fbpx

Minha Julieta – Leisa Rayven

Minha Julieta é da autora Leisa Rayven e é continuação de Meu Romeu, ambos publicados aqui no Brasil em 2015 pela Globo Alt, selo jovem da Globo Livros.

SOBRE O LIVRO

*Essa resenha contém spoiler do primeiro livro, Meu Romeu

Em Meu Romeu conhecemos a Cassie e o Ethan e um pouco da história de como o amor deles foi criado e destruído. Entre capítulos nos dias atuais e capítulos datados de seis anos atrás, quando eles se conheceram, começamos a entender porque é tão difícil para Cassie aceitar Holt de volta, mesmo ainda o amando.

Após alguns meses ensaiando com a amada, Ethan finalmente parece estar chegando perto de reconquistá-la, ao mesmo tempo em que no passado acabamos de ver ele se afastando dela de forma bruta, desaparecendo na manhã em que finalmente transaram. Será que é esse o motivo pelo qual Cassie é tão traumatizada ou será que a história continua e vamos descobrir mais coisas que Ethan aprontou?

“O primeiro soluço dói tanto que chego a achar que me machuquei de verdade. O segundo não é melhor. Então, tudo o que eu sou é dor, e lágrimas, e erros, e quando enfio o rosto no meu travesseiro, tudo que sinto é o perfume do homem responsável por isso.”

Nesse segundo livro vamos seguir viajando entre esses dois tempos e acompanhando a evolução desse amor que parece estar fadado a ser vivido apenas nos palcos, interpretando Romeu e Julieta.


Capa e Edição

Eu recebi a edição de prova do exemplar, portanto não posso afirmar com toda certeza ainda como está versão final, porém já na prova vi um ótimo trabalho da Globo Livros e praticamente nenhum erro de revisão. Minha Julieta está com a mesma cara gráfica interna de Meu Romeu e a diagramação é super bonitinha.

A capa é a inversão de Meu Romeu e temos a imagem que antes era contra capa trazida para o foco principal, continuando a ilustrar a atração dos dois protagonistas, o que super casa com a proposta do livro, especialmente levando em consideração os títulos.

20151104_153904


Minha opinião

Só tenho amor para compartilhar sobre esse livro, só amor <3. Pra quem viu por aqui a resenha de Meu Romeu sabe que foi um tiro no escuro, uma tentativa de quebrar um preconceito e foi uma tentativa super bem sucedida. Como eu andava de pé atrás com livros que continham erotismo desde Cinquenta Tons de Cinza, resolvi solicitar Meu Romeu pra dar uma chance. Depois de 400 páginas e um milhão de sentimentos misturados, o livro ganhou um espaço super querido no meu coração.

Tendo notado isso na resenha, a editora entrou em contato em outubro para enviar a prova adiantada de Minha Julieta, que só seria lançada em 4 de novembro. É claro que eu aceitei, pois estava super ansiosa para saber a continuidade da história, que acabou em um momento crítico tanto no presente como no passado.

QUOTESminhajuliera

Em Minha Julieta a história segue exatamente do ponto onde parou, e a montanha russa de sentimentos continua assombrando o leitor e não deixa o coração tranquilo em nenhum momento do livro, que é leve, fluído e super divertido. E como eu me diverti. Dei altas risadas e tive vontade de sacudir os personagens em vários momentos, assim como em outros queria abraçá-los e dizer que tudo ia ficar bem.

Uma das coisas mais interessantes nesse livro foi ver o quanto eles mudaram ao longo desses seis anos. Descobrir, claramente, o quanto esse relacionamento danificou a Cassie a ponto de ela praticamente soterrar sua verdadeira personalidade em medo e receio de se envolver foi algo bastante tocante e relevante pra história. Enquanto temos Ethan aberto, disposto a expor seus sentimentos e o que fica para o leitor é que eles tiveram efeitos tão diferentes um no outro, que é como se tivessem mudado de personalidade. O amor e a perda agiram de forma diferente em cada um deles.

20151104_153805

Acho que uma das coisas mais bacanas sobre essa história construída por Leisa Rayven é a forma como ela fala com a gente. Não necessariamente faz com que relacionemos a narrativa com nossa vida, mas desperta em nós sentimentos e emoções que vão aos extremos. Como falei na resenha de Meu Romeu, esse é um livro onde torcemos para os personagens terem um final feliz e isso não necessariamente precisa envolver ambos ficarem juntos no final. Se apaixonar por Cassie e Ethan é torcer pela felicidade e pelo amor, pelo perdão e pela mudança.

Para aqueles que são críticos com erotismo, deixo aqui minhas considerações: percebi que o desconforto que alguns tem com relação ao gênero – e que foi o meu caso – vem das experiências, da índole e do pudor. Nunca me sentirei bem lendo um livro que violente a mulher ou force alguma coisa, independente do gênero. Porém, quando esse elemento é introduzido de forma leve e concisa, o leitor se identifica, pois aquilo talvez faça parte da sua vida e é algo que não é necessário ter vergonha. Sexo ainda é um tabu, infelizmente. Entretanto, na literatura temos a oportunidade de abrir nossa mente para coisas que as vezes não temos tanta afinidade ou coragem na vida real. Não se censure por isso. Até porque, Meu Romeu e Minha Julieta são, antes do erótico, livros New Adult e de Romance.

Enfim, se você como eu já leu Meu Romeu e está louca pela continuação dessa história, pode ir sem medo, porque minha Julieta é ainda melhor que o primeiro livro e vai te fazer sentir um turbilhão de emoções, e se apaixonar ainda mais pelos personagens e pela narrativa maravilhosa da Leisa Rayven. Agora fica a ansiedade para novos lançamento da autora, que com toda certeza vou querer conferir ;)

MINHA JULIETA

Autor: Leisa Rayven

Editora: Globo Alt

Ano de publicação: 2016

Talentoso e sedutor, Ethan Holt conquistou o coração de Cassie Taylor quando os dois eram apenas estudantes de teatro. O namoro não deu certo e anos depois, os dois se reencontraram como estrelas de uma peça na Broadway. O que parecia a grande chance para a carreira de Cassie, se revelou um turbulento reencontro com o seu primeiro amor. Para Ethan, era a chance de admitir seus erros e pedir por mais uma chance. Minha Julieta traz o desfecho da apaixonante história que conquistou as leitoras brasileiras.
Quando Ethan aparece em sua porta pedindo perdão, Cassie se vê dividida. Ela não conseguiu esquecê-lo e a atração entre os dois ainda é explosiva. No entanto, as lembranças do término doloroso da química entre eles ainda a assombram. Consciente de como sua covardia o afastou da felicidade, Ethan está disposto a tudo para mostrar que é um novo homem, pronto para viver um grande amor.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.