fbpx

Ônix – Jennifer L. Armentrout

Ônix, de Jennifer L. Armentrout é o segundo livro da Saga Lux, publicado no Brasil pela Editora Valentina em 2016.

*Essa resenha contém spoilers do livro anterior

Sobre o livro

Katy ainda não se acostumou com a estranha ligação existente entre ela e Daemon e acha que é por isso que ele, de repente, demonstra tanto interesse por ela e não tem vergonha de deixar claro que se sente atraído pela jovem. Ele não teme nada, nem os seus iguais e está disposto a encarar as consequências para ter um relacionamento com uma humana. Katy por outro lado não está certa dos sentimentos de Daemon e acredita que a estranha ligação dos dois é a única resposta para a mudança brusca de sentimentos e comportamento dele.

“O que te atrai é o desafio e a conexão, Daemon. O que você sente por mim não é real.”

Além dessa conexão bizarra, Katy começa a fazer coisas humanamente impossíveis e, pra piorar, o Departamento de Defesa (DOD) está no encalço deles querendo descobrir os segredos que podem ser arrasadores para todos.

Mas é com a chegada de um novo aluno na escola que as coisas começam a ficar ainda mais estranhas. Blake é um surfista que vive mudando de cidade com o tio, o rapaz não possui amigos por não ficar muito tempo vivendo em apenas um local. Porém, nessa nova cidade, sua atenção é imediatamente fisgada por Katy, e por possuírem tanto em comum os dois começam a passar muito tempo juntos, algo que incomoda Daemon desde o início.


Minha opinião

Assim como o primeiro volume, Ônix é narrado pela perspectiva de Katy e devo confessar que o livro me trouxe vários sentimentos, incluindo raiva. Uma garota que não tinha medo de expor o que sentia e falar a verdade, transformou-se numa menina tola e insegura. Katy não estava errada em duvidar das atitudes de Daemon e eu compreendo. Porém, o pior pra mim, é a sua insegurança e postura com relação a coisas que acontecem na trama. Ela tinha todas as oportunidades para se mostrar mais forte – diante dos vários acontecimentos da história -, mas resolveu optar pelo caminho errado.

Katy é uma personagem que mesmo eu tendo muitas ressalvas, acabo por ficar ao lado dela e torcer para que tudo caminhe para o seu amadurecimento. Daemon já pareceu ter evoluído nesse aspecto, então acho que a autora tem as ferramentas pra isso, só precisa aplicá-la na personagem conforme o desenvolvimento da série. O maior progresso de Daemon, por exemplo, é que agora ele não é um completo babaca.

“Eu estava acostumada com um Daemon rude e sarcástico. De um jeito estranho, era mais fácil lidar com essa versão. Já o novo Daemon… o que não desistia, este era doce, gentil, engraçado e — pai do céu — atencioso.”

A autora também explorou melhor os outros núcleos e personagens do livro. Finalmente sabemos um pouco mais sobre o DOD e suas reais intenções em relação aos Lux, além de entender a participação dos Arum nisso. A narrativa continua fluida e rápida, não ficamos fatigados em momento algum, pois os acontecimentos são frenéticos e te arrastam pro meio do turbilhão.

Esse é o livro para passarmos da fase introdutória pra termos um pouco mais de respostas. Enquanto em Obsidiana focamos mas nos Luxen, agora junto com o que nos é apresentado novas perguntas também surgem, dando uma nova camada à trama. Parece sempre haver algo a ser solucionado e descoberto e isso é ótimo. Com isso, esse segundo volume está mais pesado também, apontando que decisões tem consequências.

E como em Obsidiana, Ônix também teve um final digno de matar o leitor de curiosidade. Aquele final que você fala “tá e agora? quando sai o próximo? o que acontece agora?”, e gosto muito disso nos livros da autora. Ela instiga a sua curiosidade para seguir em frente com a história.

A capa deste livro tem a imagem original, algo que a editora com certeza não decepcionou, pois, apesar da tipografia ter sido alterada, combinou bem mais do que a original. Para quem procura um livro cheio de romance, aventura e principalmente muita intriga e, a partir de agora suspense, a Série Lux é a sua resposta!

ônix capa

4estrelasb

ÔNIX

Autor: Jennifer L. Armentrot

Editora: Valentina

Ano de publicação: 2016

Estar conectada a ele é uma droga!
Graças ao seu abracadabra alienígena, Daemon está determinado a provar que o que sente por mim é mais do que um efeito colateral da nossa bizarra conexão. Em vista disso, fui obrigada a dar um “chega pra lá” nele, ainda que ultimamente nossa relação esteja… esquentando.
Algo pior do que os Arum ronda a cidade.
O Departamento de Defesa está aqui. Se eles descobrirem o que o Daemon pode fazer e que nós estamos conectados, vou me ferrar. Ele também. Além disso, tem um garoto novo na escola que, tal como a gente, guarda um segredo. Ele sabe o que aconteceu comigo e pode ajudar, mas, para fazer isso, preciso mentir para o Daemon e ficar longe dele. Como se isso fosse possível! Até que, de repente, tudo muda. Vi alguém que não deveria estar vivo. E tenho que contar ao Daemon, mesmo sabendo que ele não vai parar de investigar até descobrir toda a verdade. Ninguém é o que parece ser. E nem todo mundo irá sobreviver às mentiras.

É colaboradora do Resenhado sonhos
Carioca, escorpiana e futura contadora.
Amante de séries e livros, que nunca consegue ler ou assistir o suficiente.