Das Cinzas de Onira é o primeiro livro do Youtuber de educação Umberto Mannarino, lançado em 2019 pela editora Planeta.

Sobre o livro

A história acompanha Olívia, uma garotinha ruiva de apenas onze anos que infelizmente perdeu a memória por causa de um incêndio que não só levou suas memórias e sua casa, como também sua família. Como eram seus pais, como foi sua vida até ali, suas brincadeiras favoritas, sua vida, tudo se foi. Agora, para se recuperar Olívia se vê na casa de pessoas que dizem serem seus tios, e é nesta mesma casa que ela descobre uma passagem secreta para uma nova terra, a terra de Onira.

Onira é um mundo em que tudo parece ter uma misteriosa aura de lembrança para Olívia, como se tudo ali tivesse a ver com como era sua vida antes do incêndio. E com a ajuda de um pelotão de criaturinhas uniformizadas, um peixe de monóculo e um enorme boneco de pano que se diz Major na caçada contra os fantasmas.

Olívia decide explorar essa nova terra para buscar respostas para tudo aquilo e também para encontrar o caminho de volta para casa. Mas a jornada é muito perigosa e neste mundo temos grandes desafios para enfrentar como: fantasmas, aranhas gigantes e aves de fogo… Olívia enfrentará desafios que não imaginava no início de sua jornada, mas mantém o foco e a esperança de que no final vai recuperar sua memória e compreender a verdade sobre o dia do incêndio.

“Onira não é só um pedaço de terra. Ela é viva. Ou melhor: era viva. Agora ela só sobrevive. E por um fio.”

Temos, junto de Olívia, entender o motivo de ter uma voz na mente da garota que não se cala: Afinal, Onira é real? Ou só fruto da imaginação? Qual a relação desse mundo com o seu passado? O que é Onira? Quem é de verdade para Olívia?


Minha Opinião

Com uma temática que já é bem conhecida pelos leitores de fantasia, onde adentramos em um mundo de sonhos e lembranças que é relacionado com o mundo real, Mannarino traz uma história criativa que trabalha não só com o imaginário da protagonista como também do leitor.

Assim, a viagem pelas páginas desse livro pode nos conduzir a vários lugares, pois em um lugar tão misterioso quanto Onira, nós leitores, conseguimos junto de Olívia encontrar nesse novo mundo uma jornada fantástica e colorida.

A história serve tanto para leitores mais novos, mas também acaba atingindo qualquer leitor que se dispõe a embarcar nessa viagem de imaginação. O que de fato já posso falar é que em Das Cinzas de Onira encontramos uma escrita muito boa de ser lida, e uma história com grandes camadas que se tornam maravilhosas há cada nova descoberta e desdobramento.

Além disso, o livro me ganhou de vez com o cuidado da editora com a diagramação e a edição toda desse livro. Essa história conta com ilustrações convidativas de Esdras Gomes, que não limitam a forma com a qual você enxerga a história, mas que te leva ainda mais a imaginar sobre ela.

Cada personagem dessa história não só ajudam Olivia a desbravar Onira como nos ajudam a entender um pouco mais sobre esse mundo, como ele funciona. Mas confesso que, comigo não funcionou tão bem no início pois me perdia facilmente no que era real, no que era lembrança, o que era sonho e o que era só imaginação, mas isso logo se esclareceu e a escrita do Mannarino foi a grande responsável por essa jornada se tornar mais fácil a cada pagina.

Outro ponto negativo é que alguns momentos na narrativa soaram um pouco monótonos, repetitivos e você se via desejoso para que acontecesse alguma coisa ou uma nova descoberta. Como acompanhamos a Olívia, o que ela descobre se torna “pistas discretas” para as próximas reviravoltas que irão acontecer, isso te faz focar na história para não perder nada. Vi muita semelhança dessa história com Alice no País das Maravilhas e até mesmo As Crônicas de Nárnia, mas o livro mantém sua originalidade e constrói sim seu mundo com referencias, mas de forma única no geral.

“Tem coisas que não tem por quê. Simplesmente são”.

Das Cinzas De Onira foi uma leitura que realmente me surpreendeu, eu comecei perdido, depois fui me encontrando e terminei totalmente sem estruturas nenhuma e querendo mais. Umberto Mannarino nos entrega uma história recheada de mistérios onde tudo faz parte de algo a mais do que está sendo mostrado, basta a gente prestar bastante atenção.

Olívia mesmo com pouca idade se encaixa com qualquer um, é verdadeira, tem seus dilemas, questiona muita coisa sobre a sua realidade e vale ressaltar que mesmo sem ter nenhuma lembrança do seu passado e ter enfrentado grandes perdas, levantou a cabeça e fez na companhia do Major F, do Sargento e seu pelotão um momento de descontração, distração e emoção o que é muito mais do que faríamos se estivéssemos na mesma situação.

No final, após acompanhar Olivia e o pelotão todo pela magia de Onira, posso dizer que encontro um livro que tem muito mais a oferecer do que um simples livro infanto-juvenil. Temos um livro que trata família, perda, saúde mental e que com toda certeza vai emocionar muitos leitores por ai, assim como me emocionou.

Umberto Mannarino entra pro time de autores nacionais que nos surpreende e enriquece ainda mais o nosso hall de autores fantásticos com possíveis outras grandes história pela frente. Vocês fãs do gênero não podem deixar de conferir Das Cinzas de Onira, tenho certeza que essa história vai te surpreender.

DAS CINZAS DE ONIRA

Autor: Umberto Mannarino

Editora: Planeta

Ano de publicação: 2019

Nada neste livro é o que parece. Preste atenção nas entrelinhas. Cada detalhe da história é um mundo novo que se abre! Olívia perdeu a memória em um incêndio que encobriu seu passado em um turbilhão de perguntas sem resposta. A imagem de seus pais, lembranças antigas, tudo foi apagado de sua mente. Agora, recuperando-se na casa dos tios, ela descobre uma passagem secreta para Onira, um mundo em que tudo parece ter misteriosa relação com sua vida antes do acidente. Com a ajuda de um pelotão de criaturinhas uniformizadas, um peixe de monóculo e um enorme boneco de pano, Olívia decide explorar essa realidade para desvendar seus enigmas e encontrar o caminho de volta. Mas a jornada é perigosa: fantasmas, aranhas, aves de fogo… Ela enfrentará desafios inimagináveis para decifrar esse novo mundo, na esperança de assim recuperar a memória e compreender a verdade sobre o dia do incêndio. E uma voz em sua mente não se cala: Onira é real? Ou só fruto da imaginação? Qual a relação desse mundo com o seu passado?

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros