Unindo ideias, as roteiristas Wu Tong e Zhao Qian Qian, que após A Love So Beautiful, ficaram muito conhecidas por escreverem dramas chineses jovens e com ótimas audiências nos lugares em que são transmitidos. E com a direção de Yang Long conhecemos a Xiao Xi e o Jiang Chen. Eles estão no ensino médio, estudam na mesma escola e na mesma sala, mas, além disso, também são vizinhos. Moram no mesmo prédio desde pequenos, mas não são tão próximos como Xiao Xi gostaria. Ela é uma garota alto-astral, que não estuda muito, mas é muito expressiva em relação aos seus sentimentos que tem por Jiang Chen; enquanto ele é um cara popular por sua bela aparência e notas altas.

Minha preocupação inicial era que a protagonista esquecesse sua autoestima por causa dos seus sentimentos por um cara popular, como acontecem em alguns doramas. Mas não! Xiao Xi não tem vergonha do que sente, sendo também muito amiga e divertida, não economizando nas expressões de afeto. Todavia, quando precisa dizer umas verdade ou demonstrar que não gostou, ela faz – o que rende várias cenas divertidas. E apesar dela deixar claro em algumas situações a afeição que sente por Jiang Chen, por vezes, não é de ferro e fica triste por não ser correspondida, mas não é motivo para ficar deprimida ou desmerecer outros.


Mesmo sendo o cara mais popular e bonito, Jiang Chen tem uma alma introspectiva, que eu amei demais, pois são meu estilo de mocinhos preferidos. É notável como a ausência do pai, a preocupação com a mãe e o irmão mais novo moldaram a sua personalidade, o que deixa claro que nosso protagonista não é um jovem ruim. Ele implica muito com a Xiao Xi e a deixa no vácuo? Muito! Os vários sorrisinhos de lado, algumas caras emburradas, mas que logo em seguida cedia e se tornava algo diferente do habitual. Mas são essas pequenas coisinhas e o fato dele ser legal e se preocupar com o bem-estar dela é que faz os episódios valerem a pena mantendo a expectativa alta.

Apesar do Jiang falar pouco, é fácil notar a evolução do personagem dele e como a Xiao Xi é essencial para isso. Com sua insistência e constância é ela que o tira da zona de conforto, que o amacia e até o aproxima de outros personagens na trama. E mesmo usando o recurso do ciúme para aproximação do casal, foi um dos melhores que já vi. Não sendo exagerado e não deixando a personagem feminina em maus lençóis.

O casal principal fez esse drama brilhar, a atuação deles é muito fofa – uma característica marcante em dramas chineses. E não é exagero dizer que logo nos primeiros episódios shippei muito o casal. Shen Yue é uma atriz muito versátil e fácil de casar com diversos atores, muito expressiva e querida nos doramas que faz. Esse foi o primeiro C-drama que vi com o Hu Yi Tan e não me decepcionou; tem muito potencial e um ator que quero ficar de olho.

Ambientado em sua maior parte em uma escola bem conhecida em C-drama, mas que não deixa a desejar na fotografia bonita em cenários externos. Um ponto muito especial nesse C-drama é a abertura que foi um diferencial para mim que estava mais acostumada a ver dramas coreanos que não tem abertura (ou são vendidos sem). Fui bombardeada na minha timeline com a música de abertura e fui obrigada a assistir por conta de tamanha fofura de apenas 1min30s.

Como um bom drama escolar não poderia faltar amizades. E por aqui tem muitas. Na mesma sala temos o engraçado Lu Yang que é fascinado por mangás e o tempo todo solta falas divertidas; e o Wu Bo Song, um aluno transferido da equipe de natação que já chega causando e enchendo a tela com uma amizade linda com a Xiao Xi. E também a maravilhosa amiga leal da Xiao, a Jing Jing, e ainda não superei essa amizade. Não sei se existe um sismance mais perfeito! Elas ficam o tempo todo juntas, se protegendo e sendo muito leal uma a outra, além do fato de que, mais diferentes não poderiam ser. E isso não deixa a amizade menos forte. Enquanto a Xiao Xi é cabeça de vento, a Jing Jing é muito centrada e nem parece estar no ensino médio.

O diferencial que tornou esse drama chinês tão especial para mim é a transição da juventude para a vida adulta. Entre os 23 episódios de 45 minutos cada, deu para notar como o tempo passou para os personagens e que mutos deles precisaram lidar com o que mais os afligia. Xiao Xi com suas dificuldades com as notas, incerteza do que quer e de como será o futuro; Jiang Chen precisando enfrentar a família, Wo Bo Song percebendo que seu futuro não é tão garantido como parecia. E também o melhor casal secundário improvável.

Sou suspeita porque amo dramas escolares, são meus preferidos de longe, mas também gosto quando são bem trabalhados e não tão bobos. E todos esses elementos estão aqui. Vi o amadurecimento de todos os personagens e as escolhas que fizeram. E fiquei apaixonada pela reviravolta dos episódios finais que não vi chegando, pois sofri, chorei e ainda não sei explicar bem como foi maravilhosamente bem concluída.

Mais do que um enredo jovem adulto com as alegrias da juventude, “A Love So Beautiful” é sobre como descobrir o quer para o futuro, entrar na faculdade, se estabilizar e incluir na rotina as pessoas que importam. Indico para quem gosta de enredos jovens, cheio de romance e com um squad de respeito.

A LOVE SO BEAUTIFUL

Roteirista: Wu Tong e Zhao Qian Qian

Diretor: Yang Long

Elenco: Hi Nomes do elenco e mais

Ano de lançamento: Ano

Sinopse: Começa com os colegas Chen Xiao Xi e Jiang Chen, que também são vizinhos. Xiao Xi, uma garota alegre que não estuda muito, é expressiva sobre sua admiração por Jiang Chen, o cara popular conhecido por sua aparência e notas altas. Juntamente com seus colegas de classe, o engraçado Lu Yang, o atlético Jing Jing, mas leal e o membro legal da equipe de natação Wu Bo Song. Eles embarcam na vida do ensino médio para a universidade até a vida adulta.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

[jr_instagram id='3']

Parceiros