#RESENHA: Os Garotos Corvos – Maggie Stiefvater

Os Garotos Corvos é o primeiro livro da Saga dos Corvos da autora Maggie Stiefvater e foi publicado aqui no Brasil pela Verus editora.

Obs.: Esse é um daqueles livros que tira o fôlego e por isso, e também pra não entregar o jogo, são difíceis de descrever. Então, espero que o que vier a seguir faça sentido ;)

A princípio eu resolvi ler esse livro por indicação e por ter achado a capa linda. Pois a sinopse faz o papel contrário. ao invés de cativar o leitor e fazer com que ele sinta a vontade de ler o livro, eu achei que a descrição acaba por afastar um grande número de leitores, já que foca o livro em algo bastante juvenil, deixando de lado toda a complexidade que o essa história vai nos apresentar.

Em Os Garotos Corvos vamos conhecer Blue Sargent, uma garota, filha de uma médium e que cresceu entre tantas outras, sempre ouvindo a mesma história: quando ela beijar o seu verdadeiro amor, ele vai morrer. Blue não possui poderes médiuns mas é capaz de amplificar o poder daqueles que a cercam, sendo usada como um amuleto.

Na véspera do Dia de São Marcos, Blue sempre acompanha sua mãe até uma igreja abandonada para ver a passagem dos espíritos que, supostamente, vão morrer no decorrer do próximo ano. Blue nunca vê nada, e fica apenas ajudando a mãe a anotar os nomes. Nesse ano porém, ela vai com sua tia, recém chegada na cidade e, pela primeira vez, vê um espírito caminhando pelo caminho dos mortos.

O motivo dessa visão e o que ela vai acarretar para a garota Sargent ajudam a moldar o enredo, que também é composto por um outro núcleo bastante importante e que dá nome ao livro: Os Garotos Corvos.

Eles são estudantes de uma famosa academia, a Aglionby. Gansey, Ronan, Adam e Noah, são um grupo de amigos que estão a procura de algo lendário e misterioso. As histórias desses garotos serão desvendadas aos poucos ao longo do livro, e o que se pode contar é que Gansey, um rico jovem que já viajou o mundo todo, veio parar em Henrietta atrás de Glendower, um mítico Rei, desaparecido, que é portador de um poder ainda inimaginável, e que pode estar escondido em uma Linha Ley.

Linhas Ley são caminhos onde a energia é maior e há uma maior facilidade para se comunicar com outros mundos. Gansey, em sua procura, junta-se a esses outros três garotos, em busca de encontrar essa força poderosa, e desvendar esse mistério que o persegue a anos. O caminho desses garotos e de Blue irá se cruzar de forma inesperada, e o desenrolar da história é surpreendente.

Quando eu comecei a ler, pensei que seria mais uma história onde a garota vai se apaixonar pelo garoto e não vai poder ficar com ele por causa dessa “maldição”. Mas o que acontece em Os Garotos Corvos foi pra mim um deleite. O rumo que a história conta é completamente diferente do que se prevê, e o foco, retirado dos personagens e posto nessa história mítica e cheia de mistérios faz com que se devore as páginas.

garotoscorvos-p

Nessa trama, todos os cinco personagens principais são cativantes e bem trabalhados. A postura da Blue é super bacana, e eu que sempre me decepciono com as protagonistas mulheres, fiquei bastante impressionada com a construção da autora, não só para ela, mas para todos os personagens, principais ou coadjuvantes.

A complexidade do enredo criado pela autora em volta desse “Rei Corvo” é impressionante e, ao contrário de qualquer expectativa, Os Garotos Corvos é de tirar o fôlego e entrou imediatamente na minha lista de preferidos. O final é de matar o leitor do coração. Felizmente o segundo livro da saga já saiu e se chama Ladrões de Sonhos. Com previsão da Saga ser comporta por quatro livros, estou agora na espera dos próximos dois que ainda não tem data de lançamento, já que o segundo volume saiu agora em Setembro desse ano.

Como falei mais de uma vez no post e no vídeo, não se deixe enganar pela sinopse desse livro. Ele não é nem de longe uma trama juvenil sem complexidade, aliás, é exatamente o oposto. A resenha do segundo volume, Ladrões de Sonhos, sairá em breve por aqui, já que não aguentei e já o devorei também!

thumb_livro

4estrelasb

OS GAROTOS CORVOS

Autor: Maggie Stiefvater

Editora: Verus

Ano de publicação: 2013

Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos, Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los — até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela. Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra: ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca. Gansey tem tudo — dinheiro, boa aparência, amigos leais —, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos: Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco. Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos. Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo. Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.
  • TODO MUNDO fala tão bem desse livro que fico com vergonha sempre que vejo mais alguém comentando e eu ainda não li!
    Mais uma vez, post incrível e bem completo por aqui <3

    beijo*

    • O livro é super bacana, André. Tem que ler sim! :D

      Beijo

      • Prometo ler um dia, sim <3

  • Oi, Tamirez!
    Ei ainda não li essa série, mas sei que preciso. Todo mundo fala bem, e não é raro ver alguém dizendo que não tem como explicar e que vai muito além da sinopse, como você disse. Dá pra ver sua empolgação no vídeo :)
    Eu acho esse nome meio bobo e essa sinopse meio boba também, mas a verdade é que eu adoro a Maggie e sei que ela sabe fazer maravilhas com coisas que não parecem muito… certas (vide A Corrida de Escorpião, que é um dos meus livros favoritos da vida, mas que tem uma premissa bizarra).
    Li tão pouquinhos YAs esse ano, e só amei de verdade um, então acho que vou me dar a leitura dessa série (pelo menos a parte já lançada) de presente. Fiquei ainda mais empolgada ouvindo você falar a respeito.

    Beijo!

    • Pois vale a pena ler sim. E apesar de não ter lido A Corrida do Escorpião, todos dizem que a pegada desse livro é bem diferente do que a Maggie costuma escrever.

      Eu super curti exatamente por estar esperando algo bobo e ser surpreendida com um enredo super complexo :D

      Beijo

  • Pingback: #RESENHA: Ladrões de sonhos - Maggie Stiefvater - Resenhando Sonhos()

  • Pingback: #RESENHA: Vango - Entre o Céu e a Terra | Timothée de Fombelle - Resenhando Sonhos()

  • Pingback: Lírio Azul, Azul Lírio - Maggie Stiefvater - Resenhando Sonhos()