Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente – Igor Pires da Silva

Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente é uma coletânea de textos organizada por Igor Pires da Silva do grupo TCD e publicada pela editora Globo Alt em 2018.

SOBRE O LIVRO

Sob uma nova perspectiva que se distancia da tendência de textos curtos postados em redes sociais, o livro traz ao leitor uma coletânea de textos que abordam diversos temas em forma de prosa poética. O livro conta com quatro divisões que separam os textos por temas e abordagens diversas, denominadas: para quando você se esquecer de mim, a memória é uma pele, pra você não esquecer de sentir e a felicidade é uma arma quente. 

“[…] eu tenho medo de enlouquecer, e você?”

Em cada parte destas são expostos temas cotidianos, experiências pessoais e relatos íntimos que aproximam o leitor de cada canto de seus pensamentos, medos, aflições, angústias e memórias esquecidas. Desta forma, a proposta do livro é criar um ponto de partida para reflexões íntimas em cada leitor, além de aproximá-lo de temas sensíveis que por muitas vezes são ignorados ou escondidos.


MINHA OPINIÃO

Inicialmente, discutindo a proposta do livro, preciso dizer que é no mínimo interessante, afinal, quem nunca se pegou passeando pelas redes sociais lendo textos escritos por desconhecidos que expõe seus sentimentos e experiências amorosas, sejam elas tristes ou contentes; vivências e sentimentos complexos? A verdade é que todo mundo adora se confrontar e, não há nada melhor para este fim do que um livro cheio de textos melancólicos, felizes e motivacionais sobre o amor, a personalidade e os diversos sentimentos que os seres humanos são capazes de abrigar.

“Você não precisa permanecer no passado para entender que é capaz de guardar uma lembrança.  Pode seguir.” – Giovanna Freire

Um aspecto interessante é o fato de esta coletânea misturar uma gama extensa de abordagens e assuntos, sendo capaz de encantar do leitor desprevenido até aquele que chega até o livro à procura de reflexão.  Apesar de ter gostado da obra como um todo, tiveram alguns textos que me agradaram mais do que outros pelo simples motivo de se comunicarem comigo e com a época da vida em que me encontro.

E olha só, outra sacada inteligente, não? Que tal proporcionar uma experiência a todos os tipos de leitores que se encontram nas mais diferentes fases de suas vidas? Por que não fazer deste um material para ser lido e relido com o passar dos anos? Além dos textos a obra conta com ilustrações extremamente sensíveis que proporcionam uma imagem relacionada ao tema tratado neste ou naquele parágrafo.

Falando um pouco sobre os temas abordados, é claro que o amor e o romance se encontram na maior parte das páginas, mas é preciso enxergar além para se ter um melhor aproveitamento da leitura. Um bom exemplo disto é dizer: você pode tirar algum proveito de uma situação momentaneamente ruim, ou ainda expondo pensamentos do tipo: “o que é dar certo?”

Preciso confessar ainda, que desobedeci à principal regra, aquela que é trazida já no título que afirma estes serem “textos cruéis demais para serem lidos rapidamente” e passei a noite lendo-o em uma só tacada. Apenas foi impossível largá-lo enquanto não fiquei satisfeita com cada soco no estômago.

E por último gostaria de acrescentar que esta é uma experiência delicada e deliciosa. Espero que muitos sejam atraídos por este título, que muito diz sobre o conteúdo, e leve o seu exemplar para casa, se ajeite embaixo de uma coberta com uma xícara bem quente daquilo que mais ama e se proponha a ser… atingido. Esta é a palavra final. Tenho certeza que daqui a alguns anos farei novamente essa leitura e tirarei coisas diferentes de suas páginas, com novas percepções e novos choques.

5estrelasb

TEXTOS CRUÉIS DEMAIS PARA SEREM LIDOS RAPIDAMENTE

Autor: Igor Pires da Silva

Editora: Globo Alt

Ano de publicação: 2018

Indo contra a tendência dos textos curtos e superficiais que são postados nas redes sociais, o coletivo literário Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente (TCD) passou a produzir e compartilhar um conteúdo extenso, profundo e extremamente poético em suas páginas no Facebook e no Instagram. Com seus escritos e ilustrações, eles acabaram atingindo um público muito maior do que o esperado, nos mostrando como, apesar da crescente agilidade que nossa comunicação exige, ainda precisamos de tempo para digerir e entender nossas complexas relações humanas. Para este livro, foram produzidos textos inéditos que ganharam a companhia das sensíveis ilustrações de Anália Moraes.

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Estudante de Direito, 21 anos, mineira, mora em Belo Horizonte e ama o universo literário.