O Ar Que Ele Respira – Brittainy C. Cherry

O Ar Que Ele Respira é o primeiro livro da série Elements escrita pela autora americana Brittainy C. Cherry e lançado aqui no Brasil em 2016 pela editora Record.

resenha1

SOBRE O LIVRO

Nesse primeiro livro, a história de Elizabeth e Tristan Cole é apresentada e junto com ela a tragédia que cerca suas vidas. Tristan estava para ter o melhor momento de já viveu, finalmente conseguira o contato de alguns empresários de NY que estavam dispostos a investir em seu negócio de mobília artesanal. Mas, quando ele saiu de casa pra viajar até lá para uma reunião, ele não esperava que sua vida iria mudar tanto, fazendo tudo desabar.

Elizabeth, ou apenas Lizzie não estava preparada para voltar à Meadows Creek, o lugar que ela costumava chamar de lar. Depois de um terrível acidente que levou à morte de seu marido Steven, ela e sua filha, a pequena Emma, elas passaram uma temporada morando com sua mãe. Porém, aquele lugar não era nem um pouco saudável para sua filha. A mãe de Liz sofrera com a mesma dor que a filha, pois havia perdido seu marido hà anos e nunca conseguiu superar a dor, mas tentava amenizar ficando com vários homens, e com isso surgiam muitas fofocas. Lizzie com medo de ficar igual a mãe resolve voltar para a cidade, e isso faz todas as lembranças de seu marido virem à tona.

“Nenhuma alma gêmea deixa esse mundo sozinha. Ela sempre leva consigo um pedaço de sua outra metade.”

Ao retornar ela conhece o amargurado Tristan. Ele é conhecido como o esquisito da cidade, o anti-social que nunca dirigiu a palavra a ninguém. Além de não se barbear, ele não apara os fios do cabelo e vive andando descalço por aí, sem se importar com a dor que isso proporciona em seus pés. E não há ninguém que saiba da sua história, do porque que ele não cuida de sua aparência, ou é sempre tão rude e grosso com as pessoas. Com isso, Lizzie fica levemente interessada em saber mais sobre o novo vizinho, pois ela se vê um pouco nele, e sabe que duas pessoas quebradas podem se unir para conseguir reparar um pouco da dor, e que sabe ter um novo recomeço.

MINHA OPINIÃO

New adult vem se tornando cada vez mais um dos meus gêneros literários favoritos, e com certeza esse livro ajudou um pouquinho nisso. A edição é muito bonita, narrado em primeira pessoa, intercalando entre os dois personagens principais. Brittainy tem uma escrita muito fluída e transparente em relação aos sentimentos de seus protagonistas, isso nos faz sentir mais pertinho deles. A diagramação está ótima e não encontrei nenhum erro que atrapalhasse a leitura.

resenha2

O Ar Que Ele Respira é um livro de tirar o fôlego desde o primeiro capítulo. Como duas pessoas destruídas poderiam voltar a ter um bom motivo para viver? Quem sabe um novo grande amor? Elizabeth é uma mulher que tenta se manter forte por causa da filha, e é verdade que ela só está de pé graças à pequena Emma, que a mantém viva. Ao retornar a cidade, ela vê que tudo está do mesmo jeito, há as mesmas lojas, sua casa está a mesma coisa, com exceção de algo muito importante: Steven não está mais lá.

Já Tristan foi parar em Meadows Creek para que pudesse fugir um pouco de seu passado, mesmo ele o corroendo por dentro. Após o acidente que levou sua esposa e filho, ele encheu sua vida de amargura e se fechou para o mundo. Ele se culpa por não ter estado com eles nos momentos finais, e se cerca de questionamentos sobre como as coisas poderiam ter sido de ele não tivesse viajado a negócios. Tudo isso faz com que ele não consiga seguir em frente. Mas o destino coloca Lizzie em seu caminho, que de primeiro momento o irritou bastante com sua persistência em querer ser legal com ele.

Gostei muito do tema principal desse livro. A autora soube muito bem mostrar como as pessoas agem de formas diferentes diante do luto. A mãe da Lizzie se transformou em uma mulher vulgar e sem sentimentos, coisa que ela nunca foi quando seu marido estava vivo. Tristan se tornou um homem solitário e frio, já que sua família foi tirada de uma forma tão bruta e cruel de seus braços. Confesso que em algumas páginas eu me sentia mal por ele, toda dor e culpa foram transmitidas pelas palavras escritas por Brittainy e me emocionaram de verdade.

Duas personagens secundárias que eu gostei bastante foram a pequena Emma e Faye, a melhor amiga de Lizzie. Ambas trouxeram um ar mais leve para o livro que é tão cheio de emoções fortes.

Como que Elizabeth e Tristan irão encontrar um novo começo se a todo momento um turbilhão de sentimentos como saudade e culpa os rodeiam? Esse livro me permitiu sonhar por um final feliz para esses dois personagens tão abalados.

“As pessoas falam muito e se atrevem a dar conselhos sobre como superar o luto. Elas dizem que você não deve namorar por anos, que deve esperar o tempo passar, mas a verdade é que não existe tempo para o amor. A única coisa que importa para o amor é a batida do seu coração. Se você ama, não deixe isso te atrapalhar. Apenas se permita sentir novamente.”

O ar que ele respira é tão real em seus sentimentos que o fez ser uma das minhas melhores leituras do ano. É um livro que fala de amor em sua pior forma, quando sentimos medo de esquecer a pessoa amada e também fala do amor em sua melhor forma, quando ele é usado para ajudar a superar as dores do passado. A série Elements terão quatro livros (ar, fogo, água e terra) e o segundo (The fire between High & Lo) ainda não tem data prevista para o lançamento aqui no Brasil. Recomendo a leitura para todos amantes do gênero, e também para aqueles que adoram um bom drama.

5estrelas01

resenha3

O novo romance da autora de Sr. Daniels.
Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.

 

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Nascida no interior Paulista, futura cientista da computação, se apaixonou por literatura quando conheceu o bruxo Harry Potter e o vampiro Edward Cullen. Adora ir no cinema e assistir séries em dias chuvosos.
  • Bárbara Branco

    Eu gostei tanto da resenha!! Fiquei com uma vontade muito grande de ler o livro e, como vou para a bienal em breve, provavelmente vou comprá-lo. Adoro new adults e estou animada para conhecer estes personagens!

  • Ilana Rafaely

    Curti muito a escrita dessa autora em Sr. Daniels e fiquei louca por esse desde que falaram do lançamento dele aqui. Gosto de ler livros que personagens passam por um trauma e precisam ”voltar a viver”, sabe ???? Quero muito ver como vai ser essa interação entre Elizabeth e Tristan, e já vi em outras resenhas que a Emma é muito fofa. NA é um dos meus gêneros favoritos estou ansiosa para poder ler esse

  • Lara Caroline

    Olá!
    Participo de um grupo de livros no Facebook e as pessoas postam sobre este livro quase todos os dias, fiquei muito curiosa, mas ainda não tinha ido procurar uma resenha, Adorei e estória e a sua resenha está incrível. Já está na lista de desejados com certeza.

  • Bruna Prata

    Conheci esse livro recentemente, ele tem vários fatores que não me chama atenção, como a capa, sinopse, titulo… enfim, mesmo assim resolvi dar uma chance.
    Sua resenha foi bastante esclarecedora, pois no momento não preciso de um livro que me tire do chão ou que afete o meu emocional, mas quando precisar, já sei qual será a escolha!

  • Daiele

    Eu simplesmente amei esse livro, atingiu todas as minhas expectativas. Ja conhecia a autora atraves de Sr. Daniels, que ganhou meu coração no ano passado. Mas confesso que esse novo livro dela, conseguiu ser melhor em quesito escrita e maturidade. Adorei, pq temos personagens mais “velhos” diferente de Sr. Daniels, sendo assim, esses personagens têm experiências na vida, e achei uma historia muito emocionante e de tirar o fôlego! Com esse livro, a gente entende um pouco que não se deve julgar as pessoas pela forma como elas aparentam ser, pq por trás de uma aparencia, existe uma realidade que ngm é capaz de compreender se não estiver passando por isso. Britaine é uma escritora maravilhosa e eu com certeza lerei tudo o que essa mulher escrever ♥

  • viviane baptista

    Eu estava com um pé atras para ler esse livro nada nele me interessava mas depois de tanta insistência de uma amiga resolvi pega-lo para ler e ele me surpreendeu em muitos aspectos principalmente no drama todo envolto na historia.

  • ADRIANA HOLANDA TAVARES

    Apesar de não ter o costume de ler livros nesse estilo, eu confesso que eu leria. Se seria o melhor livro? Acho que não. Pelo o que eu li, a história não tem nada de UAAAAU (ou estou redondamente enganada?). Adorei saber que a escrita é boa, os personagens são ótimos e a história não é arrastada! Você passou muita emoção nessa resenha e isso conta muito para mim!

  • Josiane

    Toda vez que vejo essa capa, sou eu que fico sem ar. A sinopse é encantadora. Ao ler a resenha fiquei ainda mais ansiosa pra comprar.