#medo31: The Last Time I Saw Richard (2013)

The Last Time I Saw Richard é um curta metragem com direção de Nicholas Verso e foi lançado em 2013.

Jonah é um jovem perturbado. Ele vive em uma clínica de recuperação e não possui amigos. Ele faz questão de se manter afastado de todos e tenta ser o mais desagradável possível. No entanto, tudo isso muda quando ele ganha um novo colega de quarto. O jovem Richard passa a ser muito importante para ele e uma amizade começa a tomar forma, mas ele tem um bom motivo para estar lá.

Esse foi o maior curta metragem que vi, contando com 22 minutos e doze segundos. E também foi o que mais teve diálogos. A história apresenta uma narrativa sombria e usa tons de cores que reforçam essa sensação de enclausuramento e tristeza. Que acredito retratarem perfeitamente o lugar e o sentimento dos seus habitantes. Também foi o curta que me deixou com mais medo. Nos lembrando que o suspense assusta muito mais que vísceras e sangue.

Muito mais que apenas cenas significativas, aqui temos diálogos que ajudam a construir a narrativa. Percebemos logo no começo que os dois jovens possuem problemas, cada um precisa lidar com os seus próprios demônios. Entretanto, ao mesmo em que eles procuram afastar os outros dos seus problemas, eles acabam encontrando apoio entre si. Duas almas sofridas que buscam alento e uma forma de fugir daquilo que os atormenta. Cada noite de sono é um problema para eles. Sejam por pesadelos ou companhias indesejadas. Além de todo o suspense, também teremos um drama e um pouco de romance. Esse foi dos curtas mais completamentos e também meu preferido. E você? O que achou dele? Será que sentiu tanto medo quanto eu?

 

 

É colaboradora do Resenhando Sonhos.
Natural de São Sepé, atualmente morando em Santa Maria.
Formada em Gestão da TI pela URCAMP e cursando Produção Editorial na UFSM.
Apaixonada por livros, Johnny Cash e cachorros.