Warcraft Durotan – Christie Golden

Warcraft – Durotan é um livro da escritora Christie Golden e foi lançado em 2016 pela Galera Record. Ele é um prequel da história presente no filme lançado no cinema e de seu livro.

20160626_123224

Sobre o livro

No mundo chamado Draenor, no local conhecido como Serra do Fogofrio, o clã dos orcs Lobos do Gelo, liderado pelo orc Garad, tenta sobreviver perante as dificuldades encontradas. Conhecido por ser forte e justo, Garad cuida do seu clã, juntamente com a esposa Geyah e o filho Durotan, a quem ele tenta ensinar a caçar e preparar para ser o seu sucessor, se os espíritos assim decidirem. Acontece que o mundo que eles chamam de casa está morrendo aos poucos e a cada dia fica mais difícil sobreviver.

Em meio aos percalços encontrados pelo clã, aparece um orc conhecido como Gul’dan, e o estranho velho de barba branca possui algumas particularidades. A primeira é que ele diz ser um bruxo (palavra que era desconhecida pelos orcs), a segunda era ser da cor verde, algo incomum, pois os orcs possuem uma tonalidade marrom, mas, o pior de tudo, é que ele carrega acorrentada como escrava uma fêmea que parece orc misturado com alguma coisa que eles não sabem definir, também verde, de nome Garona (que significa “Agourada”). Ele aparece com a oferta de levá-los a um mundo novo e vivo para continuarem suas vidas,  afirma estar reunindo diversos orcs dos mais distintos clãs com a finalidade de formar uma Horda. Como ele despertou desconfiança entre o clã, o chefe Garad declina o convite e todos retornam as suas vidas.

“Na sombra desse capuz, seus olhos reluziam – não com a luz refletida da fogueira, mas com uma luminescência verde que parecia vir de dentro.”

Desde essa visita as coisas parecem piorar e quando menos se espera, Durotan acaba se vendo a frente do clã e conta com a ajuda de seu amigo de infância Ogrim Martelo da Perdição. Eles estão cada vez mais fracos e, perante uma escassez de comida, no dia do Solstício, eles observam uma figura se aproximando. Ao chegar mais perto descobrem ser Draka, uma exilada, já que quando um orc nasce muito fraco ele é exilado do grupo e tem o direito de voltar para provar sua força depois de um ano, no dia do Solstício. Durotan conheceu Draka antes disso e fica espantando ao ver que ela sobreviveu e voltou forte e com várias histórias para contar, além disso, ela despertou nele um sentimento que ele não sabe explicar.

Eles precisam ficar ainda mais unidos, procurando uma saída para todos os problemas e se apoiando uns aos outros para sobreviverem nesse mundo onde nem tudo é o que parece e que o inimigo, muitas vezes, vem de muito perto. Nesse universo mágico, Durotan tem que achar uma saída para o seu clã e enfrentar com garra perigos jamais imaginados, contanto com a ajuda de todos que caminham ao seu lado. Inclusive com o alerta de alguém inesperado “meu senhor é sinistro e perigoso”, conhecendo um novo sentimento que uma exilada despertou e o mais importante, será que podem confiar nesse bruxo? Por que ele tem essa cor? Com que tipo de magia ele está lidando?

20160626_122851

Minha opinião:

Uma história fascinante do início ao fim. Entrar nesse mundo mágico e conhecer seres tão fantásticos, suas culturas e seus rituais é algo maravilhoso e que vai além da compreensão de muitos. O livro traz diversos ensinamentos e nos faz parar e pensar em como podem existir algumas criaturas tão feias e aterrorizantes na aparência, mas que possuem corações tão bondosos e justos, e que muitas vezes só querem o bem dos que estão a sua volta, sem guerra e vivendo em paz. Isso nos faz parar e pensar em como muitas vezes julgamos os outros de forma errada.

A história é muito bem apresentada e segue um fluxo onde as informações parecem se encaixar no momento exato. Sempre que a autora deixa algum furo para ser preenchido posteriormente, nós já imaginamos o que poderia ser e na hora ela vai lá e nos surpreende com uma revelação que não era esperada. O livro dá muitas reviravoltas e nos deixa apreensivos com o que mais está por vir. Ele possui poucas partes de luta propriamente dita, mas quando apresentadas são muito bem elaboradas e descritas com vários detalhes, nos passando uma tensão que só termina quando está tudo resolvido. Nunca sabemos o que está nos esperando na próxima página.

“Um Lobo do Gelo não sente júbilo com o sofrimento. Nem com o sofrimento de um inimigo.”

20160626_123240

Além da parte de ação do livro o que mais me chamou a atenção foi o amor que brotou entre dois seres, que em um primeiro momento, podemos julgar como sem coração e que só querem guerra. Durotan e Draka sobrevivem juntos e mostram que o amor pode aparecer de onde menos se espera e que mesmo em meio a uma guerra e destruição, contar com o apoio de alguém que amamos pode ser o alicerce para a nossa caminhada. Se um apoiar o outro, eles podem sobreviver a tudo isso. Pois quando menos esperam são contemplados com uma bela surpresa.

A capa conta com a presença imponente de Durotan e está muito bonita. A diagramação auxilia na leitura, pois não deixa ela pesada e todo o material do livro é de muita qualidade. Os capítulos variam de tamanho. Foi muito interessante conhecer a história de Durotan e do seu clã, desde a época que seu pai era o líder até os fatos que levaram aos eventos finais. Dessa forma, é possível entender o motivo que os levou a tomar diversas decisões.

Se você gosta de viajar para um mundo mágico e de conhecer outros seres, esse é o seu livro. Conhecer toda a história de um orc que possui tanto a ensinar e que em nenhum momento deixou de ser sábio e justo com todos é algo que encanta e nos mostra que a maldade nem sempre está onde esperamos. Além de, é claro, conhecer cada um dos clãs que existem e suas particulares, observando que apesar de serem individualistas e em um primeiro momento não se relacionarem entre si, no momento que é preciso cooperar com o outro para sobreviver, eles também sabem como agir.

Se você já assistiu o filme ou é um fã de Warcraft, esse livro é um prato cheio para complementar ainda mais a experiência com o mundo. Sendo lançando juntamente com o livro do filme, proporciona aos leitores mais detalhes, de um outro ponto da história, para aqueles que acompanham o jogo e tudo a ele relacionado.

WARCRAFT – DUROTAN

Autor: Christie Golden

Editora: Galera Record

Ano de publicação: 2016

Em Draenor, sob a sombra da Montanha do Grande Pai, entre a Serra do Fogofrio e as terras do sul, o forte, honrado e ferozmente livre clã Lobo do Gelo enfrenta invernos cada vez mais rigorosos… e caça talbuques e fenocerontes cada vez mais escassos. No entanto, um Lobo do Gelo não reclama. Sob a liderança sábia de Garad eles perseveram, honrando os Espíritos da Terra, do Fogo, do Ar, da Água e da Vida. Outros orcs podem sentir prazer na matança… Não os Lobo do Gelo. Quando Guldan, um misterioso forasteiro, chega ao inóspito território ao norte, oferecendo uma terra rica em alimentos em troca da submissão do clã à sua Horda de orcs, o chefe declina. A dignidade de seu povo não está à venda. Assim como sua liberdade.
Arauto da morte, a partida de Guldan traz a reboque a morte de Garad e a ascensão de seu filho: Durotan. Agora cabe ao jovem líder manter seu povo unido em um dos momentos mais críticos de sua história. Contra a fome, o inverno rigoroso, a fúria dos elementos e os Andarilhos vermelhos… Será possível?

É colaboradora do Resenhando Sonhos.
Natural de São Sepé, atualmente morando em Santa Maria.
Formada em Gestão da TI pela URCAMP e cursando Produção Editorial na UFSM.
Apaixonada por livros, Johnny Cash e cachorros.