Um Conto às Avessas de a Bela e a Fera – Liz Braswell

Um Conto às Avessas de a Bela e a Fera é uma encantadora releitura escrita por Liz Braswell que inaugura uma série de livros para o público jovem adulto que reconta os clássicos Disney de uma forma inusitada! Publicado originalmente em 2016, foi trazido ao Brasil em 2017 pela editora Novo Século.

SOBRE O LIVRO

Em um reino distante, em um majestoso castelo vivia um belo e rico jovem príncipe. Apesar de toda a sua fortuna e beleza, o príncipe era mimado, egoísta e grosseiro. Em uma noite de inverno uma velha maltrapilha bate à porta do castelo e lhe oferece uma rosa em troca de abrigo para o frio. Repugnado pela feiura dela, o príncipe a zomba e manda a velhinha embora. Ela o aconselhou a não se deixar enganar pelas aparências, pois a beleza está no interior das pessoas. Quando o príncipe voltou a expulsá-la, ela se transformou em uma bela feiticeira e jogou um feitiço nele, transformando-o em uma fera horrenda.

A rosa que ela lhe deu era encantada. Se ele aprendesse a amar alguém e fosse retribuído até o momento em que a última pétala caísse, o feitiço estaria desfeito, senão, ele permaneceria fera para sempre.

Mas antes disso, um pouco mais antigamente do que antes… existia uma pequena aldeia, em um pequeno reino, onde seres mágicos e feiticeiros podiam viver em harmonia com as demais pessoas, eles eram conhecidos como “les charmantes”.  Nessa aldeia, vivia um jovem casal: Maurice, um estranho inventor e sua jovem e bela esposa Rosalind, uma poderosa feiticeira, que esperava sua primeira filha. Mas então a peste chegou e cada ser mágico foi caçado e perseguido sob acusações de terem trazido a doença para o vilarejo e, com o simples desaparecimento de poderosos magos, Rosalind resolve interferir.

Mas é assim que a nossa história começa… Bela é uma jovem inteligente, inquieta, uma traça de livros. Tudo o que ela mais desejava era escapar do pequeno e pacato vilarejo onde vivia para viver sua grande aventura. Até que um dia seus desejos acabam se realizando, mas é claro que não da forma que ela sempre imaginou. Agora ela era prisioneira de uma terrível fera, dentro de um castelo mágico e completamente encantado. Quando Bela toca uma certa rosa encantada, ela começa a ter algumas intrigantes visões sobre como aquele castelo foi enfeitiçado e, acima de tudo, visões sobre uma jovem feiticeira a quem aparentemente, ela não conhecia, ou ao menos, não como uma feiticeira, mas sim, como sua mãe. Confusos, Bela e Fera se unem para desvendar um angustiante mistério sobre suas famílias.


MINHA OPINIÃO

Pode parecer estranho para alguns o quão importantes são os contos de fadas, assim como pode parecer ainda mais estranho que uma releitura de um conto tão conhecido se torne uma nova aventura. O livro mescla características do mundo real e do mundo fantástico através da personalidade de cada ser e objeto, mas também na descrição de cenas e locais narrados. Toda a descrição dos personagens e a ambientação dos lugares a qual o leitor visitará é feita de forma detalhada e faz com que sejamos transportados para dentro das páginas e mais além, para dentro do universo criado pela autora.

“A verdade era que… ler, já não era o suficiente.”

A história é contada em dois tempos: o primeiro retrata o pequeno vilarejo ainda habitado por seres mágicos que nos conta como Maurice e Rosalind se conheceram; o outro retrata em sua base a história já conhecida de a Bela e a Fera, no entanto, se misturando à história criada pela autora, criando fatos, explicações e personagens novos, fazendo com que a narrativa fique toda bem amarrada e cada acontecimento tenha sua justificativa e consequência.

Um ponto interessante, talvez até histórico, é o fato de como as mulheres da época eram subestimadas e colocadas como seres inferiores aos homens. É claro que retratado de uma forma sutil, como por exemplo, o porque de uma garota parecer tão estranha por andar pelas ruas com o rosto enfiado em um livro e se recusar a casar com o homem mais bonito da cidade, afinal: quem ela pensa que é?

Os personagens criados são em sua essência, peculiarmente reais… Cada característica dos personagens retrata valores e diferenças, como a lealdade, a sinceridade, a “esquisitice”, o quanto desejamos o que não podemos ter e tantas outras.

Como um todo, o livro é envolvente e cativante do início ao fim, colocando cada acontecimento no momento certo, temperando a curiosidade do leitor e deixando um gostinho de que ainda existem milhões coisas para se descobrir.

Talvez por ter causado tamanho apego e me feito sempre esperar pelo desfecho, não consegui me satisfazer com o final, embora ele seja fechado e não deixe nenhuma ponta solta, não foi o que eu esperava que acontecesse. Ele é inovador, e para uma história já contada e recontada tantas vezes isso tem seus riscos somado às vantagens. Mas afinal, uma boa história sempre é aquela que nos surpreende e se você curte recontos ou essa história específica, eis aqui mais uma chance de visitar esse mundo mágico.

thumb_livro

35estrelasb

UM CONTO ÀS AVESSAS DE A BELA E A FERA

Autor:Liz Braswell

Editora: Novo Século

Ano de publicação: 2017

Bela é inteligente, engenhosa, inquieta e mais uma porção de coisas. Ela anseia escapar de seu modesto e provinciano vilarejo. Quer explorar o mundo, apesar de seu pai relutar em deixar sua casinha para o caso de a mãe de Bela retornar – mãe da qual ela mal se lembra. Um dia, os desejos da garota por novas aventuras acabam por se realizar – mas não da maneira que ela imaginava. Agora ela é cativa de uma terrível fera, dentro de um castelo enfeitiçado. Quando Bela toca a rosa encantada da Fera, intrigantes imagens inundam a mente da jovem – imagens da mãe que ela acreditava que nunca mais veria. Ainda mais estranho que isso, ela descobre que sua mãe é ninguém menos que a bela Feiticeira que amaldiçoou a Fera, seu castelo e todos os seus habitantes. Chocados e confusos, Bela e Fera devem se unir para desvendar um assombroso mistério sobre suas famílias. Um conto às avessas de A Bela e a Fera é uma saborosa e encantadora releitura, inaugurando uma série de livros para o público jovem adulto que reconta os clássicos Disney de um jeito jamais imaginado!

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Estudante de Direito, 19 anos, mineira e cheia de “uai’s”, mora em Belo Horizonte e ama o universo literário.
  • Andressa Alves

    Comecei a leitura empolgadíssima, mas com o desenrolar da história me vi cada vez menos envolvida!
    O livro discute muito as questões de diversidade, racismo e intolerância. Não é um livro leve e provavelmente vai te fazer refletir.
    A edição está maravilhosa. Linda e rica em detalhes.
    Apesar da história não ter me conquistado, estou apaixonada pela edição.
    O marcador que acompanha o livro é um carinho a parte e deixou a experiência de leitura ainda mais gostosa.
    A editora está de parabéns!

  • Lili Aragão

    Oi Ana, com o lançamento do filme diversos livros foram lançados com o tema A Bela e a Fera e até acho que isso desgasta um pouco a história mesmo que cada autor tenha uma narrativa diferente. Ainda assim achei interessante o título dessa obra e fiquei um pouco curiosa sobre ela ao ler tua resenha, e quero saber sobre esse final que não foi o que você esperava. Espero poder ler futuramente ;)

  • Lara Caroline

    Olá Ana, tudo bem?
    Eu gosto muito de contos de Fadas, mas em especial eu gosto das releituras deles, principalmente aquelas que tem um tom mais macabro. Ultimamente tem saído muitas releituras dessas estórias e eu tenho vontade de ler todas, e inclusive já tinha visto uma resenha deste livro. Gostei bastante da proposta que a autora trouxe para a estória e quero ler e breve.
    Beijos

  • rudynalvacorreiasoares

    Luiza!
    Gosto muito das releituras do contos de fadas, principalmente os relacionados A Bela e a Fera que é meu conto favorito.
    E ver que aqui, mesmo se utilizando da fantasia, ainda traz personalidades realísticas aos seus personagens, deve ser fascinante.
    Nem sempre os desfechos são como esperamos e isso pode ou não ser bom, dependendo de como foi feito…
    Só lendo para saber…
    Bom final de semana!
    “Saber envelhecer é a grande sabedoria da vida.” (Henri Amiel)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

  • Bruna Prata

    As releituras do conto da Bela e a Fera está bombando ultimamente.
    Não sou muito fã de coisas relacionadas a contos de fadas no mundo literário (estranho, eu sei). Gosto de pensar que é uma forma de preservar o meu conhecimento adquirido na infância, mas é só preguiça de reler algo que eu possivelmente já saiba.

  • Nayane Evylle

    Oi Ana!
    Eu tenho lido muitas resenhas da releitura do conto e confesso que não estou ficando animada pra ler.
    A história eu já conheço, tenho algumas ressalvas, mas não precisa ficar fazendo um monte de livro. É rentável, porque os fãs compram e também porque o filme acabou de ser lançado e o dinheiro fala mais alto.
    Preferi o “príncipe” como fera. Ele era mais bonito como fera. Ele teve muita sorte também. Acabou ficando com a Bela, que como o próprio nome diz, é bela. Eu preferia que a história fosse invertida.
    A capa é maravilhosa!

  • Natália Costa

    Oi Ana, tudo bem?
    Releituras estão em alta, e de A Bela e Fera então, nem se fala! rsrsrsrs
    Eu como sempre, me interesso por todas!
    E esta folha de guarda linda??? Encantada!

  • Marta Izabel

    Oi, Ana!!
    Adoro releituras de contos de fadas, e quando e da Bela e a fera fico mais empolgada ainda!! Amei a edição do livro que ficou linda demais!!
    Bjoss

  • Isabela Carvalho

    Oi Ana ;)
    A Bela e a Fera é um dos meus contos de fadas favoritos, e como estou adorando ler releituras, já conhecia o livro e estou mais ansiosa ainda pra ler!
    Acho essa capa bem legal, e parece combinar muito com a história!
    Não sabia que a autora misturou características do mundo real e do mundo fantástico, mas gostei da história ser narrada em dois momentos diferentes.
    Apesar de ser inovador, também acho que não vou gostar muito desse final… mas já está na lista de leitura e espero começar em breve!
    Bjos

  • Natalí Marques

    Olá!
    Amei a premissa desse livro! Amo releituras de contos de fadas! E A Bela e a Fera é meu conto preferido! Com certeza vou procurar esse livro e acrescentar na minha lista de leituras porque acho que vou gostar muito <3
    Beijos

  • Micheli Pegoraro

    Oi Ana,
    A Bela e a Fera é meu conto favorito ♥ mas são tantas releituras que nem sei por onde começar a ler haha
    Adorei a forma como a autora conduziu a história, mesclando a história original de Bela e a Fera com a criada, confesso que fiquei intrigada para saber qual vai ser o desfecho dessa mistura. Vou anotar o titulo e ler assim que surgir a oportunidade.
    Beijos

  • Márcia Saltão

    Olá.
    Que pena que o desfecho não foi o esperado por você.
    Gostaria de fazer a leitura desse livro, pois adoro esse conto. Espero me surpreender positivamente.
    Obrigada pela dica.
    Beijos.

  • Carol

    Awn eu adoro A Bela e A Fera *_* Nao conhecia este livro, vou acrescentar na minha listinha mesmo esperando q o final tbm n me surpreenda!

  • Nara Brasil do Amaral

    Não tenho nada contra as histórias recontadas, ainda mais quando se trata de A Bela e a Fera. Fico triste que o final não tenha sido aquilo que você imaginava, mas fico feliz que você tenha falado de como as mulheres eram subestimadas naquela época, é pura verdade, eu como leitora assídua de romance de época sei bem que isso é um fato incontestável.