Rangers #4: Folha de Carvalho – John Flanagan

Folha de Carvalho é o quatro livro da série Rangers: Ordem dos Arqueiros, do autor John Flanagan. A publicação é da editora Fundamento em 2009.

*Esta resenha contém spoilers dos livros anteriores

Sobre o Livro

Enquanto Will se recupera do uso da Erva do Calor e Evelyn faz o possível para manter tudo em ordem com a escassez de comida e mantimentos que eles enfrentam, ambos veem o inverno passar e o degelo começar. Com isso também surge o alerta de quem é preciso seguir caminho.

Em uma das checagens às armadilhas, feita por Evalyn, a garota é surpreendida por um estranho e levada por ele para seu acampamento. Enquanto Will tenta rastrear a garota, Halt e Horace estão cada vez mais próximos e, é quando eles se reencontram, que percebem que o perigo está batendo a sua porta.

“Evalyn abriu a boca para gritar. Mas o horror do momento fez o som congelar em sua garganta e ela se encolheu, de boca aberta, enquanto a morte se aproximava.”

dsc04061

Os Temujai, um povo que gosta de guerrear está com uma tropa de mais de 6 mil homens voltados para a Escandinávia e, ao cruzarem caminho com Erak, o mesmo que ajudou Will a escapar em Terra o Gelo, eles tentam traçar uma estratégia para sobreviver.

Como Halt tem um amplo conhecimento sobre o povo, pois já os enfrentou no passado, ele e os garotos se aliarão aos seus tradicionais rivais escandinavos para deter o avanço dos Temujai, deixando para lidar com suas diferenças depois. Mas será que essa aliança vai durar? Principalmente depois do Ragnak ter jurado morte a toda familia de Duncan e estando Evelyn guardando um enorme segredo?


Minha Opinião

O livro três foi um volume de transição, enquanto vimos os personagens amadurecerem, pouco da história realmente caminhou pra frente. Já em Folha de Carvalho, temos uma trama completamente nova que surgiu do nada e foi bem desenvolvida para posicionar novas peças no tabuleiro dessa trama.

Will e Evalyn estavam isolados na cabana, ele tentando se recuperar e ela tentando fazer ambos sobreviverem. O degelo chegou e logo no começo já sabemos que eles precisarão partir, porém isso nem chega a ser imposto, pois a jovem já é levada por um grupo misterioso de novos inimigos.

Os Temujai são o elemento surpresa aqui, não estávamos esperando sua chegada e a forma como ela causa uma nova configuração à história mostra o quanto Flanagan consegue ser bem sucedido em sua construção de narrativa. Com esse novo grupo, dois inimigos declarados precisam se unir para tentar buscar uma alternativa de sobrevivência, pois se esse povo passar pelos Escandinavos estarão a apenas dois passos de também tomar Arualen.

“O arco da sentinela é uma arma de verdade.”

dsc04062

Halt tem um papel muito importante nesse livro, ele é o estrategista, aquele que carrega praticamente o desfecho do confronto nas costas, mas não é só isso que pesa em sua vida no momento. Para ir atrás de Will ele foi expulso da Ordem dos Arqueiros, mas ainda precisar contar esse fato ao garoto, que acabou de reencontrar. Reencontro esse que eu confesso ter achado um pouco “fácil”. Lendo Terra do Gelo não tive a impressão de que eles estivessem tão próximos, o que fez eles se acharem logo nas primeiras páginas ser algo inesperado pra mim (e, sim, depois eu li a sinopse e vi que já entregava, mas como raramente leio essas infos, estava verdadeiramente surpresa).

Folha de Carvalho é um livro para consolidação de todos os personagens. Halt já tinha uma posição concisa e a relação dele com Horace evoluiu bastante, tornando-os bons camaradas, dentro do que o experiente arqueiro permite. Will precisa reaprender muita coisa, ele ficou meses sem treinar e a erva o enfraqueceu consideravelmente. Para enfrentar os inimigos adiante, mais do que nunca ele precisa estar no seu melhor, porém não é uma tarefa fácil.

dsc04063

Evalyn precisa se fazer útil e, por mais que se crie um clima de ciúmes entre Will, Horace e ela, a ligação que ela tem com o primeiro garoto pelo que eles passaram juntos ainda é muito forte e a chateia vê-lo se afastar nesse novo momento. A menina que carrega um fardo nas costas, por ser quem é, precisa manter o disfarce, já que está nas terras daquele que jurou assassinar qualquer membro da família de seu pai. Erak, o escandinavo que vemos ajudando Will e Evalyn no livro anterior faz um importante papel aqui. Além de suas hilárias interações com Halt, ele realmente prova ser um homem de caráter e que se pode confiar. Diferente de seus conterrâneos, ele consegue ver além, e buscar no inimigo um aliado e amigo.

Esse quarto livro também tem uma bela batalha e muita estratégia por parte dos personagens. Conhecer esse novo povo amplia nosso conhecimento sobre o universo da história e abre novas portas para o futuro da trama. Há ação e, como mencionei, um aprofundamento bem trabalhado nos personagens, sem negligenciar ninguém. Will também ganha mais espaço para tomar decisões e opinar, mesmo sendo Halt a grande cabeça da história.

A série Rangers me surpreendeu mais uma vez com possivelmente o livro mais bem estruturado entre os quatro lidos até agora. Ao contrário do terceiro, não foi preciso abrir mão de nada qui para desenvolver a trama, e a união de construção e ação foi muito bem utilizada. Entraremos no quinto livro com uma nova configuração e novos desafios, tendo fechado uma porta que não necessariamente ficará dessa forma por muito tempo.

thumb_livro

3estrelasb

RANGERS #4 – FOLHA DE CARVALHO

Autor: John Flanagan

Editora: Fundamento

Ano de publicação: 2009

A chegada da primavera começa a derreter a grossa camada de neve do inverno escandinavo. Depois de semanas de muito frio e comida escassa, Will e Evanlyn vislumbram a primeira chance de continuar com sua fuga. Mas Evanlyn é capturada por um misterioso cavaleiro.
Quando Will parte em busca da jovem princesa, reencontra Halt e Horace. Juntos, eles descobrem os planos dos temujai, um povo guerreiro das Estepes do Leste, que havia reunido um poderoso exército invasor no intuito de dominar a Escandinávia. Halt percebe que a invasão do reino gelado representa somente o início da investida dos temujai, que, certamente, logo se lançariam contra Araluen. Por isso, ele decide oferecer ajuda aos escandinavos.
Assim, resgatar Evanlyn passa a ser apenas o primeiro desafio no caminho de Will. O segundo, muito mais doloroso e imprevisível, será lutar lado a lado com os escandinavos, o povo que o escravizou, a fim de impedir a ascensão de um inimigo comum.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.

  • Bruna Prata

    Tive que ler a resenha com bastante cuidado para não me deparar com spoilers “pesados”. Fico contente ao ver que essas séries com uma grande quantidade de livros consegue manter um certo grau de entreterimento ao nível dos livros iniciais, Mas, ainda estou bastante receosa com a quantidade de livros contidos nessa série.

  • Gabriela Souza

    Ainda não li nenhum livro da série e por isso não tenho muito o que falar sobre a resenha. Mas pretendo procurar algum post sobre o primeiro livro para talvez começar a ler, já que esse parece ser bem interessante. Beijos

  • cristiane dornelas

    Vi o primeiro livro dessa série e pela premissa parece ser bom. Não sei como andou pelos próximos mas pelo jeito vale a pena a leitura. Tem ação e aventura e gosto do estilo da história, parece ser gostosa de ler e sempre tem algo interessante acontecendo. Vou tentar dar uma olhada nos outros livros e entender mais dessas histórias. Quem sabe não acaba entrando pra lista de desejados do ano que vem né?! Estou precisando de umas tramas assim pra ler, faz tempos que não pego nada do tipo…

  • Marta Izabel

    Oi, Tamirez!
    Ainda não li nenhum livro dessa série. Mais achei bem interessante a premissa dos livros. Como estou acompanhando as resenhas da série sem que a história e bem bacana.
    Beijos

  • Naiara Fidelis

    Quero muito ler está serie, mas ainda não tive oportunidade de comprar.

    A premissa do primeiro livro me chamou muito a atenção.

  • Provavelmente porque eu não sei nada sobre essa série, não entendi muita coisa na sinopse desse livro. Vou procurar saber mais sobre o primeiro livro dessa série para ver se entendo melhor porque ainda assim, Folha de Carvalho parece ser bem legal.