A Menina Que Não Acredita em Milagres – Wendy Wunder

A Menina Que Não Acredita em Milagres é o livro de estreia da autora americana Wendy Wunder, publicado aqui no Brasil em 2017 pela editora Novo Conceito.

SOBRE O LIVRO

Você acredita em milagres? A jovem protagonista dessa história não, pra ela, tudo na vida tem sua lógica. Campbell Maria Cooper é uma garota de 17 anos com câncer terminal. Ela recebera a notícia dos médicos que provavelmente não chegaria aos 18 anos, só se ocorresse um milagre. Porém, ela é totalmente descrente a qualquer tipo de religião.

Cam evita falar com as pessoas sobre esses assuntos polêmicos, entende que cada um busca o melhor pra si, e por isso, ela aceita o fato que tem pouco tempo de vida. Ela quer aproveitar ao máximo esse tempo que lhe resta. Porém, a mãe e a irmã de Cam são pessoas que possuem muita fé, aquela fé no impossível, que de alguma maneira, o câncer irá desaparecer do seu corpo. Elas então convencem-na de ir para uma cidadezinha no Maine, chamada Promise, que é conhecida como “A Cidade dos Milagres”.

“A ciência não é suficiente agora, sopa Campbell. O que você precisa é de um milagre.”

Apesar de não acreditar nem um pouco em uma possível melhora do seu estágio avançado de câncer, Cam resolve ir e realmente aproveitar cada dia como se fosse o último. Será que a jovem irá presenciar um milagre? E esse milagre será a salvação de sua vida?


MINHA OPINIÃO

Esse sub gênero de livros chamado “sick-lit” sempre me agradou bastante. Gosto muito de me emocionar e presenciar histórias que realmente poderiam ser verdadeiras, e foi isso que eu senti lendo A garota que não acredita em milagres. Primeiro, o que me conquistou foi essa capa linda, achei que a editora caprichou na diagramação, ficou tudo bem bonito.

Cam é uma personagem incrível e forte. Ela já tivera sua vida abalada uma vez com a perda de alguém muito importante em sua vida, e isso só fez ela ficar menos crente que milagres acontecem na vida das pessoas. Ao sair do hospital, após receber aquela terrível notícia, que provavelmente não chegaria nem aos tão sonhados 18 anos, ela só quer aproveitar ao máximo cada segundo. Sair por aí, comendo muitas bobageiras sem parar ou se preocupar, mas é ai que ela encontra algo que não via há algum tempo, a chamada “Lista do Flamingo”.

“Se você acreditava que os pensamentos eram energia e energia é matéria (E=mc²), e a matéria aparece, então uma pessoa nunca pode realmente deixar você, a menos que você pare de pensar nela.”

A Lista do Flamingo foi uma obrigação que ela tivera que fazer em um acampamento, junto com Lilly, sua melhor amiga que também enfrentava o câncer. Lá continham todos os desejos dela. Pronto, ela vê que essa é a hora dela começar a riscar alguns itens, afinal, seu tempo está acabando.

Um ponto bastante emocionante do livro é como a mãe de Cam, Alicia, não desiste em um só segundo da vida da filha. Imagino o quão sofrido deve ser para uma mãe e pai ver seu filho sofrendo com inúmeras sessões de quimioterapia, pra não ter dado certo, pra ele receber uma verdadeira sentença de morte. Esses pais devem ser muito fortes, pois no caso do livro, Cam tem uma irmã mais nova, Perry, que precisa de cuidados como uma pré adolescente normal de 11 anos, porém, ela nunca foi egoísta e sempre entendeu tudo o que a irmã estava passando naquele momento.

Quando elas desembarcam em Promise, alguma coisa já muda no ambiente. Alicia sente isso e vê sua filha animada com tanta novidade, apesar de que Cam queira parecer brava em certas partes da história só pra fazer pirraça. E é ai que conhecemos um personagem que dará mais luz à vida da nossa protagonista. Asher é capitão do time de futebol do colégio, popular e desejado pelas garotas, porém, algo o incomoda bastante, o que faz que ele não seja completamente feliz. Ele acredita tanto ma magia daquela cidade que tem medo de ir embora, e que tudo realmente não passasse de mágica. Quando se conhecem melhor, um vê como o outro o completa e é ai que eles se apaixonam. Esse amor mostra para Cam, que nem sempre aquele milagre que esperamos vêm da forma que imaginamos.

O livro me emocionou bastante, apesar de ser bastante bem humorado em diversas partes. Tirei muitas coisas importantes dessa história, como o amor de Alicia por Cam e sua luta interminável para a recuperação da filha. Adorei ver a protagonista da história não sendo dramática por estar doente, tentando levar a vida como uma adolescente comum. Apesar de tudo que enfrentou na vida, Cam consegue ser feliz, e já aceitou o fato que talvez, amanhã ela não esteja mais viva, e por isso, aproveita as melhores coisas da vida, e mostrou que é sempre importante demonstrar o amor que sentimos por aqueles que nós amamos.

A Garota Que Não Acredita em Milagres é uma boa pedida para os fãs do gênero ou para os leitores que buscam se emocionar com histórias tocantes e cheias de momentos bonitinhos. Cam é uma personagem inspiradora e que tem um pouco de coisas a nos ensinar.

A MENINA QUE NÃO ACREDITA EM MILAGRES

Autor: Wendy WundeRr

Editora: Novo Conceito

Ano de publicação: 2017

Campbell tem 17 anos. Ela não acredita em Deus. Muito menos em milagres
Cam sabe que tem pouco tempo de vida, por isso quer viver intensamente e fazer tudo o que nunca fez, no tempo que lhe resta. Mas a mãe de Cam não aceita o fato de perder a filha, assim, ela a convence a fazer uma viagem com ela e a irmã para Promise um lugar conhecido por seus acontecimentos miraculosos. Em Promise, Cam se depara com eventos inacreditáveis, e, também, com o primeiro amor. Lá encontra, finalmente, o que estava procurando mesmo sem saber. Será que ela mudará de ideia em relação à probabilidade de milagres? “A Menina que não Acredita em Milagres” vai fazer você rir, chorar e repensar sua conduta de vida.

 

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Nascida no interior Paulista, futura cientista da computação, se apaixonou por literatura quando conheceu o bruxo Harry Potter e o vampiro Edward Cullen. Adora ir no cinema e assistir séries em dias chuvosos.
  • Márcia Saltão

    Olá.
    Excelente resenha. A dica está anotada, apesar de não ser muito meu estilo de leitura.
    Mas quem sabe uma hora dessas, se surgir uma oportunidade, venha a conferir.
    Com certeza o livro tem uma história bem emocionante.
    Obrigada. Beijos.

  • Lara Caroline

    Oi Érika, tudo bem?
    Eu até hoje nunca tinha reparado que tinham flamingos na capa, que coisa mais fofinha. Eu não curto muito estórias com tanto drama, acho que minha vida já tem bastante rsrsrs, mas achei bem linda a estória de A Menina que Não Acredita em Milagres, as vezes é preciso que tenhamos um olhar diferente para nossa vida.
    Adorei a dica.
    Beijos

  • rudynalvacorreiasoares

    Érika!
    Acredito que o ponto principal do livro é justamente a mudança da postura da protagonista que não acreditava em milagres, mas teve a chance de poder viver de forma intensa os últimos momentos que tinha e também saber que o amor e amizade são fotificantes.
    Bom final de semana!
    “Saber envelhecer é a grande sabedoria da vida.” (Henri Amiel)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

  • Bruna Prata

    Adoro livros com um ótimo teor dramático que me façam chorar. Fico extasiada quando a trama consegue tirar tantas emoções de mim.
    Achei esse livro uma fofura, adoraria poder lê-lo.

  • Nayane Evylle

    Gosto de dramas e esse é uma drama que meu lembrou o filme Uma Prova de Amor em algumas partes.
    Tenho visto resenhas positivas sobre o livro.

    Gostei da Cam e da personalidade dela frente ao problema. Da relação dela com a família e a irmã.
    Claro que tem que ter romance e isso não me pareceu muito forçado. Me lembrou o filme Um AMor Para Recordar nessa parte.
    Pretendo ler em breve.
    Até mais, Érika ;)

  • Natália Costa

    Nem sabia que existia este gênero literário!!! Dramas com toques reais são sempre ótimos né!
    A capa é bem interessante!

  • Marta Izabel

    Oi, Erika!!
    Adorei a resenha do livro e já estou de olho nesse livro a algum tempo, mas ainda não consegui!! Mas amei a indicação!!
    Beijoss

  • Isabela Carvalho

    Oi Erika ;)
    Adorei sua resenha, me deixou com mais vontade ainda de ler o livro, ainda mais com você favoritando!
    Gosto muito do gênero sicklit, e já tinha visto resenhas positivas.
    Que bom que a personagem é forte e determinada, e o livro parece emocionante mesmo!
    Como gosto de me emocionar com histórias assim, acho que vou amar o livro S2
    Bjos

  • Natalí Marques

    Olá!
    Ainda não conhecia o livro, mas a capa e premissa estão muito boas!
    Também gosto muito desse gênero literário e de saber que o que estou lendo poderia ser verdade. Gosto quando o autor consegue passar essa veracidade para nós.
    Gostei muito dos seus comentários, você conseguiu passar realmente o que sentiu lendo e o quanto gostou do livro.
    Vou adicionar na listinha de desejados <3
    Beijos

  • Cássia Lessa

    Oi Erika! Esse livro parece ter uma história linda, pena que ultimamente não estou com o psicológico adequado para ler essas histórias que normalmente emocionam, mas fiquei bem interessada!

    aboutbooksandmore.blogspot.com.br

  • Andressa Alves

    Ooi Erika, tudo bem??
    Nossa esse livro parece ser maravilhoso e a sua resenha foi perfeita.
    Achei a capa incrivelmente bela, um dos gêneros que mais gosto ♥
    Apesar de ter escutado muitos comentários negativos, esse com certeza é um livro que eu adoraria ler, mesmo já sabendo o final…
    E nossa essa coisa do protagonista não ficar fazendo drama por causa da doença, aceitar e levar a vida como se cada dia fosse o seu ultimo dia de vida, ajuda muito a leitura fluir.

  • Micheli Pegoraro

    Oi Erika,
    Quero muito ler esse livro, sempre busco ler livros desse gênero e a premissa me chamou bastante a atenção.
    Adoro livros que trazem uma história emocionante onde aprendemos e crescemos junto com os personagens, por ser um sick-lit já dá para prever que será uma história inspiradora, tocante e bem reflexiva. Esse é o tipo de livro que vai te conquistando aos poucos, com uma protagonista cética que ao longo da narrativa irá reconhecer a importância de valorizar coisas simples e singelas. Parece ser uma história linda que traz lições sobre família, amizade e aceitação.
    Beijos

  • Carol

    Oie! Que bom que voce gostou e se emocionou tanto com este livro, adoro leituras que realmente nos tocam. Realmente parece ser uma boa historia, obg pela dica ;)

  • Nara Brasil do Amaral

    Também adoro livros desse gênero, assim como os filmes. Também achei que a capa do livro está maravilhosa e bem chamativa, a editora está de parabéns!! Falando da história, adorei que irá ter romance entre Cam e Asher, ainda mais quando os dois tem crenças opostas quando se trata de milagres. É bom que a autora tenha retratado disso, não só do romance, mas também do amor da família, que as vezes quando nem nós acreditamos, a mãe sempre está ali para sustentar os filhos em qualquer situação.

  • Vitória Silva

    Amo livros assim e o título me chamou muito a atenção, estou muito curiosa pra ver se essa história é boa