Soldier, leal até o fim – Sam Angus

Soldier, leal até o fim é da autora Sam Angus, lançado aqui no Brasil em 2015 pela Editora Novo Conceito.

DSC03955

Sobre o livro

Soldier vai contar a história de Stanley Ryder, um garoto que após a morte da mãe ficou preso em casa com seu pai enquanto seu irmão Tom teve que partir para a guerra. O ano é 1917, e o pai de Stanley se distanciou completamente do filho, mergulhando no luto e isso não melhora quando Rocket a cadela da família fica prenha de um vira lata. Com a promessa do pai de se livrar de todos os filhotes, a ralação dos dois não melhora e mesmo com apenas 14 anos, Ryder vê o alistamento como sua única opção de sair do inferno em que vive.

QUOTESSoldier

O garoto, que é apaixonado por cachorros, vai acabar parando no Serviço de Cães Mensageiros, um setor do Serviço de Sinalização do Exército. Cada um recebe até três cachorros e precisa criar um vinculo para que o cão consiga encontrar o caminho de volta até seu dono no meio do fogo cruzado. Em uma guerra onde sete mil cães foram mortos durante seus trajetos, a missão não é tão simples assim, e Stanley logo percebe que saiu de um inferno para embarcar em outro.


Capa e Diagramação

Quem não se derrete por um livro que tem um animal na capa? E foi exatamente isso que me chamou a atenção primeiramente, e depois é claro o background na 1ª Guerra Mundial, o que sempre me interessa bastante. Por dentro o livro é separado por períodos, sempre com datas para contextualizar o lapso de tempo entre um capítulo e outro.

Há personalização quando algumas coisas são apresentadas, como cartas, bilhetes ou anúncios e isso deixa acrescenta à edição. A leitura é fluída e como todos os livros da Novo Conceito a diagramação é ótima, com letra e espaçamento em bom tamanho.

DSC03958


Minha opinião

Fui sem expectativa e me surpreendi. Mais ainda porque li o livro pensando que o autor era um homem, pela própria guerra ou pelos personagens masculinos, mas descobri, ao chegar na orelha que na verdade era uma mulher quem escreveu essa sensível história.

Pra quem é um apaixonado por cães, Soldier é um prato cheio, mas é muito triste também. Me vi com os olhos marejados em muitos momentos e em outro segurando o livro com força, tamanha a apreensão, toda vez que lia um dos trechos onde os dogs atravessavam em campo aberto tendo que desviar de minas, bombas e tiros.

Saber que é baseado em fatos reais e que isso realmente aconteceu e que sete mil cachorros morreram na guerra não ajuda a aliviar a tensão, mas dá credibilidade a uma história bonita e emocionante sobre lealdade, amizade e confiança. O amor que Stanley demonstra com os animais é realmente tocante e tudo o que ele passa com toda certeza vai se relacionar com você em algum momento, se você também gosta muito de cachorros ou qualquer outro animal.

DSC03960

A princípio achei que as reações do protagonista fossem muito extremas no início da trama, ao mesmo tempo em que ele sofria demais, mas mantinha-se submisso, porém quando o garoto resolve encarar a guerra para se livrar do inferno familiar, é possível notar que as coisas não eram tão simples assim, e que lá no fundo Stanley quis sempre o amor inalcançável do pai, após a morte da mãe.

Se você procura por uma história com background histórico, temática de guerra, cachorro e amor pelos animais, Soldier é um livro que vai te emocionar. E no fim da leitura, vai fazer com que você queira dar um abraço bem apertado, no amigo peludo que deve estar ai do seu lado.

SOLDIER

Autor: Sam Angus

Editora: Novo Conceito

Ano de publicação: 2015

Quando Tom Ryder é convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, não imagina o quanto o seu irmão mais novo, Stanley, sentirá sua falta. A única alegria do garoto são os filhotes de Rocket, a cadela premiada que é o orgulho da família. Porém, ao descobrir que Rocket teve filhotes mestiços, o pai de Stanley fica furioso e ameaça afogar os cãezinhos.
Inconformado e desejando reencontrar Tom, Stanley foge de casa. Mentindo a idade, consegue se alistar no exército britânico. Somente o amor incondicional pelos animais será capaz de fazê-lo sobreviver à brutalidade e à frieza dos campos de batalha. Uma prova de que a inocência e a sensibilidade podem ser mais poderosas do que a guerra.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos. Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo. Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.
  • Tati

    Fico um pouco em dúvida com leituras que se fazem em volta de cachorros (nunca li Marley e Eu por exemplo, simplesmente por esse motivo) então tenho que quebrar esse preconceito literário bobo, to até pensando em fazer uso do Soldier pra isso

    E obrigada por lembrar de mim no blog day, não fiz meu post no dia, mas você sabe que é reciproco <3

    Alias te coloquei nas recomendações do meu canal no Youtube, um dia eu consigo gravar meu vídeo e postar algo por lá, fé em Deus q

    Novembro Inconstante

    • Já até me inscrevi lá, pra saber a hora que tu postar o vídeo de estreia.
      Espero que não demore :D

      Beeijo

  • *-* livros com cachorros e gatos, eu gosto muito! E essa história me pareceu bem diferente (porque na onda do marley todo mundo começou a escrever sobre cachorros, mesmo as histórias bobas). Fiquei curiosa, vou marcar como desejado no skoob o/ bjs