Engano Irresistível é um livro da autora Vi Keeland. Sua publicação é de 2018 pela Universo dos Livros.

Sobre o Livro

Rachel é o tipo de garota que leva a questão da sororidade muito a sério. É por isso que, quando ela observa aquele cara no bar, aquele que sem dúvidas é o ex namorado da sua melhor amiga, o cretino traidor que a está olhando com cara de flerte e com um sorriso que – ela vai negar isso até o fim – é extremamente atraente, ela não pensa duas vezes. Ela fala poucas e boas, defende a honra da amiga e deixa o bonitão com cara de alguém que foi colocado no seu devido lugar. Sem problemas, afinal ela nunca mais veria o bastardo novamente.

“A conexão entre nós estivera ali desde o nosso primeiro encontro – uma chama na qual poderíamos pisar e tentar apagar ou fazê-la se espalhar com um sopro.”

Mas estamos falando de Rachel, e as coisas nem sempre acontecem da maneira que ela imagina. Então é claro que o homem que ela imaginava ser o canalha traidor é na verdade Caine West. Mais conhecido como Professor West. De quem ela seria assistente naquele semestre na universidade. E por quem, vejam que ironia do destino, ela está cada vez mais interessada. O que será que vai acontecer quando esse professor mal humorado, misterioso e obscuro e essa assistente irônica, atrapalhada e intensa decidirem que gostam da companhia um do outro?



Minha Opinião

Os livros da Vi Keeland costumam ser sempre uma caixinha de surpresa para mim. Já me apaixonei por vários assim como senti ódio mortal de outros tantos. Então comecei a leitura desta história sem saber exatamente o que pensar e sem criar grandes expectativas, afinal, esse é um pecado que leitores evitam cometer (muitas vezes sem sucesso, lógico). A história começa bem divertida, já deixando claro que vai trabalhar em cima daquele clichezão que é a relação entre professor a aluna.

Não vi problema algum nisso, primeiro porque quem conhece o trabalho da autora sabe que ela faz muito uso desse ‘recurso’. Segundo porque, quando bem utilizado, o clichê se renova e acaba se tornando uma história gostosa de ler, que surpreende até quem já sabe totalmente o que vai acontecer ali. Acredito que isso foi exatamente o que aconteceu comigo nesta leitura.

Narrado em primeira pessoa, a história vai se desdobrando no presente e mostrando os acontecimentos através do ponto de vista da Rachel. A gente conhece mais da personagem, descobre seus traumas, suas resistências, seus sonhos e desejos e a gente se apega a ela por causa disso. Em seguida voltamos no tempo através dos olhos de West, e conhecemos pedaços da sua história de modo que devagarinho vamos montando o quebra cabeças que é esse homem, até o momento que percebemos que nada acontece por acaso.

“Quando Deus está ocupado ele manda os seus anjos para nos ouvirem.”

A autora criou aqui uma história de amor truncada por acontecimentos do passado que repercutem até hoje, que impedem os protagonistas de seguir em frente ao mesmo tempo em que despertam suas maiores virtudes. Tudo isso através de um passeio pela história da música, que transforma a trilha sonora do livro na companhia perfeita para desvendar os mistérios de uma trama que fala sobre recomeços e segundas chances. E é ao lado dessa ‘terapia musical’ que nos deixamos apaixonar pelo amor entre dois  personagens que de tão cheios de bagagem precisam um do outro para dividir o peso de tudo.  

Mas já adianto que nem tudo são flores aqui. E embora tenhamos momentos de descontração, diversão e cenas eróticas muito bem feitas, o livro aborda temas que são difíceis de digerir, o que transforma este romance numa leitura para se apreciar com ressalvas; principalmente se situações cruéis que acontecem na infância for um tema que verdadeiramente te incomoda. Caso contrário e se você busca uma história clichê, mas que é intensa e gostosa de acompanhar, que fala sobre questões divinas e sexuais ccom a mesma intensidade, a minha dica é se jogar no livro. De preferência com o Spotify a postos para que seja possível ouvir as músicas citadas no decorrer da trama, que vão de Bob Dylan a Rachel Platten e que dão aquele toque ainda mais especial ao livro.

 

ENGANO IRRESISTÍVEL

Autor: Vi Keeland

Tradução: Alline Salles

Editora: Universo dos Livros

Ano de publicação: 2018

A primeira vez que vi Caine West foi em um bar. Ele notou que eu o estava encarando e deduziu que fosse um flerte. Quando veio falar comigo, coloquei-o na linha, exasperando tudo o que eu pensava sobre ele ser um mentiroso, traidor e egocêntrico.
Sabe, aquele delicioso canalha havia levado minha amiga para jantar; depois, foram para cama e ele nem sequer mencionou que era casado. Por isso, merecia cada xingamento que saía da minha boca. Quando terminei, um sorriso preguiçoso se expandiu em seu rosto perfeito em resposta ao meu sermão. Só então percebi que o homem para o qual eu vociferava impropérios não era o cara certo. Ops. Lindo engano.
Com vergonha, saí sem me desculpar e achei que nunca mais veria o estranho bonitão na vida, certo? Foi o que pensei… Até chegar à aula na manhã seguinte… Olá, professor West, sou sua nova assistente. Trabalharei diretamente abaixo de você… no sentido figurado. Embora trabalhar debaixo do professor West não fosse uma má ideia…

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros