Diga Sim ao Marquês é o segundo volume da série Castles Ever After da autora Tessa Dare, publicado em 2016 pela editora Gutenberg.

Sobre o Livro

O sonho de toda dama aos 17 anos é se casar. Clio Whitmore não podia estar mais feliz quando recebeu o pedido do marquês herdeiro de Granville, o grande diplomata Piers Brandon. Mas seu noivado já dura 8 anos e ela já se tornou inúmeras vezes a piada da sociedade. Além disso, a menina amadureceu, herdou um castelo do tio e não vê mais sentido em se casar por conveniência. Seu sonho mesmo é transformar o castelo em uma fonte de lucro, mas para isso ela precisa da liberação de seu dote e claro, do rompimento do noivado fracassado.

Com esta ideia em mente, só resta a Clio procurar seu nada adorável cunhado, o lutador de boxe Rafe Brandon, responsável pelas responsabilidades de marquês do irmão enquanto este está fora em nome do país. Mesmo Rafe sendo um dos maiores canalhas libertinos de Londres, ele prometeu ao irmão que cuidaria de tudo, inclusive de sua noiva. Então não será nada fácil para Clio fazer com que Rafe assine os papéis colocando fim ao seu noivado quando ele está determinado a prosseguir com os preparativos do casamento.

– Você não me conhece tanto quanto acha, Rafe Brandon.
– Mas eu a conheço o bastante para saber que você não vai me mandar embora.

página 29.

Acontece que Clio definitivamente não quer se casar com Piers. Assim, ela e Rafe fazem um acordo: se em uma semana ele não conseguir convence-la a se casar, usando da ideia de como é divertido preparar um casamento, ele deverá assinar os papéis. Mas é claro. Rafe não terá apenas que convencer Clio a casar com seu irmão, em meio a tanto tempo juntos provando de tudo que um casamento pode trazer, ele terá que convencer a si mesmo de que ela não é a sua noiva.


Minha Opinião

Assim como os outros livros da série, temos aqui uma dama determinada a transformar o castelo herdado por um tio em lar. Mas mais do que isso, Clio quer transformá-lo em uma fonte de renda através da fabricação de cerveja. Mas para isso ela precisa dar um fim ao seu noivado que dura anos, e assim colocar as mãos no deu dote e então por em prática seu sonho. Ela também precisará de um sócio que conheça os clientes locais. Porém, nem tudo é tão fácil quanto parece. Seu noivo está fora do país, sua irmã mais velha preza pelo casamento e os bons costumes acima de tudo, e seu querido e arrogante cunhado não está afim de ajudá-la, sendo o responsável por seu noivado no momento.

“…É isso que você não está conseguindo enxergar, Rafe. Um casamento é mais do que encenar um evento perfeito ou ter tudo do melhor. Um casamento é feito por duas pessoas que juram cuidar uma da outra em qualquer situação. É compromisso e amor incondicional.”

página 112.

Em um mundo atual onde muitos costumes mudaram e mulheres estão cada vez mais ganhando voz na sociedade, já estamos acostumados com romances de época onde as damas de mocinhas não tem nada. Sendo a cada história mais fortes e determinadas a lutar por seus ideias sem ter o casamento como foco principal. Mas, é a primeira vez que vejo um lutador de boxe como protagonista. O que foi bem positivo já que convenhamos, amamos os marqueses, duques, viscondes e barões, mas o diferencial sempre é mais interessante acompanhar.

Com um romance clichê estilo cão e gato, vamos acompanhar a briga interminável de Clio e Rafe entre casar ou não casar. Acontece que, claro, os dois estão apaixonados. Mesmo que não queiram admitir, esse romance é antigo. O que confesso, não me convenceu muito. Afinal, não temos capítulo no passado, nem mesmo um prólogo onde seria possível ver o nascimento desse romance, ele é apenas mencionado, não me permitindo sentir borboletas no estômago quando os dois estavam juntos. Aliás, talvez pela primeira vez em um romance desse estilo, não senti a química entre o casal.

A história toda é muito interessante e bem divertida. Enquanto tenta mostrar para Clio através de provas de vestido, bolos, igreja, decoração e muito mais, os dois se enfiarão em diversas confusões. E por outro lado, enquanto tenta provar para Rafe o quanto um castelo é mágico através de suas antiguidades, passagens secretas e como seria perfeito como um negócio, as confusões serão ainda maiores. O que foi muito gostoso de acompanhar, já que a escrita leve da autora ajuda as páginas voarem, mas definitivamente, eles não funcionaram como um casal.

Maldita seja sua natureza impulsiva e audacioza. Antes que pudesse mudar de ideia, ele a puxou para perto, virando o rosto de Clio para encará-lo. Passando um dedo pelos lábios macios e trêmulos dela. Segurando-a para beijá-la.”

página 72.

Um grande problema é criado em cima dos sonhos de Clio, nos fazendo acreditar que seria impossível vê-lo se realizar. Mas, quando finalmente acontece o diálogo que prezamos tanto nas histórias, principalmente nos romances, as coisas se resolvem fáceis demais. Não que eu preferisse as dificuldades e dramas, mas imaginava que não fosse tão previsível. Isso em relação ao plot da história, já que o romance, se tratando de clichês, previsibilidade é o mais esperado.

Não sei se a série ainda terá mais livros, já que faz um tempo em que o terceiro foi lançado. Livro este que li antes deste aqui, então sim, você pode ler a série separadamente. Sendo assim, posso afirmar que o segundo volume, este mesmo, é meu menos favorito da série. Ainda prefiro disparadamente Romance Com o Duque. Contudo, Tessa Dare sempre fará você se divertir e sair de ressacas literárias. Boa para passar o tempo é uma série que indico a todos, mas lembre-se que o livro possui cenas um pouco picantes.

 

DIGA SIM AO MARQUÊS

Autor: Tessa Dare

Tradução: A C Reis

Editora: Gutenberg

Ano de publicação: 2016

VOSSA EXCELÊNCIA ESTÁ CONVIDADA A COMPARECER AO ROMÂNTICO CASTELO TWILL PARA CELEBRAR O CASAMENTO DA SENHORITA CLIO WHITMORE E… E…?Aos 17 anos, Clio Whitmore tornou-se noiva de Piers Brandon, o elegante e refinado Marquês de Granville e um dos mais promissores diplomatas da Inglaterra. Era um sonho se tornando realidade! Ou melhor, um sonho que algum dia talvez se tornasse realidade… Oito anos depois, ainda esperando o noivo marcar a data do casamento, Clio já tinha herdado um castelo, tinha amadurecido e não estava mais disposta a ser a piada da cidade. Basta! Ela estava decidida a romper o noivado. Bom… Isso se Rafe Brandon, um lutador implacável e irmão mais novo de Piers, não conseguir impedi-la. Rafe, apesar de ser um dos canalhas mais notórios de Londres, prometeu ao irmão que cuidaria de tudo enquanto ele estivesse viajando a trabalho. Isso incluía não permitir que o Marquês perdesse a noiva. Por isso, está determinado a levar adiante os preparativos para o casamento, nem que ele mesmo tenha que planejar e organizar tudo. Mas como um calejado lutador poderia convencer uma noiva desiludida a se casar? Simples: mostrando-lhe como pode ser apaixonante e divertido organizar um casamento. Assim, Rafe e Clio fazem um acordo: ele terá uma semana para convencê-la a dizer “sim” ao Marquês. Caso contrário, terá que assinar a dissolução do noivado em nome do irmão. Agora, Rafe precisa concentrar seus punhos e sua força em flores, bolos, música, vestidos e decorações para convencer Clio de que um casamento sem amor é a escolha certa a se fazer. Mas, acima de tudo, ele precisa convencer a si mesmo de que não é ele que vai beijar aquela noiva.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros