Príncipe Partido – Erin Watt

Príncipe Partido é a continuação do livro Princesa de Papel da autora Erin Watt, pseudônimo das autoras Elle Kennedy e Jen Frederick, lançado aqui no Brasil em 2017 pela Essência, um selo da editora Planeta.

*Essa resenha contém spoilers do livro anterior

SOBRE O LIVRO

Ella decide fugir por causa do que descobriu sobre Reed. Mas ela não vai muito longe, afinal, Callum Royal tem seus contatos e logo traz a menina de volta para a mansão.

“Essa garota entrou na nossa casa como um furacão e fez tudo ganhar vida novamente.”

Todo aquele sentimento que Reed sentira com Ella tinha ido por água baixo, após muito tempo sofrendo com traumas do seu passado, ele acreditava que finalmente tinha encontrando um amor para tirá-lo daquele abismo que sempre sentiu. Porém, por causa dos acontecimentos, seu envolvimento com Brooke fez com que todos os irmãos se virassem contra suas atitudes, e ele não perdera só Ella e sim a compaixão dos Royal’s.


MINHA OPINIÃO

No primeiro volume da série, conhecemos a família Royal e vemos quanto aquelas pessoas são más e cruéis quando querem. Mas, quem diria que a chegada de Ella iria mudar tanto o pensamento deles? Até mesmo de Reed, um jovem que sempre foi bastante machista teve uma mudança significativa após ela ir morar na mansão. Eu particularmente estava preocupada com esse segundo volume, foram tantas perguntas e pontas soltas que ficaram no livro anterior, mas as autoras conseguiriam nos dar um gostinho de quero mais.

Dessa vez, não é apenas o ponto de vista de Ella Harper que narra a história, temos também o de Reed Royal. Gostei muito de saber quais eram os sentimentos dele com tudo daquilo que estava ocorrendo. Confesso que foi bem vê-lo sofrer um pouquinho, após tudo o que aconteceu em Princesa de Papel. Ele é realmente um mocinho difícil de engolir. Mas nesse volume da série, conseguimos uma conexão maior com o protagonista. O livro continua seguindo o padrão do primeiro, com uma diagramação gostosa de se ler.

Uma das coisas que mais me incomodam nessa série de livros, é que os protagonistas e antagonistas querem sempre resolver seus problemas com xingamentos e violência. Parece que mesmo depois de sofrerem e passarem por maus bocados, eles insistem em praticar tais coisas, mesmo no próprio colégio de elite onde estudam. Fico realmente com dó daqueles estudantes menos afortunados que estudam ali e enfrentam diariamente a fúria dos Royals. Já em Ella, podemos ver um amadurecimento de sua parte em relação ao livro anterior, fico muito feliz em ver uma protagonista feminina deixando de ser “bobinha”.

“Nós não somos bons para ela. Tudo o que Ella sempre quis é viver uma vida normal, simples. Ela não pode ter isso na casa Royal.”

As autoras criaram uma história que não devem agradar todos os públicos, até mesmo aqueles que gostam do gênero New Adult. Aqui vivemos momentos de emoções diferentes, ora você sente vontade de invadir a história e dar uns chacoalhão nos personagens, entendo que eles são adolescentes/jovens e estão passando por conflitos da idade, mas a ganância pelo poder ultrapassa todos os limites em certos pontos; porém, em contra partida, devo parabenizar as autoras por não deixarem a história cair em um declínio chato e monótono, por conta de todo suspense que se instala no final da narrativa.

Minha recomendação desse livro fica, mas saibam que alguns personagens são difíceis de engolir. Porém, com maestria, as autoras prendem nossa atenção à história por causa da criatividade em criar conflitos e mistérios que fazem nós leitores ficarmos bem ansiosos para uma continuação. Já estou bem animada para ler o último livro dessa série que se chama Twisted Palace, principalmente depois desse final.

thumb_livro

4estrelasb

PRÍNCIPE PARTIDO

Autora: Erin Watt

Editora: Essência

Ano de lançamento: 2017

Reed tinha tudo na vida: beleza, status e dinheiro. As garotas da sua escola matariam para sair com ele, os caras queriam ser como ele, mas Reed nunca tinha dado a mínima para nada disso. Nem para a família. Até que Ella Harper apareceu na sua vida. Quando Ella chegou à mansão dos Royal, o que ele mais queria era que a nova hóspede sumisse, mas ela o conquistou e, agora, Reed irá fazer de tudo para mantê-la por perto. Ella lhe dá segurança, lhe transmite paz, o aconchega… sensações que há muito tempo não sentia. Porém Reed comete um deslize e Ella se afasta por completo, trazendo caos à família Royal. Reed vê seu mundo desmoronar e toda a esperança de viver um romance com Ella desaparece. A garota dos sonhos de Reed não quer mais saber dele, porque sabe que se ficarem juntos, isso vai destruí-los. Ella pode estar certa. ‘Príncipe partido’ é a aguardada continuação de ‘Princesa de papel’.

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Nascida no interior Paulista, futura cientista da computação, se apaixonou por literatura quando conheceu o bruxo Harry Potter e o vampiro Edward Cullen. Adora ir no cinema e assistir séries em dias chuvosos.

  • Lili Aragão

    A escrita das autoras realmente dá o tom pra história não ficar chata, é envolvente e mesmo não concordando com muitas das atitudes do livro e sentindo essa vontade de chacoalhar os personagens é difícil largar a história e ainda tem mais um final surpreendente, assim acho que vale a pena a leitura e curti tua resenha ;)

  • Camila Rezende

    Ola Erika,
    Nao vou ler a sua resenha por conta do aviso de spoilers.
    Tenho muita curiosidade de ler essa serie e espero conseguir ler o primeiro livro em breve.

  • Carolina Santos

    Acabei não lendo a resenha por causa dos spoiler quê tem até porque ainda não li o primeiro livro é uma das minhas leituras de dezembro

  • verônica medeiros horn

    Ainda não conhecia esta série mas fiquei bem curiosa pela história, li a resenha pois não tenho problemas com spoiler eu até que gosto hahahahah espero que em breve possa ter a oportunidade de ler pelo menos o primeiro livro.

  • Pamela Liu

    Oi Erika.
    Tenho bastante vontade de ler essa trilogia. Mas agora fiquei um pouco receosa por causa dos personagens difíceis de se engolir.
    Parece que apesar dos pesares as autoras conseguiram desenvolver uma trama interessante e que envolve bastante o leitor. Além disso, gosto de narrativas alternada entre dois ou mais personagens.
    Vou ler o primeiro livro e ver se eu gosto.
    Bjs

  • anne

    Fiquei um pouco perdida na resenha, pois não li o primeiro livro. Acho que não lerei, o enredo não me chamou muita atenção. Parece ser meio clichê, apesar de gostar de clichês, este não me agradou. Mas achei essa capa lindona!

  • rudynalvacorreiasoares

    Érika!
    Tenho o primeiro exemplar dessa série aqui, mas ainda não tive oportunidade de ler, porque me propus a ler as séries quando tiver todos os exemplares em mãos.
    Mas fico bem feliz em ver que nesse exemplar ouve um amadurecimento das escritoras e consequentemente das personagens e da trama e que não caiu na maldição do segundo livro, pelo contrário, tive a impressão por sua resenha que este é ainda melhor que o primeiro.
    E mesmo eles querendo resolver tudo com xingamento e violÊncia, gostaria de conferir a leitura.
    “A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

  • Daiane Araújo

    Gostei muito do primeiro livro, é muito viciante! Espero que o padrão de leitura não tenha mudado e a leitura flua, como fluiu no primeiro livro… É uma sacanagem o que Reed fez com o pai no primeiro livro. Não gostei… Mas, espero que o segundo livro seja tão bom quanto o primeiro!

  • Júlia Assis

    Não li a parte da sinopse com medo de pegar spoiler sobre o primeiro, mas essa é mais uma das histórias de que eu ouço falar sempre mas nunca leio. Amo de paixão essas capas e amei sua resenha.