The 100, Os Escolhidos – Kass Morgan

The 100, os escolhidos é o primeiro livro da série com o mesmo nome de Kass Morgan, lançado em 2014 pela editora Galera Record.

zoom

SOBRE O LIVRO

The 100 se passa num futuro pós-apocalíptico onde a Terra foi completamente dizimada por guerras nucleares e biológicas. Os humanos que conseguiram sobreviver a essa terrível guerra vivem em uma nave que fica na órbita da Terra. Essa nave tem inúmeras regras bem rígidas: como o crescimento populacional que é estritamente controlado pelas autoridades locais, sendo permitido apenas um filho; E qualquer crime, não importa de qual natureza, é punido com a morte, sem mais nem menos.

A nave se divide em três partes, no livro isso fica bastante evidente. A primeira dela chama-se Phoenix: Onde as pessoas de classe social elevada e de importância vivem, as outras duas se chamam Arcadia e Walden: Onde ficam as pessoas mais humildes. Cada uma dessas partes (que são praticamente divididas em duas) tem seu jeito de viver, suas roupas e costumes, causando assim um certo preconceito de ambos os lados.

A história começa 300 anos depois do lançamento da nave, quando descobrimos que ela está enfrentando sérios problemas em seu funcionamento, e que talvez não dure mais tantos anos. Por esse motivo, fica decidido que 100 dos prisioneiros da nave façam uma expedição a Terra para verificar os recursos da mesma. Esses 100 jovens tem menos de 18 anos, pois assim que atingem a maioridade serão executados como os outros. Uma missão que parece suicida pode ser a única opção dos seres humanos.

Os 100 são colocados na nave e vão em direção à Terra, sem saber o que encontrarão lá, até mesmo sem saber se chegarão vivos ao seu destino.


CAPA E EDIÇÃO

Eu adoro essa capa, é bem diferente! O livro é dividido em capítulos e é narrado em terceira pessoa. Porém, cada capítulo mostra o que acontece com um personagem diferente. São 4 personagens que tem seus pensamentos abertos nos capítulos ao decorrer do livro: Clarke, Bellamy, Wells e Glass. Isso ficou muito bem exposto pela edição, consegui acompanhar sem dificuldades nenhuma. A revisão foi bem feita, não achei erros durante a leitura. Com os flashbacks contidos no meio dos livros, a fonte muda para melhor identificação do tempo entre passado e presente, achei isso válido, facilitou a leitura.

the 100


MINHA OPINIÃO

Conheci o universo de “The 100” pela série produzida pelo canal americano CW. Logo que assisti o piloto já procurei pesquisar sobre a história e acabei descobrindo que era adaptação de um livro.

O começo do livro é de tirar o fôlego. Clarke tem certeza de que vai morrer, ninguém sabe como está a Terra, ou se o ar está livre da radiação causada pela guerra. E para a surpresa deles, se deparam com um lugar totalmente diferente disso, o ar não é mais tóxico e a água existente lá é potável. Enquanto isso na nave, Glass, única personagem que está lá, nos mostra o que está acontecendo. Wells e Bellamy, juntamente com Clarke são alguns dos 100 jovens que são enviados para a Terra.

“Esse era o problema dos segredos – você tinha que carregá-los consigo para sempre, independentemente do custo.”

No decorrer dos capítulos, as narrações são alternadas e flashbacks entram na trama para nos mostrar como era a vida dos quatro personagens principais antes dessa expedição. Clarke é filha de cientistas que foram condenados por traição, e ela foi presa juntamente por conta disso. Wells, é filho do chanceler e cometeu um crime propositalmente para que ele fosse enviado à Terra junto com Clarke, sua ex-namorada. Bellamy também comete um crime para entrar na nave com o objetivo de salvar sua irmã mais nova Octávia. Como já sabemos, nenhuma mulher pode ter mais de dois filhos, porém a mãe deles conseguiu a esconder no quarto durante anos. Mas quando o crime é descoberto ambas são castigadas pelo ato ilícito. Por último Glass é uma das jovens que era para estar entre os 100 mas acaba conseguindo escapar quando Bellamy provoca um alvoroço para sua entrada na nave.

Já aliviados pela certeza que a radiação não será um empecilho, os 100 logo descobrem que na Terra os problemas são bem diferentes do que esperavam encontrar.


LIVRO X SÉRIE

Logo que comecei a ler o livro, vi diferenças gigantescas entre o mesmo e a série. Um dos quatro narradores simplesmente não existe na série! No livro, os pais de Clarke foram mortos, já na série a mãe dela está viva na Arca e é de extrema importância para a população. Clarke e Wells tem uma história complicada, pois na série ela acredita que foi ele que contou a traição de seus pais, mas vemos que a história não é bem assim. Já no livro o que realmente aconteceu fica bem evidente logo no começo.

Apesar das grandes diferenças, eu não vejo isso como um problema. A série tem as mudanças necessárias para que seja uma ótima adaptação. A narrativa é muito mais acelerada e tudo acontece rapidamente. Foi uma ótima leitura, e já estou ansiosa para a leitura de Dia 21, o segundo volume da série The 100

THE 100

Autor: Kass Morgan

Editora: Galera Record

Ano de publicação: 2014

Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles… ou uma missão suicida.

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Nascida no interior Paulista, futura cientista da computação, se apaixonou por literatura quando conheceu o bruxo Harry Potter e o vampiro Edward Cullen. Adora ir no cinema e assistir séries em dias chuvosos.