fbpx

Um Pequeno Favor – Darcey Bell

Um Pequeno Favor é da autora americana Darcey Bell, lançado aqui no Brasil em 2017 pela editora Bertrand Brasil, um selo da Editora Record.

SOBRE O LIVRO

Stephanie é mãe do pequeno Miles. Ela é uma blogueira que narra diariamente sua rotina na maternidade. Ela dá dicas para as mamães de primeira viagem, além de compartilhar coisas sobre comportamento infantil, e também sobre sua relação com as pessoas que a cercam. Em um desses posts ela conta sobre sua melhor amiga Emily, que lhe deixou a tarefa de cuidar do seu filho Nicky, que é melhor amigo de Miles.

“A verdade sempre arranja uma maneira de aparecer.”

Tudo parecia normal, até que Emily não retorna e nem responde mais as ligações de Stephanie. E é justamente por isso que ela está escrevendo o post sobre Emily no blog: ela está desaparecida há 2 dias.


MINHA OPINIÃO

Sabe aquele livro que você fica extremamente curiosa por causa da sinopse? Foi assim que conheci esse thriller. Ele é narrado no ponto de vista dos três protagonistas: Stephanie, Emily e Sean, o marido da desaparecida. A diagramação do livro está bem legal, ainda mais por colocar quem está narrando no início do capítulo, não causando confusão e, também, destacando de forma diferente os posts do blog de Stephanie.

O grande problema desse livro foi a forma como ele foi vendido. As editoras deveriam pegar mais leve com comparações à livros de sucesso. Logo na capa deste, está estampado  como sucessor de Garota Exemplar e A Garota no Trem. Ok, eles são livros que deram uma reviravolta no gênero suspense, mas Um Pequeno Favor não faz isso de maneira alguma.

Sobre as protagonistas, Stephanie é viúva tendo perdido o marido e o irmão em um trágico acidente, e para dar uma esfriada na cabeça, resolve criar um blog para falar sobre seu cotidiano, para mostrar o quanto consegue ser uma mãe perfeita apesar de tudo. Mas será que ela só expõe verdades? Ela possui grandes problemas consigo mesma e com coisas que ela fez no passado, creio que isso é um dos pontos altos de toda a história, mostrar os dois lados de uma pessoa. Já Emily é nos apresentada como uma mãe responsável, uma esposa fiel e uma pessoa trabalhadora. Ela não seria capaz de abandonar seu filho assim, sem mais nem menos, será mesmo?

Minha grande decepção com esse livro, é com a inteligência dos personagens da trama (ou a falta dela). Stephanie me deixou com muita raiva de suas atitudes, e da ‘ingenuidade’ dela. Eu realmente estava esperando algo bem surpreendente, mas conforme a leitura vai avançando, algumas coisas vão ficando claras demais. E o suspense vai por água abaixo.

Apesar disso, eu confesso que não parava de ler a história. Eu precisava saber o desfecho da vida daquelas pessoas, me senti assistindo aqueles programas de investigação que passam na TV. Há algumas revelações durante a trama, mas a maioria delas você consegue matar antes de ser entregue ao leitor. Uma das coisas que gostei foi o fato da autora sempre martelar na nossa cabeça essa história de amizade, e se as pessoas são tão fieis assim quanto se mostram para nós.

Como disse no começo, o grande pecado desse livro foi criar expectativas altsa sobre ele. Eu realmente fiquei muito animada para ler, mas não fui tão surpreendida. Porém, ele serve para me entreter durante as horas de leitura, mas passando longe de ser uma revolução dentro do gênero.

UM PEQUENO FAVOR

Autor: Darcey Bell

Editora: Bertrand Brasil

Ano de publicação: 2017

Livro apontado como sucessor de Garota exemplar e A garota no trem, “Um pequeno favor” inclui traições e reviravoltas, uma pessoa morta e a questão recorrente: quem está enganando quem?
Quando sua melhor amiga, Emily, pede a Stephanie para buscar seu filho Nicky na escola, ela alegremente concorda. Nicky e seu filho, Miles são melhores amigos — exatamente como ela e Emily. Mas Emily não volta. Ela não atende ao telefone ou responde às mensagens. Stephanie sabe que algo está terrivelmente errado. Aterrorizada, ela busca ajuda nos leitores do seu blog. Até que ela e Sean, marido de Emily, recebem notícias chocantes: Emily está morta. O pesadelo de seu desaparecimento finalmente chegou ao fim. Ou será que não?

É resenhista do Resenhando Sonhos.
Nascida no interior Paulista, futura cientista da computação, se apaixonou por literatura quando conheceu o bruxo Harry Potter e o vampiro Edward Cullen. Adora ir no cinema e assistir séries em dias chuvosos.