Se você é um recrutador, pare.

recrutador

Acho super interessante as pessoas terem suas próprias opiniões e defenderem suas causas. O que eu não gosto é da pregação para tornar a SUA crença, na crença de outra pessoa. O tópico em questão poder ser vem variado. Alimentação, religião, política, música, literatura e até mesmo postura.

Amigo, você quer ser vegetariano ou vegano, ótimo. Porém eu não quero e você ser ou deixar de ser não te dá o direito de tentar impor o seu estilo de vida na minha. Eu gosto de carne, não adianta me mandar vídeos de galinhas sendo assassinadas brutalmente. É cruel. Tenho minha postura política, não adianta vir discursar do quanto esse cara ou aquele cara é melhor que o outro ou o quanto a sua ideia revolucionária vai salvar o Brasil. Minha relação com Deus também não é da sua conta. Não vou me converter pra nenhuma religião ou seita, se você me disser meia dúzia de palavras mágicas. É chato. Enche o saco. Pare.

Acredito que para essas pessoas, as quais carinhosamente chamei de “recrutadores”, o sentimento de querer compartilhar vence sempre a batalha. E, ao meu ver, não é porque querem realmente divulgar os benefícios de comer salada, por exemplo, mas sim porque não estão completamente satisfeitas com sua escolhas e querem se validar podendo alegar: “olha, a fulana também é evangélica”.

E não me entendam mal, eu aceito a proposta de que fazer isso ou aquilo é legal e de que tomar posturas diferentes frente a vários pontos da vida é super válido e bacana. O que eu não aceito é que, mediante a apresentação do meu argumento justificando minhas escolhas a pessoa siga tentando me recrutar. Não vou mudar minha opção sexual, minha visão de Deus, as coisas que como e muito menos vou trocar esse partido por aquele, porque você acha que está certa.

Então, pelo amor de Deus ou de quem você preferir, PARE de tentar recrutar pessoas incessantemente contra a vontade delas. Aceite o outro, como você deveria se aceitar.

Boa semana :)

 

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.
  • Tati

    Deixo aqui minhas palmas para o texto.

    Veganos, vegetarianos, não sei, tem me perseguido ultimamente. Sei lá, eu gosto dos animais vivos mas churrasco é legal também sabe? Eu hein.

    Novembro Inconstante

    • Sim, eu sou totalmente a favor da carne. Acho legal cada um ter seus princípios, mas ngm precisa ficar amolando o outro né?

      Beijoo Tati :D

  • Thay

    Não poderia concordar mais! É mesmo muito chato quando as pessoas tentam impor seus valores e crenças sobre os outros, acho tão errado! Cada um sabe o que é melhor para si, e não são as meias palavras de outra pessoa que me farão mudar de ideia. Tudo bem, eu não ligo de debater a respeito, trocar ideias mesmo, mas tentar impor sua visão de mundo sobre mim jamais fará efeito (e até pode me deixar mais irritada, haha!). Um beijo!

    • Eu quase sempre fico irritada Thay, principalmente porque na maioria das vezes as pessoas não sabem a hora de parar :/

      Beijoo

  • Dani Mendes

    Não tem nada pior do que alguém tentar te convencer de algo, será que não percebem que cada um tem sua opinião e gosto? É legal ter uma discussão sobre isso, pautando os argumentos de cada um, mas daí tentar obrigar o outro a acreditar no que diz já é demais. Ótimo texto Tami.

    Beijoos

    Dezesseis de Volta | Fan Page

    • O problema é que normalmente a pessoa que quer defender seus principios e começa a discussão não sabe a hora de parar ou simplesmente aceitar né? E dai complica e fica chato :/

      Beijo :D

  • Não tem coisa mais chata do que você ter uma opinião formada sobre determinado assunto e alguém ficar enchendo, tentando de convencer do contrário que você acredita, mesmoquevocê nem mesmo tenha pedido a opinião dela sobre isso. Religião é uma das coisas que mais detesto que façam isso comigo. Não acredito que eu vá para o inferno só porque não vou regularmente à Igreja, tenho certeza que sou uma pessoa muito melhor e de coração mais puro que muita gente que frequenta, que vive com a Bíblia embaixo do braço, mas prega uma coisa e age totalmente ao contrário do que prega.
    Tem muita gente que precisa ler esse texto seu, para parar com essa mania chata.
    Ótimo texto, mais uma vez.
    bjos, Tami!

    • É muuuito chato né, Adri? E a gente fica irritada com essas coisas e não tem o que fazer né, porque não da pra ficar batendo boca.
      Pessoal devia se tocar :/

      Beijoo

  • Erika Leite

    Bom dia, você teria tempo pra ouvir a palavra de Dumbledore??? HAHAHAHAHA
    Amiga, amei o texto. Realmente parece que as pessoas querem trazer gente pro rebanho delas pra se autoafirmar, essa é a única explicação pra tanta necessidade em começar uma lavagem cerebral. Penso que se a pessoa fosse muito feliz sendo o que ela é, ela não iria precisar tentar convencer ninguém de nada, pq iria estar muito satisfeita cuidando da própria vida.
    Beijos! <3
    http://www.canseidesernerd.com

  • Isabela Carapinheiro

    Seu exemplo sobre os vegetarianos me lembrou uma piadinha: ‘como você descobre que alguém é veg? ……………………. uma hora ele vai falar’.

    A Bela, não a Fera

    • Siim! Eles sempre tem algo a dizer, eventualmente :D

      Beijo

  • O pior não é a vontade de pregar. É aonde essa vontade os leva. E quando a gente bate o argumento dessas pessoas, elas partem para o argumento contra a outra pessoa (no caso, nós). Tenho pavor disso. Tive uma colega que ia num culto e toda semana me chamava para ir. Não adiantava eu dizer que era ateu, que não gosto dessas coisas, etc.
    Haja saco e paciência!

    E aproveitando… Tens um minuto para ouvir as palavras de Darwin? HAHAHA :p