Dançando no Ar é o primeiro volume da Trilogia da Magia da autora Nora Roberts. Foi originalmente publicado pela Bertrand Brasil em 2004, mas em 2017 recebeu uma nova edição.

Sobre o Livro

Com uma vida turbulenta após fugir de um relacionamento abusivo, Nell Channing chega em um lugar pacífico conhecido como a Ilha das Três Irmãs. Ela quer um recomeço onde ninguém a conheça e está em busca de uma oportunidade para sobreviver, e é assim que conhece Mia, a dona da livraria e café local, que logo vê em Nell algo especial.

“Foi preciso que ela morresse para que pudesse viver de novo. Agora já estava cansada de fugir, de se esconder, de se perder em metrópoles abarrotadas. Queria um lar.”

Mas o que Nell não sabe é que no século XVII haviam três bruxas que foram caçadas e cada uma acabou seguindo seu caminho, mas o destino foram cruéis com elas. E para que a magia não se perdesse criaram a Ilha das Três Irmãs para que a descendência não perdesse sua magia. Por trás de todo esse mistério tem muito mais haver com Nell do que ela possa imaginar.


Minha Opinião

Nora Roberts é o tipo de autora que facilmente transita em vários gêneros, e esse fato me atrai muito, pois versatilidade dentro do gênero romance é algo que valorizo e torna a leitura mais robusta. Dançando no Ar tem um toque sobrenatural, mas sem deixar que a boa narrativa e a construção dos personagens perca espaço.

Com uma narrativa em terceira pessoa conhecemos Nell, uma personagem que apesar do passado difícil, não é de reclamar, e que vê no que aparece no seu caminho como uma oportunidade para crescer. É o que acontece quando conhece Mia e não deixa escapar, tornando-se a mais nova ajudante da “Livros e Quitutes”, e logo se destaca por sua habilidade culinária, atraindo assim novos clientes. Mas isso infelizmente a coloca em evidência para Zack Todd, o xerife da pacata ilha e também para Ripley, irmã do xerife.

Zack era uma criatura muito sociável e gregária, analisou Ripley. Afável, paciente e consistentemente justo e moderado.

É interessante notar que a Ilha é quase um personagem que dita as regras da magia entre Nell, Mia e Ripley. Cada uma detém o poder de um elemento e a ligação entre as personagens é tão grande que fica muito evidente logo que elas se encontram. Além da linda amizade e sororidade que já vemos em um livro escrito há mais de quinze anos.

A autora aborda um tema delicado com muita sensibilidade, mas também de uma forma bem crível. E quando Zack é introduzido, para de fato virar romance, é com muita maestria e algo que admiro muito nos personagens masculinos da Nora Roberts. Ele se importa com Nell, mas em momento nenhum deixar de fora seu lado profissional.

Dançando no Ar foi um livro que eu devorei e não queria mais largar. Ripley é a próxima protagonista e estou muito animada em conhecê-la mais de perto, ouvir sua própria voz. A Trilogia da Magia vai agradar quem gosta de um pouco de fantasia sobrenatural leve e romance fofo, além de ter um conteúdo recheado de magia, descobertas, suspense e poder.

DANÇANDO NO AR

Autor: Nora Roberts

Tradução: Renato Motta

Editora: Bertrand Brasil

Ano de publicação: 2017

Quando Nell Channing chega à encantadora Ilha das Três Irmãs, acredita ter finalmente encontrado um refúgio seguro, longe do relacionamento abusivo e da vida aterrorizadora que levava até oito meses antes. Mesmo nesse lugar silencioso e pacífico, Nell jamais se sente completamente à vontade. Exatamente no momento em que Nell começa a se perguntar se algum dia conseguirá se livrar do medo, descobre que toda a ilha está sob uma terrível maldição que só poderá ser quebrada pelas descendentes das Três Irmãs, as feiticeiras que lá se estabeleceram em 1692. Com a ajuda de duas fortes e talentosas mulheres, Nell terá que encontrar o poder para salvar a sua casa, o seu amor e até mesmo a própria vida

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros