Dorohedoro é um anime Seinen original Netflix baseado no mangá escrito por Q Hayashida e lançado em 2020.

Sobre o Anime

No mundo do anime existem duas dimensões. A dos humanos que segue um cenário pós-apocalíptico e o mundo dos feiticeiros que é mais desenvolvido. 

Enquanto os humanos são seres naturais, os feiticeiros são uma raça que foi criada por um demônio específico. Esses feiticeiros possuem órgãos que produzem uma fumaça escura, e essa fumaça é a fonte das suas magias que variam de usuários, alguns possuem uma quantidade maior e outros tem essa fumaça reduzida.

Os feiticeiros costumam ir até a cidade chamada de Buraco no mundo dos humanos usando portas que ligam as duas dimensões para praticar suas magias nas pessoas, assim causando muitas vítimas com deformidades e mutações.

“Minhas memórias… meu rosto verdadeiro… meu nome… Eu não sei de nada. Está tudo envolto em fumaça negra. Mas a fumaça irá clarear um dia. É nisso que acredito.”

Nesse cenário conhecemos Caiman, um homem que não lembra quase nada do seu passado e de praxe ganhou uma mutação devido a uma prática de feiticeiro que o deixou com a cabeça de um lagarto. Então com a ajuda de Nikaidō, uma jovem cozinheira, eles irão caçar quantos feiticeiros conseguir para encontrar o que deixou sua cabeça irreconhecível. Porém o mais bizarro nessa história é que a única pessoa que sabe a identidade desse feiticeiro é um homem que reside dentro da sua boca, então ele sempre coloca a cabeça do mago dentro da sua boca para assim esse homem falar se é ou não.

Porém, a caçada dele está alarmando a elite dos feiticeiros, devido às constantes perdas, então um grupo de feiticeiros de elite é encarregado de matar Caiman e Nikaidō. Entretanto, segredos há muito escondidos irão aparecer enquanto essa dupla caçada continua.


Minha Opinião

Dorohedoro é o anime mais bizarro que já vi, porém é um bizarro muito divertido, que me fez rir muito e apreciar a história. O anime não tem um enredo muito denso e nem complicado de se entender, mas consegue entregar o simples muito bem feito.

Amo qualquer anime que tenha feiticeiros em seu enredo principal, gosto de como cada anime introduz isso em um mundo novo, de como as regras dessas magias funcionam e de qual é a fonte mágica usada para executar feitiços. Dorohedoro consegue trazer um dos métodos mais originais que já vi, utilizando dessa fonte mágica que é uma fumaça produzida pelo próprio corpo é algo totalmente cativante.

O anime tem uma demasiada quantidade de cenas de violência sem nem censurar o que pode ser um pouco impactante e às vezes desnecessário, mesmo sendo introduzido como algo do cotidiano das pessoas nesse mundo. Acho a animação bem mediana, acho a movimentação de personagem bem mecânica, não tem muita fluidez tanto nas cenas de ação como também em cenas normais, e isso é algo que me incomodou muito e vejo com certa frequência em produções animadas da Netflix.

“A gente se acostuma com todo pesadelo quando sonha com ele toda noite.”

Gosto muito como os personagens são construídos dentro da história e principalmente os vilões que roubam as cenas e entregam muita diversão e carisma. Os personagens que mais gostei eram vilões, o que não me fez ter raiva deles no decorrer dos episódios. Entre esses vilões se destacam Shin e Noi, dois feiticeiros que trabalham juntos para um magnata do mundos deles e são os encarregados de matar o protagonista, os dois conseguem entregar tudo que a dupla Caiman e Nikaidō não conseguem, a química entre os dois é incrível, a interação tanto como companheiros de trabalho como também amigos é muito divertida. Por outro lado, Caiman é um dos piores protagonistas de anime que já vi, sem graça e irritante o que fez não criar apreço nem um para com ele.

Por fim, a indicação vai para quem quer algo divertido para maratonar bem rapidinho e amantes de animes em geral também podem gostar.

DOROHEDORO

Diretor: Yuichiro Hayashi

Ano de lançamento: 2020

Em uma cidade sombria, conhecida apenas como “O Buraco”, um clã de feiticeiros tem arrancado as pessoas das ruas para usá-las como cobaias em atroz “experimentos”. Em um beco escuro, Nikaido encontrou Caiman, um homem com cabeça de lagarto e um caso grave de amnésia. Para desfazer o feitiço colocado nele, os dois começam a caçar feiticeiros na cidade, esperando que eventualmente matem o certo. Mas quando En, o feiticeiro chefe, recebe a notícia de um homem-lagarto massacrando seu povo, ele envia uma equipe de “limpadores” para cuidar do assunto, iniciando uma guerra entre dois mundos.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros