O Príncipe de Westeros e Outras Histórias

O Príncipe de Westeros e Outras Histórias é um relançamento da editora Arqueiro em 2016. O livro saiu primeiramente pela Saída de Emergência em 2015, e é uma antologia de contos que reúne grandes nomes da literatura mundial.

20160715_161136

Um belo dia nosso querido George R. R. Martin estava entediado de tanto não escrever Os Ventos de Inverno e resolveu convidar um bando de autores para escreverem contos que envolvessem uma tema comum: canalhas. Cada um dos contos que compõem esse livro tem esse elemento que os une, um personagem que gosta de passar as pessoas pra trás ou fazê-las de trouxa.

Por mais que o livro se venda como algo muito bacana para fãs de fantasia, também é possível encontrar aqui algumas histórias que não são exatamente fantásticas ou se passam no período medieval, como a capa mostra. Aliás, minha grande surpresa foi bem ai. Ver que mesmo com toda a pompa da ilustração da capa, as tramas desenvolvidas dentro do livro vão muito além disso, inclusive surpreendendo o autor com histórias que você jamais imaginaria olhando pra esse livro.

A principal surpresa talvez tenha sido ver Gillian Flynn se arriscar em um conto que mostra sua cadência tradicional de escrita, mas que traz um tom bem mais “adulto”. Coloquei entre aspas porque esse é exatamente o nome que esse conto ganhou ao ser transformado em livro esse ano pela editora Intrínseca. Portanto, para quem possa não saber, a história contada aqui por Flynn é exatamente a mesma que foi lançada separadamente em 2016 sob o título de O Adulto, quando na antologia é chamada de “Qual é a sua profissão?”.

Um outro autor que eu estava louca pra ler novamente era o Patrick Rothfuss. Ele escreveu O Nome do Vento e O Temor do Sábio e está devendo o terceiro e último livro há vários anos. Aqui ele nos devolve um pouquinho do gosto daquela história trazendo Bast de volta em uma nova história com foco no personagem.

Mas é claro que a grande estrela do livro é o Sr. das Crônicas de Gelo e Fogo, George R. R. Martin. Com o conto intitulado O Príncipe de Westeros ou o Irmão do Rei, já sabemos que vamos viajar novamente para esse mundo imenso e inebriante que o autor criou. Nessa história conheceremos um pouco mais sobre  Daemon Targaryen, um jovem posicionado como último na linha de sucessão já que seu irmão mais velho governava. Ele fez praticamente tudo o que estava ao seu dispor para conseguir o trono e foi nessa época que a famosa “Dança dos Dragões” aconteceu.

Seu irmão, o Rei Viserys I Targaryen não teve filhos homens em seu primeiro casamento e, em função da personalidade pouco confiável e instável do irmão, proclamou a filha Rhaenyra como sua herdeira, contrariando todas as leis já propostas e claro, levantando a ira do irmão que com a falta do herdeiro achou que estava a apenas alguns anos de se tornar Rei.

Pra mim, que já li O Mundo de Gelo e Fogo, nada do que li foi uma grande surpresa, já que passei por essa parte por lá. É claro que aqui as coisas estão mais detalhadas e há uma grande número de informações extras, mas nada que fosse surpreendente pra quem já conheceu a história de todos os Reis Targaryen e suas peripécias na enciclopédia lançada há dois anos.

20160715_160801

Além dos três nomes já mencionados, o livro também conta com contos dos renomados Neil Gaiman e Scott Lynch. E alguns nomes que eu ainda não conhecia, mas que também ambientaram boas histórias, como David W. Ball, Pall Cornell, Phyllis Eisenstein, Connie Willis e Joe R. Lansdale.

As histórias variam de mundos medievais que já conhecemos e viram cenários de outras histórias a tramas inéditas construídas dentro do nosso mundo contemporâneo. Acho que diversidade define bem esse livro. Tanto em tom de história como também nas ambientações e propósitos de cada uma. As propostas são bem diferentes, mesmo que eles tenham o elemento em comum.

Pegar um livro que achei que traria somente contos mais medievais dentro da fantasia, e me deparar com algo completamente diferente, escondido por trás dessa capa que lembra tanto as histórias de Martin, foi uma bela surpresa e super recomendo a leitura pra quem gosta de contos. Eu tenho alguns problemas com o gênero porque fico muito ansiosa com histórias curtas e por vezes acho que a trama não foi bem desenvolvida. Esse não é o caso aqui. Salvo algumas exceções, como o de Flynn, que achei o final um tanto quando abrupto, a maioria consegue desenvolver sim uma história concisa dentro das poucas páginas que lhes foram destinadas.

Como estamos falando de bons nomes da literatura mundial e que já mostraram para o que vieram com outras tantas histórias bem sucedidas, é difícil pensar que, por mais diferentes que os contos sejam entre si, possa haver algo aqui que não seja extremamente legal e único. E claro que também é muito interessante ver o quanto um mesmo tema, como Canalhas, pode ter um desdobramento completamente diferente de acordo com cada autor.

O PRÍNCIPE DE WESTEROS E OUTRAS HISTÓRIAS

Autor: Autor

Editora: Arqueiro

Ano de publicação: 2015

Com histórias de Joe Abercrombie, Gillian Flynn, Matthew Hughes, Joe R. Lansdale, Michael Swanwick, David Ball, Carrie Vaughn, Scott Lynch, Bradley Denton, Cherie Priest, Daniel Abraham, Paul Cornell, Steven Saylor, Garth Nix, Walter Jon Williams, Phyllis Eisenstein, Lisa Tuttle, Neil Gaiman, Connie Willis, Patrick Rothfuss e George R.R. Martin o livro traz contos que não são preto e nem branco, contos com todos os tons de cinza. 21 histórias com reviravoltas astutas e deslumbrantes nessa galeria de histórias de vilões que vão saquear seu coração e ainda deixá-lo mais rico a cada história.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.