#medo31: Mamá (2008)

Mamá é um curta metragem de terror, dirigido por Andy Muschietti, lançado em 2008.

Em Mamá nós não temos uma historinha como normalmente temos em outros curtas, que apesar de extremamente curtos temos um início, meio e fim. Aqui caímos direto em uma cena, que muito parece ter sido arrancada do meio de uma cena de tensão de filme de terror, onde dois irmãos parecem fugir de sua mãe, que nada mais é do que um espírito demoníaco. Essa cena deu tão certo que fez com que Guillermo del Toro (A Forma da Água, O Labirinto do Fauno, Hellboy) chamasse Muschietti para transformar esse curta em um filme, que se manteve com o mesmo nome e fora lançado em 2013.

Uma boa produção de dois minutos e meio! As crianças estão surpreendendo nas atuações, e usar um elenco infantil pode ser um artifício bastante inteligente quando esses pequeninos são bons no que fazem. Boa trilha sonora, fotografia e ambientação são alguns critérios que eu considero básicos e primários para que um filme dê certo, porém, algo que não precisa ser uma obrigação mas que foi levado em consideração nesse curta, foram os efeitos visuais, que trouxe à história um gostinho a mais e isso em um filme de terror significa um medinho a mais e uns sustos, caso você seja uma pessoa que se assusta fácil.

Nem de longe Mamá vai ser o curta que mais vai lhe causar medo de todos os outros que você verá por aqui nesse mês de outubro. Embora eu reconheça toda a produção e prestígio que esse curta teve, ele não me deu medo, sequer me assustou. Acredito que para aquelas pessoas que se impressionam mais facilmente o curta proporcione um sentimento diferente, mas para os que estão acostumados com coisas piores, Mamá não fará nem cócegas.

Apaixonada por livros desde que me entendo por gente, me infiltrei aqui no Resenhando Sonhos para poder falar dessa paixão desenfreadamente (sem ser julgada).