A Maldição de Malévola – Elizabeth Rudnick

A Maldição de Malévola é da autora Elizabeth Rudnick e foi lançado pela editora Universo dos Livros, que neste ano de 2016 está trazendo os livros da editora americana da Disney para o Brasil.

capa

SOBRE O LIVRO

Esta história nos conta sobre como uma bruxa má amaldiçoa a pequena princesa Aurora durante sua cerimônia de apresentação ao reino. Em sua profecia, Malévola roga que quando chegasse o décimo sexto aniversário da princesa, ela cairia em um sono profundo e morrerá. No entanto uma pequena fada ameniza este feitiço profetizando que Aurora poderá ser desperta por um beijo de amor verdadeiro.

E assim começa a história que todos conhecemos, no entanto, talvez seja hora de revermos como as coisas realmente aconteceram.

Em um reino não tão distante, o reino dos Moors, viviam criaturas mágicas que não podiam coexistir em meio aos humanos. Uma dessas criaturas eram as fadas, e entre elas, estava a mais bela de todas, Malévola. Ela era bem parecida com os humanos, fisicamente, e era a maior e mais especial das fadas, mesmo que ainda fosse uma criança.

Os pais de Malévola acreditavam que a paz entre os Moors e os humanos não era inalcançável, no entanto, essa crença lhes custou a vida. Assim, a pequena Malévola foi criada pelas demais criaturas que viviam em seu mundo, e tinha como seu fiel companheiro, Robin, um pequeno gnomo que a acompanhava em suas aventuras e temia que a preocupação de Malévola em manter viva a esperança dos pais e toda sua curiosidade sobre os humanos pudesse lhe ferir.

“Subitamente, os raios e os trovões cessaram. As velas voltaram a se acender. Um instante depois, a fumaã cinza se evaporou. E, quando tudo sumiu, lá estava Malévola, parada no meio do Grande Salão.”

Certo dia, um pequeno garoto humano consegue adentrar o reino mágico dos Moors, e assim seu caminho cruza com o da pequena fada. Após longas e repetidas visitas durante alguns anos, ela resolve fugir do reino junto ao garoto Stefan. No entanto, algo ruim está para acontecer…

Assim, alguns acontecimentos mudam completamente a vida e o coração de Malévola, fazendo com que ela se torne sedenta por vingança. Até que um dia, ela descobre que Stefan não é mais o pequeno garotinho órfão que ela conheceu, mas sim o novo rei do castelo ao longo da estrada. E é quando Stefan e a rainha Leila têm sua primeira filha, que eles não podiam esperar o que estaria por vir.


MINHA OPINIÃO

Perdi as contas de quantas resenhas sobre contos de fadas começo dizendo que fiquei fascinada e loucamente apaixonada. É claramente meu ponto fraco. E normalmente isso não costuma acontecer com tanta frequência quando se trata de um reconto. Mas confesso que esse acertou em cheio o meu coração. Desde que os estúdios Walt Disney lançaram o filme “Maleficent” em 2014, eu fui surpreendida e encantada por esta “nova” história.

Como eu já havia dito, é sempre novo conhecer a história através da perspectiva de um “vilão”, muitas vezes acabamos até torcendo por eles, não? Sempre que preciso colocar minha opinião sobre histórias infantis me vejo sem ter muito o que dizer, acredito que vive no coração de cada um de nós, leitores, um lado infantil adormecido, esperando por uma chance de despertar.

“Para todas as criaturas “boas” e “ruins” do mundo. Pois, como se costuma dizer, a diferença entre um herói e um vilão muitas vezes depende da perspectiva.”

capitulo

É nítida a forma com que a autora nos elucida o fato. Acompanhando essa nova perspectiva podemos conhecer quem de fato é Malévola. As questões sobre como fatos podem moldar nossas atitudes, personalidades e até forma de ver o mundo vem à tona a cada página, e a cada nova descoberta. Como as decepções com aqueles que amamos podem nos tornar tão insensíveis ou fechados para novos sentimentos e emoções. O fato de ela ter sido traída por aquele que acreditava ser seu “verdadeiro amor” a fez perder toda a esperança não só nos homens, mas também em toda a magia de viver, tornando-a uma criatura sombria e gelada.

Antes uma bela e jovem fada, gentil e bondosa, agora uma feiticeira disposta a se vingar de Stefan da forma mais cruel possível, através da vida de uma pequena criança.. Parece um tanto quanto cruel se nos esquecermos de olhar para trás. Ao enfeitiçar Aurora, deixando claro que a única maneira de salvá-la seria com um beijo de amor verdadeiro, ela o faz com a certeza de que tal amor não existe.. No entanto, todos tem um lado bom, e é tentando concretizar a vil vingança que Malévola descobre a existência desse amor.

Outro ponto que sempre ressalto é o de que crianças, ou, o lado infantil de cada um de nós pode despertar o que há de melhor, e é exatamente isso que a personagem de Aurora nos mostra ao conquistar Malévola. A alegria e inocência de uma criança acabam por nos conquistar e nos fazer ver que por mais que tenhamos tido decepções, devemos nos confortar por esses aspectos. Acredito que ela tenha visto a si mesma na princesa, e assim consegue trazer de volta a verdadeira “alma” que perdeu.

Além disso, acompanhar as três fadinhas nomeadas guardiãs de Aurora e todo o reino dos Moors se torna super divertido ao longo da narrativa. Através das descrições da autora conseguimos nos imaginar nesse reino fantástico, caminhando junto aos personagens e descobrindo um novo mundo.

O mais legal de tudo isso, é podermos conhecer nossos vilões, descobrir que aquela Malévola a quem tanto por vezes rejeitamos e detestamos pode ser vista por outros olhos. Saber que por traz de toda “pessoa” existem um passado, e que por mais que os sentimentos estejam escondidos no que temos de mais profundo, eles estão ali. A relação com a princesa é fundamental para que possamos perceber esses aspectos ao longo da narrativa, através de pequenas atitudes, como por exemplo, salvar a quem se diz odiar de cair de um penhasco.

A escrita da autora é bem fluida e nos faz acreditar que ela domina todos os aspectos de uma narrativa infantil, tornando-a leve e fazendo com que, por mais que já conheçamos a história (como por exemplo, que ,assistiu ao filme primeiro) tenhamos a curiosidade de continuar.  Tenho um profundo sentimento de gratidão com a Universo dos Livros por estar relançando esses recontos e me deixando cada vez mais encantada. Espero que cada um se sinta curioso para conhecer essa nova história, e para aqueles que gostaram da adaptação lançada em 2014, o livro é bem fiel!


NÃO PERCAM!


thumb_livro

5estrelasb

A MALDIÇÃO DE MALÉVOLA

Elizabeth Rudnick

Editora: Universo dos Livros

Ano de publicação: 2016

Aurora sempre teve uma vida simples. Ela ama explorar a linda floresta e os Moors encantados que cercam o pacato chalé em que mora. Sente-se confortada em saber que a fada madrinha sempre está por perto, vigiando-a com atenção. Até gosta das estabanadas, porém bem-intencionadas, tias. Contudo, quando Aurora descobre um segredo obscuro a respeito de seu passado, seu mundo inteiro vira de ponta-cabeça. Conseguirá Aurora salvar-se da maldição iminente? Ou um destino predeterminado selará o seu futuro?

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Estudante de Direito, 19 anos, mineira e cheia de “uai’s”, mora em Belo Horizonte e ama o universo literário.
  • Bruna Prata

    As histórias dos vilões sempre me encantou, desde quando eu era criança (apesar de sempre torcer pelas mocinhas) e sempre fico fascinada ao ver pela perspectiva de tais personagens negligenciados o seu ponto de vista. Não sei ao certo quem é minha vilã favorita, mas depois do filme de Malévola, tenho minhas dúvidas que ela tomou esse posto. Faz muito tempo que eu não leio contos infantis, e adorei essa publicação das edições americanas para o Brasil.

    • Ana Luiza Oliveira

      Oi Bruna!
      O filme é um amor! Ela tomou esse posto no meu <3 hahaha.
      Acho que somos tão acostumados com as maldades deles que antes (pelo menos eu) nunca tinha pensado na história por trás de cada um.
      Se for se aventurar, volta pra me contar o que achou!
      Beeeijo

  • Gabriela Souza

    Apesar de amar contos de fadas, acredito que eu não pegaria o livro para ler por já conhecer a história graças ao filme. Mas acho legal a ideia de conhecer mais os personagens com o livro. Beijos

    • Ana Luiza Oliveira

      Oi Gabriela!
      O filme é lindo, mas o livro ta tão amorzinho <3 Vale a pena! Hahaha
      Se for se aventurar, volta pra me contar o que achou!
      Beeeijo

  • cristiane dornelas

    Eu sou viciada em coisas de contos de fadas. Contos originais, contos que adaptaram, filmes, séries, novas histórias e recontagens…ah, eu piro nisso. E adorei esses livros que a universo vem lançando. Queria ler tudo!
    Mas essa é a primeira resenha que vejo desse livro aqui. E nossa, meu Deeeus, que vontade de ler! Pra ver se é tão legal quanto está parecendo ser. Até porque tenho um fraco por vilões. Ah, acabo gostando mais deles do que dos mocinhos porque na maioria das vezes são esses os personagens mais complexos e difíceis de entender, ao mesmo tempo que fico ali procurando como entendê-los. Acho interessante analisar as motivações e tudo o que os fez ser como são. E o legal dessa história é que parece acabar mostrando que até o ruim tem um lado bom e gentil escondido dentro de si.
    Enfim, acho que iria amar ler essa história ^^

    • Ana Luiza Oliveira

      Oi Cristiane!
      Que bom que te instigou haaha. Se você é tão apaixonada, vai por mim, não vai se arrepender.
      Acho que somos tão acostumados com as maldades deles que antes (pelo menos eu) nunca tinha pensado na história por trás de cada um. O filme é lindo <3
      Se for se aventurar, volta pra me contar o que achou!
      Beeeijo

  • Marta Izabel

    Oi!
    Adoro contos de fadas!! Achei o livro muito interessante. Ainda não li nenhum livro sobre o ponto de vista do vilão. A diagramação e as ilustrações ficaram lindas!
    Beijos

    • Ana Luiza Oliveira

      Oi Marta!
      Sim, ta um primor a edição <3
      Acho que somos tão acostumados com as maldades deles que antes (pelo menos eu) nunca tinha pensado na história por trás de cada um. O filme é lindo <3
      Se for se aventurar, volta pra me contar o que achou!
      Beeeijo

  • Eu adorei o filme de 2014! Não sabia que tinha um livro contado essa mesma história mas achei bem legal, sem falar que esse livro parece ser lindo por dentro.

    • Ana Luiza Oliveira

      Oi Rubyane!
      Fiquei sabendo do livro pouco tempo antes de ler, também já tinha visto o filme, é lindo né?! <3
      Da uma conferida e volta pra me contar o que achou!
      Beeeijo

  • Naiara Fidelis

    Eu adorei o filme, também acho incrível conhecer o lado dos vilões. E consequentemente fiquei curiosa para ler esta obra.

    • Ana Luiza Oliveira

      Oi Naiara!
      Acho que somos tão acostumados com as maldades deles que antes (pelo menos eu) nunca tinha pensado na história por trás de cada um. O filme é lindo <3
      Se for se aventurar, volta pra me contar o que achou!
      Beeeijo