Nimona – Noelle Stevenson

Nimona é um quadrinho da autora Noelle Stevenson, publicado em 2016 pela editora Intrínseca.

Sobre o Livro

Nimona quer ser uma vilã, mas ela é uma menina. É também um gato, um tubarão e tudo aquilo o que ela quiser. Pra alcançar seu objetivo ela vai se juntar como comparsa ao seu ídolo, o vilão-com-escrúpulos Ballister Coração-Negro. Mas Ballister não é tão vilão assim e é um cara que vive sob regras.

“Ser vilão não é justamente ir contra as regras?”

20170326_125121

E como o grande herói Ouropelvis aqui também não é exatamente um herói, as linhas ficam um pouco turvas. O que sabemos é que existe maldade onde não deveria existir, e a Instituição de Heroísmo & Manutenção da Ordem tem sua parte na culpa.

Nimona é uma anti-heroína, corajosa, profunda e com muita vontade de ver as coisas acontecerem, e o circo pegar fogo. Às vezes até demais. Se Ballister não está disposto, ela nem espera pra ver, já está aprontando. Ela tem pavio curto e é desbocada, mas não pode viver com uma injustiça, principalmente se for contra Coração-Negro.

E, nesse mix de bondade e maldade onde é difícil achar o limite entre uma coisa e outra, talvez sejam os vilões que tenham que salvar a todos.


Minha Opinião

Quando Nimona chegou ao Brasil eu comecei a ficar empolgada desde a primeira crítica positiva que saiu. Eu adoro anti-heróis e a proposta da menina que gostaria de ser uma me fisgou. Porém, acabei demorando um tempo para pegar a leitura, pois a edição estava sempre cara nas livrarias.

A história é um quadrinho em 260 páginas que vai nos encantar do início ao fim. Nimona é uma personagem adorável. Não porque ela seja boazinha, bem pelo contrário, ela quer mesmo é aprontar. A garota é decidida, corajosa, destemida, sem papas na língua, com problemas para obedecer e com uma admiração enorme pelo seu ídolo, o vilão.

É claro que Coração-Negro não vai por muita fé logo de início, afinal ela é só uma criança. A questão é que ela não é. Nimona é uma metamorfa e pode se transformar no que ela quiser, desde que seja algo animado. E tudo aqui acaba virando um mistério, pois Nimona tem um passado e algo sombrio também a atormenta.

“Somos vilões! Às vezes os vilões matam algumas pessoas!”

20170326_125045

Esse não é um quadrinho apenas sobre vilões e heróis, é também uma história sobre magia, ciência e humanidade. Os personagens tem vidas e seus anseios se aproximam tanto da realidade que às vezes nos esquecemos que estamos lendo um livro com fantasia. O controle da mídia, a manipulação da audiência, a vilanização, o bem versus mal, situações de abuso e muito mais tópicos são abordados aqui de forma natural, sem forçar a barra ou parecer desprendido da história.

O quadrinho começa de uma forma e termina sendo sobre algo muito maior e que foge do nosso controle. Tudo isso sendo conduzido pela protagonista irreverente, ácida e bastante atípica, que é Nimona. Numa época onde o protagonismo feminino dentro dos livros vem crescendo, encontrar essa personagem é um presente. Temos poucas “vilãs” como Nimona nas histórias. Personagens que flutuam no limiar do querer e do ser e que tem bagagem pra carregar o peso da responsabilidade.

Mas ela não é só força e coragem, há sensibilidade e fragilidade, e é isso que a torna tão próxima do leitor. O mesmo vale para os outros personagens, que também tem várias facetas a apresentar. Depois de um tempo na companhia de Ballister, entendemos porque esse vilão injustiçado conquistou a menina, pois ele também vai nos conquistar.

Quadrinhos costumam ser uma leitura rápida e cara. Sei que muita gente não se aventura por causa disso, não acreditam que o investimento valha a pena. Posso dizer com certa propriedade, pois sei que esse era o meu caso até o começo do ano passado, quando passei a me aventurar por hqs e mangás. Mas se vocês levam minha opinião em consideração, acreditem que Nimona vale super o investimento e vai deixar você ansioso por conhecer mais sobre a menina e suas aventuras.

20170326_125139

20170326_125215

O traço de Noelle é muito bonito e descontraído. É um modelo meio cartoon e as ilustrações são sempre muito coloridas. A edição da Intrínseca está bem caprichada, mas o livro ficou um pouco pesado e acho que valia a pena ter rolado uma encadernação em capa dura.

Nimona é uma história fechada, mas deixa algumas brechas para ter continuação e proporcionar o leitor mais momentos ao lado da garota. Não sei se vai acontecer, mas torço para que sim. Ela ensinou tanto nas poucas páginas, que tenho certeza que ainda tem muito o que nos passar através de seus atos imprudentes e cheios de coragem.

NIMONA

Autor: Neolle Stevenson

Editora: Intrínseca

Ano de publicação: 2016

Nimona é uma metamorfa sem limites nem papas na língua, cujo maior sonho é ser comparsa de Lorde Ballister Coração-Negro, o maior vilão que já existiu. Mas ela não sabia que seu herói possuía escrúpulos. Menos ainda uma deliberada missão.
Até conhecer Nimona, Ballister fazia planos que jamais davam certo. Felizmente, a garota tem muitas sugestões para reverter esse quadro. Infelizmente, a maioria envolve explosões, sangue e mortes. Agora, Coração-Negro não só tem que enfrentar seu arqui-inimigo e ex-amigo, o célebre e heroico Sir Ambrosius Ouropelvis, mas também impedir que a fiel comparsa destrua todo o reino ao tentar ajudá-lo.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.

  • Carolina Santos

    Achei esse livro tão lindo que eu acabei comprando o mesmo sem saber sobre o que era e acabei me surpreendendo vendo como é tão linda tanto a história quanto a diagramação e os quadrinhos do livro é simplesmente incrível