Matéria Escura – Blake Crouch

Matéria Escura é uma ficção científica do autor Blake Crouch, lançado no Brasil em 2017 pela editora Intrínseca.

Sobre o Livro

Jason Dessen vive uma vida tranquila com sua mulher Débora, e o filho Charlie. Ele tinha tudo para ser um grande cientista, mas assim como a esposa, abriu mão de uma carreira mais audaciosa para se dedicar à família, já que Charlie teve alguns problemas de saúde em seu primeiro ano de vida.

Agora, um ex colega está recebendo um famoso prêmio e ele é obrigado a relembrar um futuro que não teve. Quando vai a um bar para parabenizar Ryan Holder por seu Paiva, ao tentar retornar para casa, sua vida muda completamente. Jason acorda em uma instituição estranha, cercado por pessoas desconhecidas que o chamam pelo nome e saúdam seu retorno. Aparentemente ele esteve “fora” por um certo período.

“Não me despeço. E o momento passa despercebido. O fim de tudo que conheço, tudo que amo.”

O problema é que ele não reconhece nada em sua vida, e tudo aquilo que tinha por certo não existe mais. Ele na verdade é um cientista brilhante, Daniela não é sua esposa e Charlie não existe. Afinal, quem é Jason e qual versão dessa história é realmente a sua?


Minha Opinião

Sabe aquele livro que te pega pela mão, te arrasta pra dentro da narrativa e você não consegue soltar até que esteja tudo terminado? Então, Matéria Escura é assim. Aliás, se você não é acostumado com o ficção científica, esse é um ótimo livro pra começar. Ele é magnético e complexo e, ao mesmo tempo, didático na forma de expor suas teorias e desdobramentos sem parecer que está fazendo isso. Você compreende tão facilmente as teias trançadas e enquanto isso sua cabeça está explodindo com uma quantidade enorme de especulações.

É uma leitura fluída, rápida, dinâmica. E ao mesmo tempo tem sempre muita coisa acontecendo. Por mais que haja confusão total, não é confuso. Está tudo ali, basta você ler. As peças vão se encaixando e a cada nova descoberta, a sensação de “blow my mind”. É um livro inteligente, não há como negar.

“A solução mais simples tende a ser a correta.”

Acho que uma das coisas que eu mais gosto é ver que o Jason que é apresentado em primeiro plano, que abriu mão da carreira, não é uma pessoa rancorosa e frustrada. Ele tem consciência que foi uma escolha sua e uma escolha certa e não fica culpando a família por isso. Sua realidade de felicidade seria bem diferente se por acaso esse simples detalhe fosse alterado. Ao invés do renomado cientista, ele é um simplório professor e um pai de família feliz. Porém, isso não significa que ele não pense sobre o assunto. Mas o faz com ciência das decisões que tomou. Daniela era uma artista e mantém a mesma vibe do marido. Está feliz com a vida que tem, sem esquecer quem poderia ter sido. Já Charlie é um bom garoto e dentre os três é o que menos temos informações.

Mas, de uma hora pra outra essa realidade vira algo duvidoso. Isso realmente existiu? Ele estava sonhando? Como é possível que tenha acordado em meio a pessoas que o conhecem tão bem, ansiavam por ele, como uma vida toda estranha ao seu redor e, mesmo assim, só ter lembranças de uma outra, completamente diferente?

A partir daí o jogo de teorias começa e nosso protagonista vai em busca de respostas. Aos poucos o leitor descobre mais e mais e cada vez em que acha que detém todo o conhecimento, uma nova informação é adicionada a mesa e precisamos realinhar nosso olhar sobre a história. E isso é realmente o que vai dando o tom. Por mais louco que certas coisas possam parecer, elas são apresentadas de forma a fazer sentido e serem “plausíveis”.

Com isso somos apresentados a alguns conceitos mais profundos, mas de forma bem fácil e leve. Não vou entrar em detalhes sobre isso, porque qualquer terminologia que eu jogue aqui, além do próprio título que detém seu significado, vou revelar fragmentos do que será encontrado em Matéria Escura e, de forma alguma, quero estragar essa experiência pra você.

O livro apenas não foi 5 estrelas pra mim pela forma como se encerra. Há uma cena que precede a final que soou um pouco fácil de mais de se resolver e que, para mim, pôs várias coisas em dúvida e perspectiva. Eu vinha acreditando em algo fielmente até algumas páginas, porém comecei a duvidar do que meu narrador estava me apresentando, e isso fez com que eu olhasse o livro com outros olhos e cogitasse situações onde o autor pode ter desejado ou não levar o leitor. De qualquer forma, há alguns pequenos detalhes que ficam em off, e a cena que leva ao final “real/oficial” é uma delas.

“Todos nós vivemos, dia após dia, totalmente alheios ao fato de que fazemos parte de uma realidade muito maior e mais estranha do que se pode imaginar.”

Porém, isso nem de longe tira o brilho da história e a sensação de euforia que o livro traz. É um daqueles em que queremos imediatamente conversar com alguém sobre e discutir as muitas teorias que vão surgindo. Há uma analogia com portas na história que é ótima e eu achei muito assertivo do autor expor dessa maneira.

A edição do livro é em capa dura e certamente vale o investimento, pois contém uma história incrível. Eu ainda não montei com certeza total minha lista das melhores leituras de 2017, mas Matéria Escura tem uma grande chance de figurar entre elas pelo envolvimento que me causou. Blake Crouch tem o dom de transformar algo complexo em simples e de fazer do simples algo incrível.

Se você gosta de ficção científica, a leitura é indispensável. Já se você é novato no gênero ou não teve experiências anteriores positivas por achar os livros difíceis, indico dar uma chance, pois realmente acredito que essa história pode agradar um número grande de leitores pela sua construção.

35estrelasb

MATÉRIA ESCURA

Autor: Blake Crouch

Editora: Intrínseca

Ano de publicação: 2017

Essas são as últimas palavras que Jason Dessen ouve antes de acordar num laboratório, preso a uma maca. Raptado por um homem mascarado, Jason é levado para uma usina abandonada e deixado inconsciente. Quando acorda, um estranho sorri para ele, dizendo: “Bem-vindo de volta, amigo.”
Neste novo mundo, Jason leva outra vida. Sua esposa não é sua esposa, seu filho nunca nasceu e, em vez de professor numa universidade mediana, ele é um gênio da física quântica que conseguiu um feito inimaginável. Algo impossível. Será que é este seu mundo, e o outro é apenas um sonho? E, se esta não for a vida que ele sempre levou, como voltar para sua família e tudo que ele conhece por realidade?

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.
  • Samuel

    Esse livro é simplesmente maravilhoso. Eu amo o gênero e a edição da intrínseca ficou muito bonita. Eu não cheguei a me incomodar com o final, achei até bom de mais. Curti muito o livro.

  • Pamela Liu

    Oi Tamirez.
    Fiquei com bastante vontade de ler esse livro. AMO ficção científica, seja em série, livros ou filmes.
    Acho a ideia de realidades alternativas bem interessante. Parece que o livro é sensacional, com personagens interessantes e desdobramentos que nos faz refletir.
    Enquanto eu estava vendo a sua vídeo resenha acabei me lembrando de um filme que vi faz pouco tempo: The thirteenth floor. É um filme um pouco mais antigo, mas é muito bom! O enredo lembra bastante esse livro.
    Já coloquei o livro na minha lista de desejados!
    Adorei a capa! É liiiinda! *-*
    Bjs

  • Thais M. Costa

    Estou com esse livro lindo aqui pra ler. A edicao esta um arraso e a historia de ficcao parece ser muito boa . Ja tinha ouvido outras pessoas falando muito bem dele, é o tipo de livro que me prende. Pena que o final nao foi o que vc esperava, vou ler pra ver se concordo rs.

  • Franciele Débora

    Olá! Tudo bem?
    Adorei a premissa do livro e adoro quando o livro te prende do inicio ao fim e que faz você ler o livro em um único dia. Fiquei curiosa pra saber como ele lida com a nova realidade, aonde ele não tem a família dele e o que ele sente a isso. Quero ler o livro quando tiver a oportunidade, pois adorei a trama que ele aborda.
    Beijos.

  • Ficção científica é um campo que me fascina e, ao mesmo tempo, me dá dor de cabeça xD
    Eu já li alguns livros do gênero, mas muitas vezes acabo dando um nó nas ideias e desisto de ler.
    A forma como você descreveu Matéria Escura me lembrou muito o sentimento que tive de “A Mulher do Viajante do Tempo”. Possivelmente são livros TOTALMENTE diferentes, mas se a vibe for a mesma, acho que vou gostar de ler esse.

  • Michelli Prado

    Ainda não conhecia o livro, mas tua resenha FAZ a gente necessitar o livro. Amo livros com temas “diferentes” e este ainda mais ficção cientifica, porque faz muito tempo que não leio nada do gênero. A edição é outro fator que me encantou demais!

  • Natália Costa

    Este livro está na minha whislist desde que vi resenha no geek freak.
    Me interessei muito e quero ler assim que puder! :)

  • Amanda Barreiro

    Estou bem ansiosa por esse livro desde que vi elogios logo no lançamento. Não tenho muita intimidade com ficção científica mas pretendo começar a ler mais esse gênero. Adoro essas histórias cheias de mind blow! rs
    Beijos.

  • rudynalvacorreiasoares

    Tamirez!
    O que achei fabuloso foi o autor pegar uma ideia que realmente existe no mundo da física, e transformá-la em um livro de ficção, originando os mundos paralelos. Misturou realidade com fantasia o que torna o livro mais crível.
    Sem contar com os questionamentos que o livro levanta, porque deve ser difícil ser tirado de sua vida e família e ir parar em outra dimensão sendo apenas um profissional bem sucedido.
    Pena que não gostou do final…
    Curiosa para fazer a leitura.
    cheirinhos
    Rudy

  • Samanta Samy

    Olá!
    Adorei a resenha!
    Já tinha visto esse livro, mas nunca li nada sobre.
    Me fez lembrar um pouco da série “Arquivo X”, o que já atiçou meu interesse.
    Abraços!

  • Leticia

    Essa ediçao é muito bonita mesmo! Sempre que via esse livro imaginava algo tipo Star Wars haha, mas gostei muito da proposta e pretendo lê-lo.

  • Naiara Fidelis

    Quero muito ler este livro desde a primeira vez que vi uma resenha dele.
    E lendo a sua resenha fiquei mais curiosa ainda, ainda mais por você ter falado que o livro pode estar na sua lista de melhores leituras do ano.

  • Camila Rezende

    Gostei da sinopse do livro e fiquei curiosa para conhecer mais da estória.
    Depois de ler a resenha me lembrei de um filme que eu assisti que a estória era muito parecida com esse livro so que meio que ao contrario.
    Assim que possível quero ler esse livro.

  • Gabriela Souza

    Oi, Tami! Coloquei esse livro na minha lista de leituras desde que tu comentou sobre ele em um dos teus vídeos. Adoro uma boa ficção, e essa obra parece realmente ser inteligente. Fiquei curiosa para obter as respostas. Beijos