A Inesperada Herança do Inspetor Chopra – Vaseem Khan

A Inesperada Herança do Inspetor Chopra é do autor Vaseem Khan, e foi publicado no Brasil em 2017 pela editora Morro Branco.

SOBRE O LIVRO

Aposentar-se pode ser um grande desafio para alguém que sempre levou uma vida tão ativa, principalmente se esse alguém é um renomado Inspetor da polícia de Mumbai, assim como o Inspetor Ashwin Chopra. Depois de uma carreira de sucesso, Chopra se vê em uma situação delicada e apesar de sua relutância, ele percebe que não há como escapar da aposentadoria. No entanto, em seu último dia de trabalho ele se depara com um caso intrigante, ao qual não se permite afastar sem desvendar o mistério que se esconde por trás.

“O único modo de evitar ser vítima dos perigos da confusão é nunca ter dúvidas a respeito do que você é.”

O suposto afogamento de um jovem pobre sob circunstâncias suspeitas fazem com que Chopra questione não só a falta de interesse de seu substituto no caso, como também de seu supervisor, alguém que ele nunca teve uma relação muito próxima e de quem nunca esteve de acordo em atitudes. Ao passo que sua busca por pistas o arrasta pelas ruas movimentadas da cidade de Mumbai e pelas ruas escuras do mundo do crime, Chopra desconfia que existe algo bem maior envolvendo esse crime.

Além de todos os problemas profissionais em que se vê envolvido, seu tio acaba de lhe mandar um presente inusitado: um pequeno bebê elefante. Agora ele se vê em um dilema entre cuidar do bebê elefante (mesmo sem saber o mínimo sobre os cuidados de que o animal precisa) ou mandá-lo para um zoológico do outro lado do país. Enquanto vários acontecimentos transtornam sua vida, o inspetor acaba descobrindo que um determinado elefantinho pode ser tudo que um homem honesto precisa.


MINHA OPINIÃO

Apesar de ser desenvolvido de uma forma leve, a história trata de temas muito mais profundos do que aparenta. O livro conversa com o leitor sobre os sentimentos que acometem o ser humano, como o medo, a insegurança, a crença, a honestidade, a fidelidade, entre vários outros, o que torna cada um dos personagem mais reais. Além da trama desenvolvida em torno dos personagens em si, também somos levados a questionar a organização da sociedade enquanto termos políticos e sociais, o peso que cada organização carrega e como os valores humanos podem ser corrompidos pelo poder.

Outro aspecto interessante é o fato de o autor criar uma descrição em cores vibrantes da cidade de Mumbai e seus habitantes, assim como da sujeira das favelas, do crime e da fossa a céu aberto, o que torna tudo real de forma a carregar o leitor por cada cantinho da cidade, como se caminhássemos junto do inspetor.

Além de todo o cenário descrito de forma tão interessante, é importante dizer que cada um dos personagens é extremamente cativante. A esposa de Chopra, Poppy, é uma mulher dedicada e preocupada que acredita que o marido deve aproveitar a aposentadoria de forma leve e sob seu olhar cuidadoso. No entanto, as coisas fogem do controle a medida em que o marido se mete nas confusões dispostas ao longo da trama. A sombra de uma insegurança em seu casamento faz com que ela se mostre uma esposa real, muito parecida com a maioria das mulheres dos dias de hoje. Mas o melhor de tudo é acompanhar sua personalidade forte, o que é retratado de forma singela enquanto ela enfrenta a carrancuda Sra. Subramanium, a síndica detestável do condomínio onde vivem para que o mais novo presente de Chopra, o elefantinho Ganesh possa continuar com eles.

O inspetor por sua vez é um homem honesto, dedicado e ama sua esposa acima de qualquer suspeita. E, além do casal, não podemos nos esquecer de Ganesh, o pequeno elefantinho que até então vivia com o tio de Chopra e chegou até eles abatido e sem aparente vontade de viver, apesar de seus aspectos físicos estarem normais para um bebê elefante. É importante nos atermos ao recado que o tio de Chopra envia junto do presente:

“Deixe-me dizer apenas uma coisa: ele não é um elefante comum. Lembre-se: o que é real e o que é ilusão, é apenas uma questão de perspectiva. De seu tio Bansi.”

Vale ressaltar que os elefantes são animais sagrados na Índia por remeterem ao Deus Ganesha, que seria em parte elefante. A partir desse aspectos podemos desconfiar do propósito de nosso pequeno bebê. No entanto, a surpresa irá se esconder até o final da narrativa.

O livro é, sem dúvida, como um todo uma grande surpresa. Diante de cada aspecto explícito ou escondido que carrega, não só em relação ao mistério do suposto afogamento do jovem, mas também com relação ao presente que Chopra recebe do tio. É impossível não se deixar encantar pelos personagens, sentir raiva dos vilões e se interessar pelo mistério. Em outras palavras, a atmosfera que o autor conseguiu criar é como um todo encantadora e até mágica, eu diria. Muitas vezes somos levados a acreditar que uma história, principalmente se tratada de uma forma leve, só pode nos dizer o que está imposto desde o princípio, mas nos esquecemos que por trás da sutileza dos fatos mais corriqueiros existem grandes ensinamentos e surpresas.

Eu arriscaria dizer que Chopra é o Sherlock Holmes indiano, e seria fascinante acompanhá-lo por uma série extensa de casos pela Agência de Detetives Baby Ganesh, e é claro, seu parceiro improvável, o nosso pequeno elefantinho.

thumb_livro

4estrelasb

A INESPERADA HERANÇA DO INSPETOR CHOPRA

Autor: Vaseem Khan

Editora: Morro Branco

Ano de publicação: 2017

No dia de sua aposentadoria, o inspetor Chopra herda dois inesperados mistérios. O primeiro é o afogamento de um jovem pobre, cuja suspeita morte ninguém quer investigar. O segundo é um bebê elefante.
Enquanto sua busca por pistas o leva através da movimentada cidade de Mumbai – das ricas mansões ao submundo sombrio das favelas – Chopra começa a suspeitar que há bem mais por trás dos dois mistérios do que ele pensava. E rapidamente descobre que um determinado elefante pode ser exatamente o que um homem honesto precisa…

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Estudante de Direito, 19 anos, mineira e cheia de “uai’s”, mora em Belo Horizonte e ama o universo literário.
  • rudynalvacorreiasoares

    Luiza!
    Achei o livro completo: com os problemas pessoais e profissionais do protagonista; mistério a ser desvendado; sentimentos a serem trabalhados com a aposentadoria (sei bem como é essa situação…), enfim, um livro que traz entretenimento e mudança nos paradigmas que a vida propõe.
    E ainda tem o bebê elefante que deve ser fofo!
    Desejo uma semana tranquila!
    “Uma pergunta prudente é metade da sabedoria.” (Francis Bacon)
    Cheirinhos
    Rudy

  • Natália Costa

    Parece bem legal e criativo! Fiquei interessada e curiosa! Provavelmente daria uma ótima série :)

  • Eu não conhecia este livro, mas após ler sua resenha, adicionei ele em minha lista de leituras, gosto muito desse estilo de história, que fala de sentimentos e faz o leitor refletir, espero conseguir ler este livro em breve.

  • Lara Caroline

    Oi Ana, tudo bem?
    Eu já tinha visto este livro, mas achava que seria uma história bobinha e levinha e percebi que estava bem enganada. Adorei a proposta do livro, e confesso que achei bem estranho esse bebê elefante, mas depois entendi o propósito dele na estória. Fiquei curiosa para conhecer estes personagens e descobrir o que está por traz do mistério.
    Beijos

  • Gabriela Souza

    Oi! Que aleatório uma bebe elefante hahaha To curiosa pra ler o livro e saber o propósito dele na história. Achei interessante um livro que trata de temas como honestidade e o fato do poder corromper o ser humano. Pretendo ler. Beijos

  • Amanda Barreiro

    Que livro amorzinho! Fiquei imediatamente interessada por se tratar de um livro indiano, passado na Índia e com elementos bem típicos, o que difere da maioria dos livros. Fiquei mais interessada ainda por ele ser cheio de referências! Mais do que anotado.

    Beijos.

  • Isabela Carvalho

    Oi Ana ;)
    Não conhecia o livro ou o autor ainda, mas como adoro Sherlock Holmes, tem grande chance de eu gostar!
    Que bom saber que trata de temas sérios com leveza.
    Obrigada pela indicação! Adorei
    Bjos

  • Bruna Prata

    Faz muito tempo desde que li um livro na qual conversasse com leitor.
    Atmosfera encantadora me encanta, me senti tão positiva enquanto lia essa resenha. O livro por mais que tenha temas complexos, aparenta ser bastante simples/delicado.

  • Marta Izabel

    Oi, Ana!!
    Gostei muito da sinopse do livro. A história parece ser bem interessante principalmente por essa herança tão inusitada!!
    Bjoss