Jessica Jones chegou na hora certa

jessica_Tgr5zcC

Em novembro de 2015 Jessica Jones chegou despretensiosamente ao Netflix e causou furor nos expectadores, até então bastante céticos com a série.

Derivada do quadrinho Alias, que já ganhou resenha por aqui, apresenta uma heroína diferente do que normalmente vemos ganhar as telas. Ela não é altruísta e nem quer se tornar uma “super-herói”, Jessica é marcada por um trauma e só quer ter a oportunidade de reconstruir sua vida em paz, se afastando cada vez mais dessa lembrança que a persegue.

E é ai que a série pôs em foco um tema que vem sido debatido incessantemente e que necessita permanecer assim, o abuso. Para os olhares menos atentos, a temática até pode ter passado batida, mas em um momento como o que vivemos, em que tudo gira em torno da igualdade e da não violência, a Marvel e o Netflix deram um tiro certeiro a dar vida a essa personagem, que era sim bastante desconhecida e que apresenta uma história nada usual.

Na figura do vilão Kilgrave, que consegue controlar a mente das pessoas, Jessica vê seu pior inimigo. Aquele que a controlou e a fez cometer vários atos horríveis, até que atingiu o fundo do poço. Até então achando que ele estava morto e que por isso estaria livre, a reaparição dessa sombra do seu passado a põe em alerta, e o medo de ser novamente controlada e abusada ressurge, em meio ao já presente estresse pós-traumático.

Mas engana-se você se acha que ela é uma protagonista fraca, aliás, esse é exatamente um dos motivos pelos quais você deve assistir a série. Temos uma protagonista forte, que sabe o que quer e que pode sim ter seus momentos de dúvida, mas que não vira uma heroína porque é sua vocação, mas porque ela quer, naquele momento, ser assim. A série também tem ação e é cheia de outras mulheres poderosas, como a irmã adotiva de Jessica e a advogada para quem ela trabalha como investigadora.

E o vilão? Quando David Tennant não está na pele do vilão Kilgrave, temos vontade de abraça-lo, já que ele é um fofo e causou o maior furor quando esteve no Brasil para a Comic Con. Além é claro, do fato de ele já ter vivido Doctor Who, o que só aumenta ainda mais o amor dos fãs.

Então, se você ta ai sem fazer nada e quer ver uma série bacana, com bom elenco, boa produção, boa história e com um tom que trás algo a mais, se joga em Jessica Jones, que já teve sua segunda temporada confirmada. E, se por acaso você ainda não está convencido, tem várias referências a Demolidor, também se passando em Hell’s Kitchen e com a aparição da enfermeira preferida do nosso amigo, Murdock ;)

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.