredito que a Marvel tem surpreendido com os filmes mais recentes lançados, trazendo uma inovação que tem agradado muito aos fãs (como euzinha…kkkkkkk).
    Bom ver que o universo mais teen vem abordado aqui e que o filme é bom, porque não dá para ficar pagando uma pequena fortuna no cinema e assistir porcaria, né?
    Adorei sua análise, como sempre.
    Um maravilhoso final de semana!
    “Não saber é o que torna nossa vida possível.” (Lya Luft)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

  • Natália Costa

    Estreou ontem né? Quero ver, provavelmente irei semana que vem. Gostei do trailer, do ator, mesmo com cara de adolescente…rsrsrs
    Gosto de todos os filmes da Marvel, e tendo o Homem de Ferro é sucesso certo…kkkk

  • Manu Cardoso

    Eu gosto muito de ver todos os filmes da Marvel no cinema, porque eu acho que produções tão bonitas devem ser vistas nas telonas, mas em geral eu não corro para ver nada na estréia. Foram os seus comentários nas redes sociais que me deixaram com vontade de ir logo conferir.
    Ontem, eu fui e gostei muito! Adorei a ideia do homem-aranha no colégio e super conectado com as tendências atuais.
    Não fiquei para a segunda cena pós crédito, porque eu não tinha certeza se tinha e achei que não valeu a pena esperar pela de Guerra Civil. Agora, acabo de me arrepender amargamente! Fiquei curiosa!!
    Bjs

  • Ben-Hur A. Martins

    Concordei com sua opinião Tami, enfim um ator que parece mesmo ter 15 anos, e na minha opinião o Tom Holland mandou bem na interpretação. Uma coisa que eu senti falta foram as piadas durante as lutas, o herói pareceu mais desajeitado do que cômico.
    Gostei dos uniformes do Aranha, aquele uniforme caseiro lembra muito o primeiro uniforme das HQ’s feito pelo Jack Kirby.
    Sobre o vilão Abutre eu tbm concordo, ele podia ter aparecido mais, mas como vc disse o fato de isso não acontecer não atrapalhou. Esse vilão ficou sensacional, acho q ficou bem fiel as HQ’s tbm.
    Adorei o filme, o melhor do Cabeça de Teia que eu já assisti :D
    Mandou super bem na resenha Tami, gostei muito!! <3
    PS: Não assisti a segunda cena pós credito, devia ter visto a resenha antes de ir assistir :|

  • Lana Silva

    Queria muito ter a oportunidade de ir aos cinemas assistir a este filme, mas infelizmente não terei, então me contento apenas com as críticas que leio sobre o filme, que inclusive são boas, e surpreendentes. Nunca imaginei que iram colocar o homem-arranha com apenas 15 anos, ainda bem que ator conseguiu fazer uma interpretação mais madura, outro ponto e que já teremos um ápice para o filme os vingadores, que inclusive já estou ansiosa para saber como será desenvolvido.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros “O Casal que mora ao lado” e “Paris para um e outros contos”.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

  • Micheli Pegoraro

    Opa, agora sim fiquei empolgada pra ver esse filme, mas não sei se vou conseguir ver no cinema :/
    Que alivio mesmo saber que o Homem-Aranha ainda tem futuro, não sou tão fã desse super herói mas depois da aparição dele em Capitão América: Guerra Civil passei a dar mais credito a ele. Adoro os filmes da Marvel e sou fã de carteirinha dos Vingadores, os filmes repletos de humor irônico e ação são ótimos, então é empolgante saber que essa repaginada do Homem-Aranha tem potencial. Gostei da escolha do autor para o personagem, essa carinha jovem caiu muito bem.
    Beijos

  • Rafaela Saturnino

    Pra mim, o Homem – aranha também era o herói mais sem graça que tem. Eu também não gostei muito dos filmes anteriores do Homem Aranha. E quando fiquei sabendo que teria outro filme, nem fiquei com muita vontade. Mas depois de assistir A Guerra Civil, fiquei com bastante vontade de ver esse filme. Eu fui assistir esse filme nesse último fim de semana, e também me surpreendi muito com o filme. Ele é bem melhor do que eu esperava, e adorei o filme e o ator. E essa segunda cena extra realmente foi surpreendente hahahaha

    Beijos!

  • Vitória Silva

    Eu preferi a segunda versão de Homem aranha, mas estou ansiosa pra assistir esse filme (é pra ver o Tony por que eu adoro o senso de humor dele), tenho uma amiga que assistiu e disse que esse era o melhor homemomento aranha com a pior tia May, mas eu quero muito assitir

  • Camila Rezende

    Ainda nao assisti esse filme então não posso opinar.
    Mas tem tenho um pe atras com ator e não gostei muito dele em guerra civil, mas ainda vou dar uma chance.

  • Gabriela Souza

    Oi, Tami! Guria do céu, também acho o Homem-Aranha o mais sem sal hahahah Na verdade eu não curto muito esse tipo de filme, mas as vezes eu acabo assistindo. Que bom que dessa vez um dos filmes da franquia deu certo e tem novas propostas. Pretendo conferir! Beijoss