#Medo 31: White With Red (2013) – Brandon Christensen

White With Red é um curta metragem do diretor e roteirista Brandon Christensen, lançado em 2013.

Um homem chega em um hotel para passar a noite, e ao pagar sua hospedagem adiantado, e antes de seguir para seu quarto, ele é informado de que existe um quarto sem número na porta, o qual ele não deve chegar perto. Ele obedece, no entanto, ao deitar-se para dormir, ele escuta vozes no quarto que não deveria chegar perto e que por coincidência é ao lado do dele. O homem se levanta para ver o que é, mas subitamente as vozes param. É claro que a porta está trancada, e ao espiar pela fechadura ele vê uma mulher totalmente branca. Ele volta correndo para seu quarto e no dia seguinte, antes de seguir para a recepção, ele espia de novo e tudo o que vê é uma imensidão de vermelho.

O curta metragem é moderno, com cenas bastante chamativas em suas diversidade de cores. Com duração de pouco mais de 3 minutos, ele tem como elenco Robert Scott Howard, que interpreta muito bem o papel de um típico curioso que não cumpre com um simples pedido de não dar atenção à porta ao lado. E também temos Rusty Meyers como o típico atendente de hotel que não dá a mínima aos seus clientes.

Apesar de gostar da premissa de não faça tal coisa, e a pessoa mesmo assim faz e depois logicamente se arrepende, o curta não me causou medo. Talvez se fosse um filme, onde teríamos maior desenvolvimento da trama, e sons de suspense, funcionaria melhor comigo. Ainda assim, o pequeno filme teve uma boa encenação e os atores interpretaram muito bem seus papéis.

Colaboradora do Resenhando Sonhos.

25 anos, Técnica em Química e apaixonada por livros desde que me conheço por gente!