Volte Para Mim – Paola Aleksandra

Volte Para Mim é o romance de estreia da autora nacional Paola Aleksandra, que sai pelo selo Essência da editora Planeta em 2018.

Sobre o Livro

Quando tinha 16 anos Brianna deixou seus pais e a irmã para trás e foi para a Escócia viver com o avô. 11 anos depois, após receber notícias preocupantes de casa, é hora da jovem voltar e confrontar as sombras de seu passado e do tempo que passou afastada.

“Engraçado como às vezes precisamos abrir mão de tudo o que temos para descobrir o que é verdadeiramente essencial.”

Entretanto, não foi somente sua família que ela deixou pra trás. Seu grande amigo e enamorado Desmond também ficou e, mesmo com uma promessa de retorno e o envio de várias cartas, Brianna não teve notícias dele durante todo esse tempo.

Agora, de volta à Inglaterra, revisitando memórias, reencontrando pessoas e descobrindo os segredos que macularam tanto sua família, a jovem também terá que lidar com o seu coração que passará a bater mais forte assim que um velho sentimento ressurgir.


Minha Opinião

Romance de época não é a minha praia, já vamos tirar isso logo do caminho. Na verdade, essa é minha primeira experiência com o gênero se eu for descontar os dois romances históricos – também nacionais – que já li. E, mesmo não sendo uma grande fã de romances, posso dizer que o que encontrei aqui me cativou de todo o coração.

A primeira coisa a se mencionar é que Paola não escreve como uma autora iniciante. Há uma segurança e cadência em suas palavras que afasta qualquer pensamento de receio. É uma narrativa suave que carrega o leitor, e que tem, ao mesmo tempo, uma história leve e divertida e uma trama cheia de peso. Se eu tivesse que comparar, diria que, assim como Diana Gabaldon tem o dom de contar histórias carregadas de questionamentos enquanto nos encanta com palavras doces e cheias de humor, Paola se assemelha muito nisso em seu estilo de escrita.

E sim, é uma história de amor e a gente sabe muito bem onde isso vai dar, certo? Contudo, a forma como se conduz a trama e o passo que é dado à narrativa, nos perdemos em meio a leitura ansiando por um final de algo que soa como uma grande história, mesmo em sua simplicidade. E, são poucos os autores que conseguem desviar com sucesso o foco da previsibilidade para nos conectar com um livro ao ponto de isso nem sequer ser um incômodo. Digo eu, a rainha das reclamações quando os quesitos são romance e clichês.

“…uma casa é construída com pedras e madeira, enquanto um lar é edificado no amor e no respeito.”

A relação de Brianna e Desmond é como uma briga de cão e gato. Há amor ali, mas os dois disputam por quem dará o braço a torcer primeiro. O bacana aqui é que a narrativa não fica só nisso. Sabemos desde o começo que há muito não dito e que o que realmente faz com que as coisas ainda não deem certo é o simples fato de que eles ainda não perceberam que nenhum dos dois sabe toda a história. Então, nós leitores, criamos a expectativa, não só por esse momento, mas também por realmente descobrir o que de verdade está escondido debaixo do tapete.

E, enquanto Brianna é decidida, inteligente e independente, o mocinho da trama é o bom cavalheiro que já viveu algumas aventuras na vida tentando encontrar o seu lugar no mundo, mas que acabou voltando para onde seu coração mandava. Digo sem receios que sai desse livro com um crush fortíssimo nesse homem e provavelmente você também sairá.

Mas não é só de amor que vive Volte Para Mim. A trama circunda problemáticas muito mais importantes como a família, o legado e peso de um nome, a amizade, e um tempo onde tomar as rédeas da sua vida não era assim tão bem visto, levando em consideração que muito era “tramado” em função de convenções, títulos, riquezas e propriedades.

“O amor é grande demais para ser medido entre acordos e tratados.”

Há uma atitude em especial, que envolve a protagonista, que pode ser questionável ao fim do livro. Porém, quando parei pra pensar e vi que tinha sido uma escolha sincera e desprendida do quesito “posse”, percebi que o que, em muitos casos, é o abrir mão de uma identidade, aqui é um passo em direção à liberdade tão desejada pela personagem. Ao escolher ser alguém diferente, Brianna escolheu a si frente ao que os outros gostariam que ela fosse.

Em romances de época, que costumam ser pautados por muitos costumes e limitações, hoje, são as personagens mais a frente do seu tempo, assim como as autoras que tem coragem de arriscar um pouco dentro do gênero que acabam por se destacar. Afinal, a gente já sabe onde um pedaço da história vai dar, então é importante que o diferencial se apresente em outro lugar, criando uma identidade que, além de saltar aos olhos, também empodere as personagens e suas leitoras, numa visão bem mais otimista da época.

Ao fim de tudo, digo que sai encantada da leitura e muito feliz com o que encontrei. O sucesso que o livro vem fazendo é merecido e, abre as portas para mais uma escritora talentosa no cenário nacional, em um gênero que ainda batalha para receber o devido valor, mas que já alcança um número imenso de leitores.

Portanto, se você curte um bom romance ou é fã dos de época, Volte Para Mim é certamente uma leitura indispensável e que vai encher o seu coração de amor, seu rosto de sorrisos e, quem sabe, lhe arrancar algumas lágrimas.

VOLTE PARA MIM

Autor: Paola Aleksandra

Editora: Planeta

Ano de publicação: 2018

Aos dezesseis anos, Brianna Hamilton fugiu da Inglaterra para a Escócia, abandonando sua família e as obrigações como herdeira de um duque. Em meio aos prados escoceses, a jovem encontrou refúgio e descobriu mais sobre a mulher que desejava ser. Mas, onze anos após a fuga, uma dolorosa verdade fará com que ela deseje nunca ter partido.

É a criadora e autora do Resenhando Sonhos.
Gaúcha do interior do Rio Grande do Sul, hoje mora na capital Porto Alegre e quer conhecer o mundo.
Publicitária por formação, sonhadora por opção. É mal humorada e chata.