Rio Vermelho – Amy Lloyd

Rio vermelho é mais um thriller psicológico angustiante, escrito pela autora Amy Lloyd. O livro é lançamento no Brasil em 2018 pela Faro Editorial.

SOBRE O LIVRO

Em uma pequena cidade da Flórida chamada Red River aconteceram misteriosos assassinatos de jovens garotas que nunca tiveram seus corpos encontrados, exceto pela jovem Holly Michaels que foi descoberta mutilada em um rio da cidade.

Isso foi há vinte anos, quando o adolescente Dannis Danson foi preso pelo assassinato. Agora ele é o personagem de um documentário sobre crimes reais e dono de uma legião de curiosos que acreditam que ele seja inocente, e que o processo que o levou ao corredor da morte está cheio de falhas, pretendendo provar que ele foi condenado injustamente.

“Dennis suspirou. – Se eu soubesse que tudo o que eu fiz na vida seria analisado desse jeito um dia, como se tudo fosse usado como prova para decidir se sou um monstro ou não, teria vivido de maneira diferente.”

Longe da cidade onde tudo aconteceu, em Londres, vive uma jovem chamada Samantha. Ela conheceu o caso através de fóruns de discussão na internet e está obcecada por ele. Após ter terminado um relacionamento conturbado, eles passam a trocar cartas e ela é rapidamente conquistada por seu charme, bondade e atenção que lhe da. Sendo assim, ela resolve deixar a pacata e sem graça vida de professora e parte para os Estados Unidos decidida a viver essa história.


MINHA OPINIÃO

É curioso pensar que um mesmo livro pode te fazer sentir tantas coisas ao mesmo tempo, é como se tudo em que você pensasse fosse na história de pessoas que não existem, mas que ao mesmo tempo te fazem companhia por algum tempo. No meu caso, dois dias. Foi impossível parar.

O que acontece neste thriller, ao contrário de muitos e que o torna totalmente diferente de tudo que já li, é que não há mistério, mesmo que nas entrelinhas a autora deixa exposto o que aconteceu, em momento algum duvidamos de quem seja a culpa. É uma história obsessão, paranoia e principalmente de um “amor” doentio. O fato de a protagonista já nos ter sido apresentada com um histórico de relacionamentos conturbados e a forma como a autora construiu sua personalidade carente, contribuem para que o leitor tenha no mínimo uma empatia delicada e se sinta mais próximo de suas escolhas e atitudes.

“É estranho que as pessoas saibam tanto a meu respeito. Acho que elas sabem mais de mim do que eu mesmo.”

Outro personagem criado de forma brilhante é o nosso protagonista, Dennis Danson. Ele foi criado à semelhança de rapazes rebeldes, incompreendidos e amado por todas as garotas da escola. Além disso, ele possui uma personalidade mais conhecida como “morde assopra”, o que foi capaz de encantar Samantha e que, apesar de não querer admitir, pode encantar a muitas mulheres.

Além dos protagonistas, somos apresentados a personagens que escondem seus próprios segredos, por amor, por loucura, por obsessão, ou por possuírem cargos na polícia da cidade. Lindsay é a melhor amiga do protagonista e o terror de Sam, que a vê como uma ameaça a seu casamento, e que não passa de ingenuidade. O policial Harries é pai do melhor amigo de Dennis, problemático Howard, alguém que faria tudo para agradar àqueles que lhe são queridos.

Outro ponto que sempre me choca, não por ser uma tática inovadora, pelo contrário, mas por ser capaz de me prender tanto é o fato de que aqui, mais uma vez, estaremos torcendo pelo “vilão” da história. A autora criou uma atmosfera tão intensa que podemos sentir o medo, a tensão, a paranoia, a obsessão e o romance existente como se estivéssemos vivendo aquela trama.

O que mais posso dizer é que Rio Vermelho daria um ótimo filme. E que me consumiu em uma montanha russa de emoções pelo tempo que em que estivemos juntos. Por vários momentos eu não soube o que pensar sobre a história, exatamente por parecer não haver algo ali a se descobrir, e no seguinte estava mergulhada na confusão psicológica que ele causa.

É curioso como personalidades “frágeis” podem encantar e enlouquecer o leitor ao mesmo tempo. Se existe um adjetivo para tudo que existe na obra é: perturbador.

5estrelasb

RIO VERMELHO

Autor: Amy Lloyd

Editora: Faro Editorial

Ano de publicação: 2018

Você acredita nele… então porque está com tanto medo? Uma combinação perfeita de A sangue frio e Making a murder! Como confrontar quem você ama quando você não tem certeza se quer saber a verdade?
Uma história original, madura e absolutamente real sobre obsessão. Amy Lloyd é um novo talento, surpreendente, está destinada a se tornar um grande nome da Literatura. Peter James Há vinte anos, Dennis Danson foi preso pelo assassinato brutal de uma jovem no condado de Red River, na Flórida. Agora ele é o assunto de um documentário sobre crimes reais que está lançando um frenesi online para descobrir a verdade e libertar um homem que foi condenado erroneamente. A mil milhas de distância na Inglaterra, Samantha está obcecado com o caso de Dennis. Ela troca cartas com ele e é rapidamente conquistada por seu aparente charme e bondade para ela. Logo ela deixou sua velha vida para se casar com ele e fazer campanha para sua libertação. Mas quando a campanha é bem sucedida e Dennis é libertado, Sam começa a descobrir novos detalhes que sugerem que ele pode não ser tão inocente…

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Estudante de Direito, 20 anos, mineira, mora em Belo Horizonte e ama o universo literário.