fbpx

Red Dead Redemption 2: O que esperar do videogame?

Red Dead Redemption estará à venda no próximo 26 de outubro, e depois de ver as primeiras imagens com o trailer do gameplay do jogo, há vários aspectos que se destacam sobre o que esperar do novo videogame da Rockstar Games.

Red Dead Redemption 2 já liberou o vídeo do seu gameplay, permitindo aos jogadores descobrirem um pouco mais sobre os detalhes e as novidades que vão aparecer na segunda parte desta franquia. Algo importante a mencionar, é que o game do velho oeste tem outras curiosidades, onde destaca que Red Dead Redemption 2, é na verdade o terceiro videogame desta franquia. Uma novidade que se destaca dentro deste novo lançamento, é a interação do personagem principal, Arthur Morgan, com seu ambiente, e como isso afeta diretamente sua reputação entre os outros personagens do jogo. Isso significa que o jogador pode escolher entre responder uma saudação, começar uma briga ou sentar-se para jogar com os outros personagens do jogo, o que influencia diretamente a forma como é visto pelos outros.


Minigames dentro do videogame

Algo que se destaca em favor da Rockstar Games, o desenvolvedor do jogo, é que ele mostra um contexto cuidadosamente detalhado sobre os costumes, tradições e passatempos da época. Um exemplo disso pode ser visto no mini jogo de poker, em que é possível jogar com os outros membros do gangue, enquanto nosso personagem Arthur Morgan está no acampamento. Esse detalhe desperta curiosidade, para saber se vai ser possível jogar poker também dentro dos bares recriados com a ambientação de 1899, ou se também vai existir a possibilidade de encontrar máquinas caça-níqueis dentro deles. Isto porque uma teoria que é destacada pela Betway Casino sobre a invenção de máquinas caça-níqueis remonta ao período entre 1887 e 1899. Neste contexto, o inventor Charles August Fey teria desenvolvido três tipos de máquinas caça-níqueis, sendo a mais popular chamada “Liberty Bell”, que foi a primeira a dar pagamentos automáticos aos jogadores. No caso da Rockstar Games ter decidido incorporar uma dessas máquinas aos bares dentro do videogame, isso poderia incrementar os lucros do desenvolvedor de videogames, como quer fazer ao incluir microtransações nos próximos jogos.


Um enorme mundo aberto para explorar

Atualmente, o velho oeste está ganhando importância devido a histórias baseadas nesses territórios distantes, como a série de televisão da HBO chamada Westworld, na qual um cenário futurista é criado, a fim representar o velho oeste. Dentro de Red Dead Redemption, a história se passa dentro da cidade de Blackwater e seus arredores, no entanto, dentro da mais recente parcela da franquia, Blackwater é mencionada como uma cidade a oeste do mapa, que faz apenas uma pequena parte de um mundo onde há mudanças no clima em relação às estações do ano. Além disso, dentro do trailer do gameplay de jogo é possível encontrar territórios como montanhas, prados, deserto e até mesmo um pântano.

Em relação a isso, o portal Eurogamer publicou um suposto mapa sobre o que seria a enorme extensão territorial do jogo. Tendo um campo de jogo muito mais amplo, o personagem principal pode viajar entre os antigos territórios dos Estados Unidos, com os outros membros do bando, com o líder, o holandês van der Linde, Bill Williamson, Javier Escuella, ou Sean McGuire. A variedade de personagens incluídos no jogo representa a diversidade étnica do novo país que foi formado por imigrantes de todo o mundo. Completamente ao contrário à série futurista Westworld, ou a um mundo feito totalmente da imaginação, como no caso de jogos como Final Fantasy XV, a franquia de Red Dead Redemption permanece fiel à realidade. Um fato curioso é que este período na história também foi famoso pelo grande número de paleontólogos que viajaram para o velho oeste em busca de fósseis de dinossauros, no que ficou conhecido como a Guerra dos Ossos, conforme relatado no livro Dentes de Dragão, de Michael Crichton.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Red Dead Redemption 2 (@reddead_redemption2) em

A espera por uma segunda parte da história de 2010, Red Dead Redemption, causou grandes expectativas entre os jogadores – ainda mais – desde que a Rockstar Games confirmou o desenvolvimento deste novo jogo em 2016. Embora tenha sido planejado originalmente para chegar aos consoles de videogame no outono de 2017, mais de um ano esperando por um videogame de qualidade como o que o trailer de Red Dead Redemption 2 mostrou, vale a pena.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.