#Medo 31: Doodlebug (1997) – Christopher Nolan

Doodlebug é um curta metragem do diretor e roteirista Christopher Nolan, lançado em 1997.

Em Doodlebug temos um homem aparentemente perturbado, segurando um sapato na mão e insistentemente tentando acertar alguma coisa que esta rastejando no chão.  Não saber o que é de início, cria um suspense psicológico que se torna bastante horrendo em sua revelação no últimos segundos de seus pouco mais de 2 minutos de duração.

Com uma imagem em preto e branco e antiquada, contamos também com cenas visuais, sem falas, apenas com um único som durante o curta inteiro, composto por David Julyan. De elenco, temos apenas Jaremy Theobald que interpreta muito bem o papel de um homem alucinado.

Foi interessante acompanhar o que uma alucinação pode causar á uma pessoa. O terror psicológico é claro e suas consequências assustadoras. Porém, o curta metragem já se inicia com o homem totalmente amedrontado com algo, mas não nos explica como ele chegou a esse nível de perturbação. Mas, todo o ar obsoleto das cenas deu toda a diferença em nos deixar também, amedrontados junto com o protagonista.

 

Colaboradora do Resenhando Sonhos.

25 anos, Técnica em Química e apaixonada por livros desde que me conheço por gente!