A Traidora do Trono – Alwyn Hamilton

A Traidora do Trono é a continuação de A Rebelde do Deserto, da autora Alwyn Hamilton. O lançamento é de 2017 pela editora Seguinte.

*Essa resenha contém spoilers do livro anterior

Sobre o Livro

Amani Al-Hiza não imaginava o que a esperada fora da Vila da Poeira quando montou no cavalo de areia junto com misterioso Jin. Sua pretensão de uma nova vida junto com a tia foi completamente soterrada quando descobriu o que realmente era: um ser poderoso, capaz de controlar as areias.

Agora, como membro da rebelião e após a Batalha de Fahali, onde ela e a causa do Príncipe Rebelde ganhou notoriedade, há um novo desafio à frente. Enquanto o grupo tentar manter o controle sobre algumas cidade, o Sultão não está de braços cruzados, mas também enfrenta um problema em suas fronteiras. O perigo não está só no filho Ahmed, mas também naqueles que sonham conquista Miraji de fora.

“A rebelião estava prestes a se transformar numa guerra.”

Enquanto Amani se vê envolvida em todo esse conflito, algo passa despercebido, e ela é traída por alguém inesperado. Essa nova situação a coloca em uma posição difícil, pois ela vai parar dentro do palácio, a mercê do poderoso Sultão. Porém, algo mais vem com isso. Conhecer esse homem, suas motivações e a verdade sobre qual é a situação de Miraji faz com que Amani repense suas motivações, e o lado certo de se estar.


Minha Opinião

A Traidora do Trono era um dos meus lançamentos mais aguardados do ano. Se você acompanha o canal ou o blog sabe que eu adorei A Rebelde do Deserto e que o livro se tornou um dos favoritos de 2016 pra mim. Então, é óbvio que quando a continuação chegou aqui eu devorei. E são dois sentimentos: o de finalmente dar continuidade e o de ter que esperar novamente mais um ano pra seguir lendo.

Acho que a primeira coisa que devo ressaltar nessa resenha é que a história evoluiu muito. No primeiro livro tínhamos um background muito interessante, mas por muito tempo nos pegamos apenas acompanhando Amani em sua jornada de busca, ao lado de Jin. Quando finalmente nos encontramos com os rebeldes e descobrimos o que ela era capaz de fazer a história começou a caminha para outro caminho. Em A Traidora do Trono o foco deixa de ser a travessia da personagem para algo bem mais profundo.

“O sol estava se pondo atrás de mim. Quando nascesse de novo, os corpos brilhariam sob a luz do amanhece. Uma nova alvorada. Um novo deserto.”

A política e a rebelião são os pesos principais do livro. Vamos estar tão mais dentro desse foco que muitos pontos de vistas serão apresentados, inclusive fazendo o leitor questionar de o lado certo a torcer é realmente aquele que estamos. Ver a coisa pelo lado rebelde, sem realmente ter a noção política de dentro do reino pode passar uma ideia bem mais gloriosa e distorcida da realidade, e Amani terá que ponderar tudo em uma balança.

Gostei muito de ter isso aqui, pois dá um corpo enorme à história. A narrativa deixa de ser sobre ela, pra se tornar sobre algo maior e mais importante. Deixamos de ver ela passando pelo mundo, pra ver o mundo passando por ela, e essa nova visão só veio parar beneficiar a história. Mas é claro que alguns leitores vão ter que se acostumar com a nova perspectiva. A relação de Jin e Amani não é foco aqui e muito pouco vemos interação entre os dois. Eles passam bem mais tempo separados do que juntos. Porém, quando acontece, são cenas que aquecem o coração ou nos fazem dar boas risadas.

A menina que conhecemos no primeiro livro amadureceu consideravelmente aqui. Uma das coisas que mais gostei nela, desde o começo, é que mesmo não conhecendo todo o mundo que a cercava, ela nunca foi completamente deslumbrada ou boba para os fatos. E, em A Traidora do Trono, ela certamente não é. Amani está o tempo todo alerta, com as engrenagens do cérebro trabalhando, buscando opções, caminhos, traçando estratégias. Ela já sabe controlar seu poder aqui e isso lhe dá também um novo tom. Nossa Bandida dos Olhos Azuis já era perigosa sendo uma exímia atiradora, agora como controladora de areias, seu potencial é expandido.

“Você foi embora, e eu teria revirado o deserto inteiro do avesso te procurando.”

Aliás, há um fato envolvendo sua fama no livro que gera bons momentos de diversão. Um novo personagem é inserido em paralelo a isso, e a interação de ambos, mais a situação em questão ajudam a dar uma descontraída na trama, mesmo que em meio a momentos tensos. E, é claro que, com fama e reputação, há bem mais gente de olho nela do que antes.

Quem também dá um show nesse livro é Shazad. Além de ser o braço direito de Ahmed, também acabou se tornando uma “melhor amiga” para Amani. E é possível ver ao longo da história o quanto ambas pareciam precisar dessa relação. É tudo muito sutil, mas os poucos momentos em que vemos elas interagindo é possível ver o quanto uma significa para a outra.

Confesso que senti um pouco da falta de Jin mais presente na história, mas também entendo o porquê de ele não estar. Acredito que essa era a vez de Amani tomar a frente e pelo que a narrativa nos apresenta, ele estará bem mais em cena num terceiro livro. Além dos já citados, também temos a presença dos outros membros da rebelião, o Sultão, e seus outros filhos, os irmãos remanescentes de Jin, Ahmed e Delila e, entre eles, o herdeiro do trono.

E quando o final chegou, tive um mini avc de nervoso. A coisa saiu completamente do controle e eu só vi a coisa indo rio abaixo. Sério, preparem os corações, pois em alguns momentos é bem devastador ver as coisas acontecendo. Queremos entrar no livro e mudar tudo, abrir os olhos das pessoas, se por em frente a outras. Pela forma que acaba, o terceiro livro vai ser arrasador e eu não vejo a hora de tê-lo em mãos.

Minha recomendação aqui, caso você seja um adorador dessa história assim como eu, é que você vá ler esse livro logo. E, caso não tenha lido o primeiro ainda, adiante essa leitura pra ontem. A Traidora do Trono é um livro muito mais pesado e encorpado que A Rebelde do Deserto, há bem pouco foco na relação dela com Jin e muito no cenário que os cerca. Todos os personagens estão envolvidos em um jogo de xadrez e é preciso ver todos os lados antes de se posicionar.

Há muitos segredos ocultos. Há muitas pessoas dúbias. Há perdas e sofrimento. Há magia, poder e muita inteligência nas jogadas. Há cenas divertidas e cenas de cortar o coração. A Traidora do Trono é um deserto inteiro de reviravoltas e emoção.

A TRAIDORA DO TRONO

Autor: Alwyn Hamilton

Editora: Seguinte

Ano de publicação: 2017

Amani Al’Hiza mal pôde acreditar quando finalmente conseguiu fugir de sua cidade natal, montada num cavalo mágico junto com Jin, um forasteiro misterioso. Depois de pouco tempo, porém, sua maior preocupação deixou de ser a própria liberdade- a garota descobriu ter muito mais poder do que imaginava e acabou se juntando à rebelião, que quer livrar o país inteiro do domínio do sultão. Em meio às perigosas batalhas ao lado dos rebeldes, Amani é traída quando menos espera e se vê prisioneira no palácio. Enquanto pensa em um jeito de escapar, ela começa a espionar o sultão. Mas quanto mais tempo passa ali, mais Amani questiona se o governante de fato é o vilão que todos acreditam.

 

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.
  • Lili Aragão

    Favoritar o segundo livro de uma trilogia, é bem importante, pois geralmente é nesse livro que a história perde a força e pelo visto isso não acontece em A Traidora do Trono. Tô gostando das resenhas que tenho visto dos livros dessa trilogia e tô sim cheia de vontade de lê-lo. As capas estão lindas, Amani parece ser uma protagonista forte e espero poder começar a lê-los logo logo :)

  • Bruna Prata

    É tão bom ver que a continuação chega a ser melhor que o primeiro livro. Gosto quando as coisas ficam oscilando nas tramas, dá uma certa emoção (ou talvez um mini avc hahaha). Provavelmente esperarei o lançamento do terceiro livro, onde realizarei a leitura de uma única vez.

  • rudynalvacorreiasoares

    Oi Tamirez!
    Bom começar com um resumo do que aconteceu no livro anterior.
    Ver a visão do Rei e ver um pouco mais sobre o outro lado da história, porque dá uma nova perspectiva.
    Bacana ver que a Amani cresce durante esse exemplar.
    Tão bom ver esse segundo livro ser ainda melhor que o primeiro, porque o enredo traz nova visão e novas configurações.
    Final explosivo é fabuloso.
    Quero ler.
    cheirinhos
    Rudy

  • Caroline Furlan

    Eu nunca li a Rebelde do Deserto,mesmo com algumas blogueiras que sigo falando muito bem,não sei explicar porque,mas não me chamou a atenção.Nunca havia realmente lido uma resenha sobre qualquer um dos títulos,mas acho capaz de no futuro dar uma lida,eu gosto de aventura e pela sua resenha,me parece que é uma boa aventura então isso me cativou um pouco,mas vamos ver…

  • Nathallia dos santos

    Oi Tamirez, que capa linda desse livro, mas mesmo com todos seus esforços de fazer uma resenha maravilhosa, muito bem estruturada e cheia de detalhes, esse livro nao me prendeu a atenção. Mas pode ser que daqui alguns dias posso comprar, pois minha whish list está bem cheia, e conseguir gostar do livro. Sua escrita é muito boa, beijos

  • Marta Izabel

    Oi, Tamirez!!
    Gostei muito da resenha e mesmo não tendo lido o primeiro fiquei muito entusiasmada com a história!! Sem dúvida quero muito conferir esse livro!
    Beijoss

  • Gislaine Lopes

    Oi Tamirez,
    A satisfação em ler uma sequencia que supera o livro anterior é muito boa, pois isso nos deixa mais empolgados para dar continuidade a série. Estou querendo ler A rebelde do deserto há tempo e agora que lançou o 2º livro vou me aventurar neste mundo. Enquanto o primeiro livro nos apresenta Amani e o início de sua trajetória, A traidora do trono abrange muito mais da história e, com isso, já estou convencida do quanto a autora criou uma trama bem elaborada e com muito a ser explorado. Fiquei curiosa com algumas coisas, principalmente, sobre o final do livro e minas expectativas só cresceram com sua resenha.

  • suzana cariri

    Oi!
    Quero muito ler esse livro, faz um tempo que estou de olho nessa historia,pois logo que vi a capa do primeiro livro ela logo me chamou atenção e lendo essa resenha tenho que ler essa serie, parece que nesse segundo livro que a autora muda totalmente o foco da historia, deixando ela ainda mais interessante e gostei muito de saber que os personagens vão crescendo ao longo das paginas, quero muito ler essa serie !!

  • Vitória Silva

    Estou querendo muivo ler esse livros, adorei sua resenha dos dois é depois dessa resenha estou mais ansiosa ainda
    Obrigada!!